A Última Trombeta

Jesus está voltando!

Mufti de Jerusalém diz que nunca houve Templo judeu

Muhammad-Ahmad-Hussein-grand-mufti-jerusalem

MUFTI DE JERUSALÉM AFIRMA QUE “NUNCA HOUVE NENHUM TEMPLO JUDEU NO MONTE DO TEMPLO”…

O clérigo muçulmano Sheikh Muhammad Ahmad Hussein, nada menos nada mais que o “grande mufti” de Jerusalém, o responsável pela mesquita de al-Aqsa, no Monte do Templo, afirmou neste domingo passado que nunca existiu qualquer templo judeu sobre o Monte do Templo, alegando ainda que o sítio tem sido o lugar para uma mesquita “desde a criação do mundo.”

Numa entrevista em árabe ao canal 2 da TV israelita, este representante muçulmano afirmou sem “papas na língua” que o local do Monte do Templo, o mais sagrado para os judeus e o terceiro para os muçulmanos já era uma mesquita “há 3.000 anos, e há 30.000 anos, e assim tem sido desde a criação do mundo.”

“Esta é a mesquita al-Aqsa que Adão (paz seja com ele), ou durante o seu tempo, os anjos edificaram” – afirmou este clérigo, nomeado mufti em 2006 por indicação de Mahmoud Abbas, o mesmo que tem defendido ataques suicidas contra os judeus israelenses.

Apesar de as próprias fontes islâmicas confirmarem a presença judaica antiga neste local, este líder muçulmano negou veementemente qualquer presença de algum santuário judaico no local.

Mais um palestino a tentar reescrever a História à sua maneira, fazendo tábua rasa de todas as mais que claras evidências históricas e arqueológicas que comprovam a presença dos Templos judaicos naquele mesmo lugar.

Já no século 10, o historiador muçulmano Muhammad ibn Ahmad Shams al-Din al-Muqaddasi, na sua descrição da Síria e da Palestina, escreveu que “em Jerusalém está o oratório de David e o seu portão; aqui estão as maravilhas de Salomão e suas cidades”, e que as fundações da mesquita de al-Aqsa “foram estabelecidas por David.”

Um guia do Haram al-Sharif (o Monte do Templo), publicado pelo Waqf islâmico em 1924 mencionava também a presença dos dois Templos judaicos sobre este monte na antiguidade.

Existem pelo menos quatro inscrições do Templo de Herodes destruído pelos romanos no ano 70, que confirmam a presença de um templo judeu sobre esta plataforma de 37 ares construída por Herodes há 2 mil anos atrás.

Fonte: Ame Israel

Anúncios

Um comentário em “Mufti de Jerusalém diz que nunca houve Templo judeu

  1. João Antonio Valadão Cunha
    30 de julho de 2017

    Um sacerdote, pregando uma inverdade, coitados dos filhos de Ismael, eles são meio-irmão de Isaque, herdarão bençãos apenas o Egito e a Siria, os demais sofrerão penalidades divinas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 28 de outubro de 2015 por em Israel profético e marcado , , , .

Postagens no Instagram

09) Fruto do Espírito: *TEMPERANÇA* 
É possuir o controle ou domínio sobre os próprios desejos e paixões, inclusive, na fidelidade aos votos conjugais. É a virtude que modera os apetites. É o domínio próprio. Esta é uma das virtudes mais esperadas por todos os que nos cercam, após termos reconhecido o Senhor Jesus Cristo, como nosso Salvador. Isto se dá pelo fato, de que somos transformados pelo poder e a virtude do Espírito Santo, que passou a gerar em nós o seu fruto, isto é, o resultado visível da mudança que O mesmo, operou em nós. ✎ “Mas dado à hospitalidade, amigo do bem, moderado, justo, santo, temperante;” (Tito 1:8)
✎ “Como a cidade derrubada, sem muro, assim é o homem que não pode conter o seu espírito.” (Provérbios 25:28) 08) Fruto do Espírito: *MANSIDÃO* 
É a moderação que se associa à força e a coragem; são qualidades de alguém que pode irar-se com equidade, quando for necessário, e também, humildemente submeter-se quando for preciso. ✎ “Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós,”(1 Pedro 3:15)
✎ “Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão.” (1 Timóteo 6:11)
✎ “Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,” (Efésios 4:2) 07) Fruto do Espírito: *FÉ*
É a lealdade constante e inabalável a alguém com quem está unidos por promessa, compromisso, fidedignidade e honestidade. É uma posse antecipada do que se espera e a prova das coisas que se não vêem: confiança; fazer merecer crédito é descansar no Senhor. A fé é o maior veículo de bênção a serem recebidas. Ela canaliza nossos anseios e ao mesmo passo, transfere das mãos de Deus, a vitória que almejamos e precisamos para ao mesmo tempo, testificarmos do amor que Deus tem para conosco, quando atende as nossas orações. ✎ “Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.” (2 Coríntios 4:18)
✎ “Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas.” (1 Timóteo 6:12) 06) Fruto do Espírito: #BONDADE
É a qualidade daquele que é bom; que tem brandura; benevolência, sabendo ser um cristão que exerça seu caráter com moderação. A bondade é um dos sentimentos mais importantes a ser vivida pelos cristãos, que estão corroborados com a unção e a virtude do Espírito Santo de Deus que os capacita a demonstrarem uma mudança nos relacionamentos com os que os cercam, principalmente, a família e os irmãos em Cristo, e também, expressivamente os não evangélicos, que precisam ver esta qualidade do fruto do espírito na vida dos santos eleitos de Deus. ✎ “Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade”; (Efésios 5:9)
✎ “Eu próprio, meus irmãos, certo estou, a respeito de vós, que vós mesmos estais cheios de bondade, cheios de todo o conhecimento, podendo admoestar-vos uns aos outros.” (Romanos 15:14)
✎ “Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias.” (Salmos 23:6) 05) Fruto do Espírito: *BENIGNIDADE*
É a propriedade ou atributo de alguém benigno, ou seja, que é suave, favorável, não tendo um caráter insidioso (desleal, infiel, traidor), ao contrário do que representa os caracteres da benignidade: a fidelidade, lealdade e sinceridade. É não querer magoar ninguém, nem lhe provocar dor. ✎ “Ou desprezas tu as riquezas da sua benignidade, e paciência e longanimidade, ignorando que a benignidade de Deus te leva ao arrependimento?” Romanos 2:4
✎ “Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus.” Efésios 2:7

Visitantes

Map

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 85.396 outros seguidores

Follow A Última Trombeta on WordPress.com

Estatísticas do blog

  • 2,202,124 cliques

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: