Isis reinvidica responsabilidade pelo abate de avião comercial russo

UPDATE: Notícias atualizadas dizem que um jihadista explodiu uma bomba dentro do avião, mais exatamente nos fundos da aeronave.

Um grupo militante pertença ao Estado Islâmico no Egipto foi atribuído a responsabilidade pelo abate delairbus a321- 200 que despenhou-se este sábado na península do Sinai, causando a morte aos seus 224 ocupantes. Em um breve mensagem de texto distribuído por twitter e a aplicação telegram, o autodenominado estado islâmico mcconville a autoria do abate do voo kgl9268.

“os soldados do califado conseguiram derrubar um avião russo na província do Sinai”, Anunciou o grupo em um comunicado em que assegura que o alegado atentado contra os “cruzados russos” ocorre em retaliação pelo início dos bombardeamentos de Moscovo sobre posições do is na Síria.

Desde que ocorreu o acidente, circularam teorias que apontam para a participação de ‘Província do Sinai’, A filial egípcia do Estado Islâmico, muito activa na zona do sinistro. Os seus militantes derrubaram em Janeiro de 2014, um helicóptero das Forças Armadas egípcias segando a vida dos cinco soldados a bordo.

Pouco depois do acontecimento, os jihadistas publicaram um vídeo em que se vá para os seus combatentes com o alegado míssil terra-ar que atacou o aparelho. No entanto, o avião com passageiros russo desapareceu do radar a uma altitude de 30.000 pés, quando o alcance dos mísseis usado pelos combatentes do is não excede os 15.000 pés.


 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s