Mufti de Jerusalém diz que nunca houve Templo judeu

Muhammad-Ahmad-Hussein-grand-mufti-jerusalem

MUFTI DE JERUSALÉM AFIRMA QUE “NUNCA HOUVE NENHUM TEMPLO JUDEU NO MONTE DO TEMPLO”…

O clérigo muçulmano Sheikh Muhammad Ahmad Hussein, nada menos nada mais que o “grande mufti” de Jerusalém, o responsável pela mesquita de al-Aqsa, no Monte do Templo, afirmou neste domingo passado que nunca existiu qualquer templo judeu sobre o Monte do Templo, alegando ainda que o sítio tem sido o lugar para uma mesquita “desde a criação do mundo.”

Numa entrevista em árabe ao canal 2 da TV israelita, este representante muçulmano afirmou sem “papas na língua” que o local do Monte do Templo, o mais sagrado para os judeus e o terceiro para os muçulmanos já era uma mesquita “há 3.000 anos, e há 30.000 anos, e assim tem sido desde a criação do mundo.”

“Esta é a mesquita al-Aqsa que Adão (paz seja com ele), ou durante o seu tempo, os anjos edificaram” – afirmou este clérigo, nomeado mufti em 2006 por indicação de Mahmoud Abbas, o mesmo que tem defendido ataques suicidas contra os judeus israelenses.

Apesar de as próprias fontes islâmicas confirmarem a presença judaica antiga neste local, este líder muçulmano negou veementemente qualquer presença de algum santuário judaico no local.

Mais um palestino a tentar reescrever a História à sua maneira, fazendo tábua rasa de todas as mais que claras evidências históricas e arqueológicas que comprovam a presença dos Templos judaicos naquele mesmo lugar.

Já no século 10, o historiador muçulmano Muhammad ibn Ahmad Shams al-Din al-Muqaddasi, na sua descrição da Síria e da Palestina, escreveu que “em Jerusalém está o oratório de David e o seu portão; aqui estão as maravilhas de Salomão e suas cidades”, e que as fundações da mesquita de al-Aqsa “foram estabelecidas por David.”

Um guia do Haram al-Sharif (o Monte do Templo), publicado pelo Waqf islâmico em 1924 mencionava também a presença dos dois Templos judaicos sobre este monte na antiguidade.

Existem pelo menos quatro inscrições do Templo de Herodes destruído pelos romanos no ano 70, que confirmam a presença de um templo judeu sobre esta plataforma de 37 ares construída por Herodes há 2 mil anos atrás.

Fonte: Ame Israel

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s