O que é perdão, justificação, santificação e glorificação?

MENSAGEM: Livre do pecado sexual
PREGADOR: Paulo Junior
TEMA: Efeito da justificação na vida do cristão

PERDÃO, JUSTIFICAÇÃO, SANTIFICAÇÃO E GLORIFICAÇÃO

(Romanos 6:20-23)
Porque, quando éreis servos do pecado, estáveis livres da justiça.
E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? Porque o fim delas é a morte.
Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.
Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.
RM 6:14 Porque o pecado não terá DOMÍNIO sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.

INTRODUÇÃO
Quando convertemos pensamos que viveríamos livres de alguns pecados, libertos e vencidos os desejos da carne. Até que num primeiro momento conseguimos dominar, mas depois de um tempo eles vieram à tona novamente e continuamos pecando.
E então, colocamos em dúvida a nossa conversão. Pensamos que aquele pecado seria extinto da nossa vida e ele não foi. E indagamos, será que realmente eu estou salvo?
E por conta da quantidade de tentações que estamos sofrendo, seja por pensamento, por desejo, levamos a QUEDA (ato consumado). Nos sentimos imundos, sujos, não amados, indignos e sem paz. E isso nos tira o vigor cristão e a força cristã. Impedindo-nos de provar a GRAÇA de Deus.
Diariamente setas de satanás atinge as nossas mentes, para fraquejarmos. Então desqualificamos a nossa salvação: Sou um bode, um joio, um ímpio…Como que um imoral impõe as mãos sobre um enfermo? Como que um imoral sobe no púlpito e pega no microfone? Como que um imoral faz suas orações e imagina que estão subindo como incenso suave? As pessoas que vivem neste embate, vivem com um sentimento tão desprezível próprio que a hora que ela termina de orar ela diz: Duvido se o Senhor ouviu a oração deste imundo! Como posso evangelizar uma pessoa se nem eu estou ganho? e isso está acabando conosco! Porque se julgam casos perdidos.
Qualquer coisa negativa que acontecem em suas vidas elas atribuem aos seus pecados. Que cativeiro que essa pessoa vive!
100% dos Cristãos são tentados! E dizem: Se Jesus voltar hoje eu não subirei por causa do meu pecado. E por fim, jogam a toalha: Não tem mais jeito para mim!

DESENVOLVIMENTO

TRES PROCESSOS PARA DEUS LIBERTAR PESSOAS DO PECADO
1) CULPA DO PECADO
2) PODER DO PECADO
3) PRESENÇA DO PECADO

1 – CULPA DO PECADO (JUSTIFICAÇÃO) 25:33min
É o momento quando ouvimos o evangelho, cremos em Jesus, nos arrependemos = Obra da conversão.
Justificação (ato da salvação quando cremos) = Quando cremos e nos arrependemos; Deus perdoa os nossos pecados e nos considera justo diante dEle, pelo mérito de Cristo. A culpa é tirada de nós. Este é um ATO ÚNICO e CONSUMADO. Não somos justificados todos os dias, mas essa única vez. O peso do pecado sai de sobre nós. A lista de delitos e pecados é rasgada. Não podemos mais ser condenados, satanás não pode mais nos acusar destes pecados, pois já foram pagos por Cristo.
Doutrina da Imputação (“colocar na conta de”) = Quando cremos Deus tira o pecado de nós (não a prática) e imputa sob Cristo. Retirando a culpa.

2 – PODER DO PECADO (SANTIFICAÇÃO) 33:40min
Após a justificação, Deus libera do Espirito Santo para purificar o homem, para Santificá-lo!
Santificação não é a remoção do pecado, mas sim o DOMÍNIO sobre a natureza que deseja pecar. Santificação não é a impecabilidade, perfeição, pureza total…isso é glorificação! Glorificação é a extinção total do pecado.
Ser tentado a pecar é diferente de praticar o pecado. Ninguém vai ser condenado por ser tentado. Jesus foi tentado, mas nem por isso pecou. O que vai condenar é atender o desejo, a prática contínua do pecado, ter o pecado como estilo de vida. Isso é pecado! Isso te condena!
Santificação é quando nos predispomos a lutar contra o desejo. Porque antes da conversão não lutávamos contra o desejo. Essa é a maior evidência da sua salvação.
O agente da santificação é o Espirito Santo. Em gálatas 5, tem 9 frutos do Espírito e um destes frutos chama-se DOMINIO PROPRIO. Ele está totalmente ligado com a santificação. É a capacidade que o Espirito Santo concede ao homem de exercer auto domínio.
É a capacidade de dominar meus desejos, meu velho homem. Preciso utilizar este agente para mortificar meu pecado.40:50 min Ex: Um homem nunca vai deixar de desejar mulher. Mas Deus dá condição de mortificar aquele desejo e não atendê-lo.
“Ser santo não é perder o desejo, é dominar o desejo!”
A santificação não é perfeita. O apóstolo Paulo dizia: o bem que eu quero fazer isso eu não faço e o mal que eu não quero fazer, isso eu faço. A obra da santificação ocorria nele, mas não era perfeita, nem completa.
De vez em quando caímos, erramos…isso não quer dizer que não somos salvos, que Deus não nos ama. A santificação não é perfeita, ela não significa impecabilidade ou pureza completa e total. Se estamos lutando contra o pecado, não deixemos satanás nos acusar.

MEIOS DE GRAÇA (Na santificação)
A santificação não é um processo único e exclusivo do Espirito Santo. O homem também participa. Podemos ajudar para que tenhamos mais vitórias na mortificação do pecado.
São eles: Oração, Jejum e Leitura da palavra.
Oração = Desconheço maior poder de vencer as tentações do que a ORAÇÃO. É o mais importante na santificação. Só Deus é Santo. E para nós criaturas nos tornarmos santos, só nos comunicando e comungando com Deus, através da oração. A oração tem o poder expurgador, santificador…levantamos mais leves, nos sentimos limpos depois que oramos.
Palavra = Vós já estais lavados pela palavra que já vos tenho dito…”santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade”. Temos dias que a leitura nos causa repulsa do pecado e nos dá força para evitar o próximo ataque.
Jejum = Mortificação física da carne onde elevamos nossa espiritualidade. Exemplo de JESUS: Em tudo foi tentado. “Mande as pedras virarem pães” mas resistiu e não pecou!

3 – PRESENÇA DO PECADO (Glorificação) 49:00
É o processo que vai se dar quando morrermos ou quando Jesus voltar. O corpo vai se imacular, o que é corruptível se revestira de incorruptibilidade (impossível de ser corrompido, impecabilidade) Então Deus trata com a exclusão do pecado.
A glorificação é a ausência e remoção total do pecado, que vai se dar na nossa ressurreição em Cristo. Aí sim, estaremos livres do pecado. NUNCA MAIS pecaremos.
“Não queira ser glorificado, na época que você está sendo santificado!”

CONCLUSÃO
Vão haver lutas, tentações…uma guerra diária. Até a nossa morte. E isso não quer dizer que você não é salvo, que não foi perdoado.
Utilize os meios da graça, vigie e fuja do pecado (da frente da TV, guarde os olhos, a mente, fuja do material, das amizades…) então terás mais condição de ter uma vida sossegada e terá mais força e domínio contra esses desejos. E vai ter mais vitorias no confronto direto com eles.
E quando cair e falhar iremos nos lembrar que há perdão para nós. Outros irmãos na fé também foram tentados, mas foram perdoados. Portanto não deixe o diabo te acusar. NÃO SOMOS MAIS ESCRAVOS DO PECADO.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s