Marcas do império do anticristo: a apostasia, o engano e a depravação

images“Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,
O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus…” 2 Tessalonicenses 2:3-4

Muitos sinais e operações de maravilhas inegavelmente têm feito parte da realidade do cenário mundial e dos últimos tempos, mas um dos que mais diz respeito à igreja e ao evangelho dos últimos tempos é com relação a essas três características. Mas como isso surgiu? Existe base bíblica que confirma isso? Este assunto que abordaremos é um tema muito frágil e ao mesmo tempo poderoso, pois trata-se de assuntos espirituais e nos aponta para as forças atuantes em nosso século, afim de despertarmos e nos apegarmos com todas as nossas forças a Cristo, para não sermos confundidos ou tragados pela ação do tempo profético (o último minuto antes da “meia noite”), tempo de grandes e densas trevas na humanidade. É um assunto que devemos tratar com extremo cuidado e zelo.

Em II Tessalonicenses no capítulo 2, o Apóstolo Paulo começa o capítulo citando: “Ora, irmãos, rogamos-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele, que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto.” 2 Tessalonicenses 2:1-2
“Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora o retém até que do meio seja tirado; e então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; a esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.” 2 Tessalonicenses 2:7-10.
Podemos pelo Espírito Santo entender que já é chegado esse tempo, onde tudo se prepara para o advento do anticristo. Mas como isso entrou na humanidade e chegou até a igreja fiel dos últimos tempos?
Sempre houve uma oposição àquilo que era o plano salvífico de Deus. Sempre houve o desejo de alguns, inspirados por si mesmos ou por ação maligna em apossar da glória que só pertença a Deus e a seu Filho.
Vamos buscar entender um pouco de onde brotou a raiz da rebeldia contra a graça de Deus e entendermos a ação de quem esses são filhos (falo isso sem receio algum). Em Isaías há uma revelação profunda do que ocorreu sobre a raiz de todo o mal e pecado que hoje abunda no meio da humanidade, o que Deus permitiu que tivéssemos conhecimento: “Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filha da alva! como foste lançado por terra tu que prostravas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono; e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do norte; subirei acima das alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. Contudo levado serás ao Seol, ao mais profundo do abismo.” Isaías 14:12-15. Podemos ver o que ocorreu quando se subiu ao coração daquele que perturba as nações, do dragão, da antiga serpente (Apocalipse 12:9), do que é abominável e que faz errar os passos de muitos, quando este tentou se igualar a Deus, desprezando até a honra que lhe era conferida: “Estiveste no Éden, jardim de Deus; cobrias-te de toda pedra preciosa: a cornalina, o topázio, o ônix, a crisólita, o berilo, o jaspe, a safira, a granada, a esmeralda e o ouro. Em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados. Eu te coloquei com o querubim da guarda; estiveste sobre o monte santo de Deus; andaste no meio das pedras afogueadas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que em ti se achou iniqüidade. Pela abundância do teu comércio o teu coração se encheu de violência, e pecaste; pelo que te lancei profanado, fora do monte de Deus, e o querubim da guarda te expulsou do meio das pedras afogueadas. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei; diante dos reis te pus, para que te contemplem. Pela multidão das tuas iniqüidades, na injustiça do teu comércio, profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu a ti, e te tornei em cinza sobre a terra, à vista de todos os que te contemplavam. Todos os que te conhecem entre os povos estão espantados de ti; chegaste a um fim horrível, e não mais existirás, por todo o sempre.” Ezequiel 28:13-19. Foi este quem incitou Adão e Eva pecar contra a voz de Deus, e que trouxe a raiz do pecado para a humanidade, corrompendo-a e fazendo se separar de Deus (Isaías 59:2).
Ao percebermos de onde surgiu a oposição ao plano de regeneração do pecado, podemos conferir que há um juízo a ser executado sobre os que recusam ao plano de salvação, fazendo aliança à oposição e tornando-se semelhante ao precursor da rebeldia.

Deus é Justiça e Juízo, e muitos desconhecem ou ignoram tais atributos de Deus. Em Salmos podemos conferir isso: “Justiça e juízo são a base do teu trono; benignidade e verdade vão adiante de ti.” Salmos 89:14. Assim como opera a lei do Amor de Deus, operará a lei da ira de Deus sobre os filhos da desobediência e do pecado. Não podemos desprezar isso, pois se Deus não terá por inocente os anjos que pecaram contra Ele (2 Pedro 2:4), semelhantemente nos afirma o apóstolo Judas em sua carta: “aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, ele os tem reservado em prisões eternas na escuridão para o juízo do grande dia” Judas 1:6 quanto mais ao pecador que desprezar o sacrifício e se aliar direta ou indiretamente com o governo das trevas.
Devemos perseverar na fé genuína, para não trocarmos aquilo que é graça e misericórdia por juízo, andando segundo o nosso enganoso coração (Jeremias 17:9-10) para não apostatarmos da fé que um dia nós professamos em Cristo Jesus para remissão dos nossos vis pecados.
Mas o que é a apostasia? Vamos ir em 1 Timóteo para entendermos o que o Espírito Santo diz: “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência; proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças” 1 Timóteo 4:1-3.
A apostasia seguindo a definição do Wikipédia temos: Apostasia (em grego antigo απόστασις [apóstasis], “estar longe de”) tem o sentido de um afastamento definitivo e deliberado de alguma coisa, uma renúncia de sua anterior fé ou doutrinação. Ao contrário da crença popular, não se refere a um mero desvio ou um afastamento em relação à sua fé e à prática religiosa. Pode manifestar-se abertamente ou de modo oculto. Ou seja, a apostasia é em relação à prática de fé pura em Jesus Cristo e não às práticas religiosas ou doutrinas humanas. Apostatar-se da fé denota ao ato de negar a eficácia dela. Vamos ver a posição de Deus sobre aqueles que por algum tempo são nomeados como justos, e depois negam a sua eficácia: “Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele.”
Hebreus 10:38. Continuando nessa linha o apóstolo Paulo nos exorta dizendo: “Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma.” Hebreus 10:39. Ou seja, o que o apóstolo Paulo nos ensina é que os que voltam a traz ou os que recuam, fazem isso para a sua própria perdição eterna, pois a eficácia da fé nos remete a conservação da alma para a vida eterna. Nós como igreja e filhos de Deus, não podemos recuar, pois os que recuam tornam o seu estado pior do que o primeiro (2 Pedro 2:20-22).
A grande preocupação que devemos ter é para que não conhecendo as maravilhas do Dom de Deus, reveladas aos que crêem, não possamos negar àquilo que nos foi permitido entender pela graça de Deus, como está escrito: “Porque é IMPOSSÍVEL que os que uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo, e provaram a boa palavra de Deus, e os poderes do mundo vindouro, e depois caíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; visto que, quanto a eles, estão crucificando de novo o Filho de Deus, e o expondo ao vitupério.” Hebreus 6:4-6.
Meus queridos, o Senhor nos alerta a estarmos vigilantes em oração e leitura da sua Santa Palavra todo tempo para não sermos seduzidos pelos prazeres da carne e deste mundo.
Queridos, estou escrevendo isso, porque é profético e já tem se cumprido em nosso meio.
E porque têm operado nesse tempo o domínio da apostasia e do engano, características do governo do anticristo? A resposta está no tipo de evangelho que tem tomado conta nesses últimos tempos. Para isso, vamos em 2 Timóteo para entendermos a causa: “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” 2 Timóteo 4:3-4. O que isso quer dizer para nós? Que estamos em um tempo em que a maioria dos que se dizem cristãos (e digo isso com extrema tristeza) não suportam a são doutrina, antes voltam os seus corações e dirigem a suas orações em prol do seu bem estar financeiro, social e psicológico. Abandonam o santo evangelho da cruz e trocam por coisas terrenas, anulando assim o poder e a eficácia do sacrifício para adquirirem bens materiais e passageiros, desprezam o eterno para dar lugar ao temporal.
