Líder iraniano publica livro pregando abertamente eliminação de Israel

noticias_da_rua_judaica_07_08_15_clip_image004_0002O líder supremo do Irã agora é, aparentemente, um autor aspirante, mas uma coisa é certa: esta não é uma história de amor. De acordo com um relatório publicado no New York Post , o novo livro do aiatolá Ali Khamenei é – Palestina contornos de seu caso e por que Israel deve ser dizimado e como.

“A solução é uma fórmula de um Estado único”, escreve ele, que é chamado de “Palestina”. Ele disse que esse “mecanismo prático e lógico” teria Israel sob o domínio muçulmano, com alguns judeus sendo autorizados a permanecerem como uma “minoria protegida”, mas só depois de provar “raízes genuínas.”

Ele defende um apartheid rigoroso contra os judeus, dizendo que eles não seriam autorizados a votar em um futuro estado muçulmano, enquanto os árabes teriam plenos direitos. Ele afirma que seu plano iria promover “a hegemonia do Irã”, com a remoção da “hegemonia do Ocidente” do Oriente Leste.

Khamenei, que é descrito no livro como “o grande líder da Jihad para libertar Jerusalém”, escreveu que suas opiniões não são antissemitas, mas islâmicas e baseadas em “princípios islâmicos bem estabelecidos.”

Isto continua a opinião no Islã radical de que as terras, que em tempos pertenceram aos muçulmanos, nunca podem ser descartadas por não-muçulmanos novamente. Junto com Israel, isso também inclui a Rússia, muitas partes da Europa, Tailândia, Índia e partes da China e as Filipinas.

No entanto, Khamenei qualificou Israel como um Adou [inimigo], doshman [inimigo], acrescentando que é um “tumor cancerígeno” por várias razões, a primeira das quais é por ser um “aliado do Grande Satã americano “, que está empenhado em uma guerra para ultrapassar “o coração da Ummah [nação].” Em segundo lugar, disse ele, que Israel é apontado por causa de sua afirmação de que ele tem travado uma guerra contra os muçulmanos e, portanto, tornou-se um kaffir al-Harbi [infiel hostil]. Em terceiro lugar, ele afirma que Israel “ocupa” Jerusalém e chama de “terceira cidade santa do Islã.”

noticias_da_rua_judaica_07_08_15_clip_image002_0006Khamenei diz que seu plano implica numa guerra de baixa intensidade com base no desgaste da paciência dos israelenses e da comunidade internacional.

Ele escreve que este plano não implica na “guerra clássica”, e ele supostamente não quer matar judeus. Seu plano vai no pressuposto de que todos os israelenses têm dupla cidadania e preferem viver nos EUA ou na Europa.

Ele recomenda, por conseguinte, tornar a vida em Israel tão desconfortável que eles deixam voluntariamente para evitar ameaças sobre eles. Em seguida, ele descreve a tática de “fadiga de Israel”, em que a comunidade internacional deixe de apoiar programas militares de Israel.

Em outra seção do livro, o autor se vangloria da guerra do Irã no passado contra Israel, usando exemplos de Gaza e do Líbano. Ele escreve que ele pretende recrutar “combatentes” da Cisjordânia em unidades modeladas pelo Hezbollah.

“Temos agido em eventos anti-Israel, e trouxemos a vitória na guerra de 33 dias pelo Hezbollah contra Israel, em 2006, e na de 22 dias entre o Hamas e Israel na Faixa de Gaza.”

Embora Khamenei não faça referência a um programa nuclear iraniano diretamente, ele menciona que um Irã nuclear seria capaz de dissuadir Israel de empreender qualquer ação militar contra a república islâmica.

Referindo-se ao Holocausto, Khamenei chamou de um “truque de propaganda” e escreveu que “nós não sabemos por que isto aconteceu e como.”

O livro de 416 páginas está atualmente disponível apenas no Irã, em persa, mas aparentemente uma versão árabe está a caminho.

Fonte: Rua Judaicanoticias_da_rua_judaica_07_08_15_clip_image004_0002 noticias_da_rua_judaica_07_08_15_clip_image002_0006

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s