A Última Trombeta

Jesus está voltando!

JESUS acima da religião

jesus religiaoHoje confrontaremos se realmente você conhece quem você adora, e se realmente você conhece o Deus da fé que você professa. Em João 4 vemos o discurso de Jesus com a mulher samaritana, descendente de um povo que herdara o poço de Jacó, conhecedora das escrituras e das profecias, mas que tinha uma “rixa” entre o seu povo com o povo do Messias, decorrente de uma proibição dos samaritanos participarem da construção do templo, pois estes estavam corrompidos pelos costumes de adoração a outros deuses. Hoje podemos ver a grande briga das filosofias que cercam as religiões ao procurarem o VERDADEIRO DEUS, e nessa briga que engloba às vezes discussões calorosas e até mesmo mortes, percebemos que no mundo há uma sede na alma do ser humano, para entender quais são os planos de Deus e quem é esse Deus, isso engloba uma profecia de Amós que diz: “Eis que vêm dias, diz o Senhor DEUS, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR.” Amós 8:11.

Isso é perceptível aos nossos olhos até mesmo para os incrédulos de que o ser humano busca explicações quando as coisas fogem do âmbito natural ou não. Voltando ao capítulo 4 de João, percebemos no diálogo de Jesus com a mulher em que Ele oferece a água que dessedenta a sede da alma em ouvir as verdadeiras palavras de Deus, percebemos que ao ouvir isso a mulher se interessa pela água dessedentaria a sua sede, mas como muitos cristãos e sobre o evangelho que tem sido pregado hoje para os ímpios e crentes modernos, aquela mulher queria transformar a palavra que apresentava água espiritual em algo material que facilitaria sua vida. No desenrolar do diálogo entre Jesus e aquela mulher, Jesus revela a ela algo que estava oculto em sua vida, e aquela mulher não o reconhece mais como alguém que ofereceria uma “porção mágica” para facilitar sua vida, mas na condição de profeta. Mas note que ainda sim ela não tinha conhecido o VERDADEIRO DEUS, e continuando com o diálogo entre os dois surge-se a dúvida da maneira que se adorava a Deus e de como era a maneira de proceder para alcançar uma intimidade com um DEUS, que até então ela conhecia de ouvir falar e até mesmo de ler a respeito.

A resposta de Jesus foi uma resposta de certa forma simples, mas ao mesmo tempo complexa para a maioria dos cristãos da atualidade; segundo está escrito: “Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a HORA VEM, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai.Vós adorais o que não sabeis (Isaías 29:13); nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus (pois assim anunciava as escrituras e os profetas). Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” João 4:21-24. A resposta daquela mulher para Jesus ao escutar essas palavras foi: “Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo) vem; quando ele vier, nos anunciará tudo.” João 4:25, e naquele momento então Jesus se revela a ela como o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Toda essa introdução foi para colocar à prova se aquele a quem você diz adorar como Deus e diz conhecer, se realmente você o conhece na profundidade ou só pensa conhecê-Lo e adorá-Lo, ou se você defende apenas uma religião na qual você foi ensinado (a). No vídeo abaixo, um rapaz conta de como encontrou Cristo e o conheceu buscando por aquilo que ele acreditava ser o verdadeiro deus (Alah), tendo sido formado por uma base sólida na religião que ele professava, mas que um dia foi alcançado pelo amor do VERDADEIRO DEUS, através dos ensinamentos bíblicos e da ação do Espírito Santo este rapaz teve um encontro com Jesus (ainda que não corporalmente como a mulher samaritana) e pode entender que Ele é o Messias e o Filho de Deus. Digo isso para refletirmos, se realmente conhecemos e o adoramos devemos andar de acordo com as suas vontades, e essas estão descritos em um único manual: A Bíblia Sagrada.

