No final de maio de 2010, a tempestade tropical Agatha atingiu a América Central, produzindo chuvas torrenciais e deslizamentos de terra. Quando seu movimento cessou, uma dolina, ou seja, uma depressão circular em forma de funil com 60 metros abriu-se no centro da Cidade da Guatemala. Essa dolina fez o chão ruir repentinamente, sugando o terreno, postes de luz e um prédio de três andares para as profundezas da terra.

Ainda que as dolinas sejam devastadoras, o buraco mais universal e devastador é aquele que acontece no coração humano. O rei Davi foi um exemplo disto.

A vida de Davi aparentemente era estável, seu interior, no entanto, repousava sobre fundações frágeis. Após seus pecados de adultério e assassinato, Davi acreditou que tinha escondido com êxito os seus atos traiçoeiros (2 Samuel 11–12). Entretanto, a intensa condenação de Deus após o confronto de Natã o fez perceber que negar a presença do pecado em sua vida enfraquecia o alicerce de sua vida espiritual. Para impedir que a dolina de sua vida espiritual piorasse, Davi arrependeu-se de seu pecado diante de Deus (Salmo 32:5). Como resultado, Deus perdoou Davi e lhe concedeu a alegria de ser perdoado.

Nós também experimentaremos a graça de Deus quando lhe confessamos os nossos pecados. O Senhor perdoará por completo e cobrirá as nossas dolinas espirituais. Ele deseja nos perdoar.