Infelizmente, dizemos isso para a nossa própria vergonha, pois somos nós que permitimos de tais pessoas ensinar heresias fazendo o povo errar por falta ou não de conhecimento bíblico. Uma boa parcela disso está nas pessoas que buscam exatamente isso, diretamente ou indiretamente. Coisas horrendas e terríveis têm acontecido no meio evangélico, que não vale a pena nem de expor, abominações detestáveis contra Deus praticadas por aqueles que se intitulam filhos Dele, muitos sabem do que estou falando e muitos não tem idéia da nojeira do que está ocorrendo dentro de onde seria o lugar para adoração Deus e santificação dos fieis.
O próprio Jesus nos deixa um alerta sobre os últimos tempos, falando de coisas que ocorreriam na natureza, no cenário político, mas a primeira evidência que Ele deixa para a igreja é: “… Acautelai-vos, que ninguém vos engane; porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.” Mateus 24:4-6
“E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias. Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” Mateus 24:22-24.
Para vermos quem são os verdadeiros servos enviados por Deus, em primeiro lugar temos que orar e pedir a Deus que nos mostre pelas suas infinitas misericórdias e em segundo, temos que comparar, se aquilo que estão falando ou profetizando está em coerência com as sagradas escrituras, pois Deus é extremamente Zeloso com a sua palavra, e se alguém pronuncia alguma palavra ou profecia que fere a Santa Palavra de Deus (Bíblia Sagrada), não foi Deus quem falou, este que procede de tal forma fala de seu próprio delírio.
Temos visto muitas coisas favorecendo o reinado do anticristo: o ódio, as indecências, as crescentes práticas homossexuais, o ateísmo, as blasfêmias, as concupiscências da carne, a depravação; mas o que mais assusta é a passividade da igreja em relação à distorção dos ensinamentos bíblicos. Quando Deus compara a sua igreja, ele menciona 10 virgens – 5 sábias e 5 loucas. Ele afirma que todas elas juntamente dormiram, até que a meia noite ouviu-se o clamor: “Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro”. O que permitiu as 5 sábias de entrar na festa do noivo foi o azeite que guardaram. Isso foi essencial para elas participarem das bodas com o noivo, enquanto as que Jesus compara como loucas, saíram atrás dos que vendiam, dos falsos mestres, falsos profetas, falsos apóstolos que negam a Cristo. Será coincidência da alerta de Pedro quando diz? “E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão ENCOBERTAMENTE heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E MUITOS seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por AVAREZA farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.” 2 Pedro 2:1-3. A avareza é o amor nojento ao dinheiro e as coisas dessa vida, e muitos têm escolhido esse caminho negando a essência do resgate do seu vil pecado e desprezando o valor do preciosíssimo sangue de Cristo, estes não podem oferecer o azeite, pois não se compra com valores terrenos.
Por essa razão Deus protesta na sua palavra: “E mandei vir a seca sobre a terra, e sobre os montes, e sobre o trigo, e sobre o mosto, e sobre o AZEITE, e sobre o que a terra produz; como também sobre os homens, e sobre o gado, e sobre todo o trabalho das mãos.” Ageu 1:11.
Quem pratica tais atos são os filhos da perdição e da ira, gerados na rebeldia ao governo Triuno de Deus, não sentem temor, remorso ou arrependem-se, pois como expressa o apóstolo Paulo: “… homens que falam mentiras, tendo CAUTERIZADA a sua própria consciência” 1 Timóteo 4:2. Esses seguem os passos de Coré, Datã e Abirão; seguem a avareza de Balaão, seguem a malícia de Caim.
Bem sabemos que este é o tempo da ascensão do anticristo, pois todas as coisas apontam para isso. Sugiro aos irmãos e irmãs que estão lendo, que não deixem de ler Daniel capítulo 7 e II Tessalonicenses 2, Mateus 24 e as cartas dos apóstolos para entender como será o perfil do anticristo, mas o que podemos entender por agora é que há uma ação das forças das trevas agindo sobre esse século sobre o mundo e até mesmo dentro das igrejas; e muitos estão vacilantes. Peço que os irmãos e irmãs estejam em constantes orações, jejuns, leitura a palavra para não entrarem em tentação, porque há uma força maligna agindo nesse século, mas maior é o Deus que nós servimos “Com ele está o braço de carne, mas conosco o Senhor nosso Deus, para nos ajudar, e para guerrear por nós.” 2 Crônicas 32:8. Não se esqueçam que acima do que está ocorrendo nesse mundo, está o Senhor Soberano regendo todas as coisas do seu alto e sublime trono, a fim de livrar os seus filhos, Amém!!!!

Por Sandro Oliveira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s