Podemos ver nesse vídeo que verdadeiramente o Senhor mostrou para ele a verdade na palavra quando no sonho da porta, ele pode entrar por ela para andar no caminho até o paraíso de Deus. Para isso citamos o cumprimento do seguinte versículo: “Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar, e não poderão.” Lucas 13:24. Naquele momento ele pôde ter um encontro com Cristo, pois como o próprio Jesus afirma: ”Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.” João 10:9. Na verdade, devemos fazer a seguinte pergunta: “Será que entramos pela porta estreita?”, antes de responder sim, pense se você está realmente falando de Jesus, ou da religião “cristianismo” criada pelos homens. Se a sua resposta for positiva, pergunte-se ao entrar na porta estreita, estou seguindo o caminho estreito? E esse segundo pilar que demonstra que realmente você conhece a Deus e o adora em Espírito e em Verdade, pois é o caminhar pelo caminho estreito que denota que verdadeiramente entramos pela porta. Quando Jesus faz a seguinte pergunta para os discípulos: “E vós, quem dizeis que eu sou?” no versículo 20 de Lucas 9, Ele próprio ensina no versículo 23: “Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.” Lucas 9:23, andar no caminho significa abrir mão dos desejos passageiros para alcançar um Reino Eterno; andar no caminho é amar uns aos outros (não com amor fingido), mas como Cristo nos amou e antes se entregou por nós, andar no caminho é não negar socorro ao necessitado tendo condição de fazê-lo, é amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo (nisto se resume todos os mandamentos), nisto seremos conhecidos que O conhecemos, adoramos e aprendemos Dele (João 13:35), é ser perseguido, caluniado, com aflições, mas com o bom ânimo que com Ele a paz é certa e a garantia de vida eterna (João 16:33). Conhê-Lo além da religião e dos movimentos carismáticos é entender que Cristo é tudo e tudo se converge Nele, e que Ele é a manifestação do Deus que se fez homem para se entregar como primícia dos que Nele esperam, para que através da Sua morte e ressurreição, triunfasse sobre a morte e o pecado, para que os que NELE dormem no pó da terra possam despertar no Grande Dia da Sua vinda e para que os que Nele vivem possam encontrá-Lo nas nuvens, transformados. Esse é a verdadeira essência do Deus Homem, do Verbo que se fez carne.

Aí está a grande diferença entre Deus e os outros deuses, somente Ele morreu e ressuscitou, esteve corporalmente neste mundo e é comprovado pela história, nenhum outro deus morreu e ressuscitou demonstrando poder e glória, e em nenhum outro deus podemos ser feito partes dele, através da reconciliação da nova aliança feita em Seu próprio sacrifício, trazendo esperança tanto para os mortos como para os vivos e nenhum outro deus, ou livro “sagrado” trata sobre a regeneração da maldade e do pecado do homem, senão o Deus Trino e a sua Santa Palavra. Nisto consiste o Santo Evangelho, e nisso está Cristo: morte, ressurreição, regeneração e novidade de vida, tudo se sustenta na cruz e na novidade de vida, esperança e fé. Tudo se limita a Cristo, a porta e o caminho para Deus, e isso vai além de credo ou religião; é resgate do ser degradado que somos. Quando se entende o valor do sacrifício e o porquê somente Cristo poderia ter morrido e ressuscitado para reconciliação com o Pai, pode adorá-Lo, pois só se adora em espírito (Espírito Santo que é essencial) e em verdade (Jesus) para viver livre da religião, pois como nos afirma: “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” João 8:36. Veja o vídeo do testemunho desse rapaz que era um religioso (muito mais fiel a sua religião do que a maioria dos cristãos) e teve um encontro verdadeiro com Jesus. Possamos pedir ao Pai para nos dar um verdadeiro encontro com Cristo e não nos limitarmos à religião, pois não podemos ser como os fariseus e saduceus da época que não conheceram o VERDADEIRO DEUS , por estarem cheios de achismos e religiosidade. Mas que possamos ter sensibilidade para ouvir a doce e suave voz do Espírito e ter o coração manso para entender a vontade de Deus, pois só chegará ao monte santo os limpos de mãos e puros de coração. Amém!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Informação

Publicado em 23 de dezembro de 2014 por em Seguindo Jesus.

Visitantes

Map

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se aos outros seguidores de 110.532

Follow A Última Trombeta on WordPress.com

Estatísticas do blog

  • 3.939.195 cliques

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: