Uma vida com propósitos: Dia 25

Dia 25 – TRANSFORMADO PELA PROVAÇÃO

✍  … pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles. 2 Coríntios 4.17; NVI

✍   É o fogo do sofrimento que produz o ouro da santidade. Madame Guyon

Captura de tela 2016-03-05 18.07.54.png

Deus tem um propósito por trás de cada problema

Ele usa as circunstâncias para desenvolver nosso caráter. Na verdade, ele se utiliza mais das circunstâncias para nos tornar semelhantes a Jesus do que da nossa leitura da Bíblia. A razão é óbvia: você se defronta com as circunstâncias da vida 24 horas por dia. Jesus nos alertou dizendo que teríamos problemas no mundo.1 Ninguém está imune à dor ou livre de sofrer; e ninguém tem a oportunidade de atravessar a vida sem problemas. A vida é uma série de problemas. Toda vez que você resolve um, tem outro aguardando a vez. Nem todos são grandes, mas todos são importantes para o processo de crescimento que Deus tem para você. Pedro nos assegura de que problemas são normais: Queridos amigos, não se assustem nem se admirem quando vocês passarem pelas provas ardentes que estão para vir, pois isto não é coisa estranha nem fora do comum que lhes vai acontecer.2 Deus utiliza os problemas para trazê-lo para perto de si. A Bíblia diz: O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido.3 Suas mais íntimas e profundas experiências de adoração ocorrerão provavelmente nos dias mais sombrios — quando seu coração estiver partido, você se sentir abandonado, não tiver mais nenhuma opção, a dor for intensa — e você buscar somente a Deus. É durante períodos de sofrimento que aprendemos a fazer nossas orações mais sinceras, autênticas e honestas para com Deus. Quando sentimos dor física ou emocional, não temos disposição para orações superficiais. Joni Eareckson Tada observa: Quando a vida é um mar de rosas, podemos passar o tempo adquirindo conhecimentos sobre Jesus, imitando-o, citando-o e falando sobre ele. Mas é somente ao sofrer que conheceremos Jesus. No sofrimento, aprendemos coisas a respeito de Deus que não podemos aprender de nenhuma outra forma. Deus podia ter mantido José fora da cadeia,4 Daniel fora da cova dos leões,5 evitado que Jeremias fosse lançado em um poço de lama,6 impedido os três naufrágios de Paulo,7 evitado que os três jovens hebreus fossem jogados na fornalha em chamas8 — mas não o fez. Ele deixou que esses problemas ocorressem, e, em decorrência deles, cada um desses homens foi trazido para mais perto de Deus.

Os problemas nos forçam a olhar para Deus e a depender dele em vez de confiar em nós mesmos. Paulo testificou desse benefício: Sentimos que estávamos condenados à morte e percebemos como éramos fracos demais para socorrermos a nós mesmos; isso, porém, foi bom, porque assim nós colocamos tudo nas mãos de Deus, o único que poderia salvar-nos, pois é capaz até de levantar os mortos.9 Você nunca saberá que Deus é tudo o que você precisa até que ele seja tudo o que você tiver. Independentemente da causa, nenhum de seus problemas poderia acontecer sem a permissão de Deus. Tudo o que ocorre a um filho de Deus é filtrado por ele, e ele pretende usar tudo isso para o bem, mesmo que Satanás e outros tencionem usar para o mal. Uma vez que Deus está soberanamente no controle, acidentes são apenas circunstâncias do plano de Deus para você. Como todos os dias de sua vida foram escritos no calendário de Deus antes que você nascesse,10 tudo que acontece com você tem significado espiritual. Tudo! Romanos 8.28,29 explica por quê: Sabemos que Deus age em todas as coisas, de modo que trabalhem em conjunto para o bem dos que o amam e são chamados de acordo com o seu propósito. Pois Deus conhecia de antemão as pessoas e as escolheu para se tornarem iguais ao seu Filho.11

Compreendendo Romanos 8.28,29

Essa é uma das passagens bíblicas mais incompreendidas e erroneamente citadas. Ela não diz: Deus faz que tudo saia da forma que eu quero. É lógico que isso não pode ser verdade. Também não diz: Deus faz que tudo na terra acabe com um final feliz. Isso também não é verdade. Existem muitos finais infelizes sobre a terra. Vivemos em um mundo caído. Somente no céu tudo é perfeito, da forma que Deus quer. É por isso que temos de orar: Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.12 Para compreender inteiramente Romanos 8.28,29, você deve examinar frase por frase:

Sabemos… Nossa esperança em tempos difíceis não é fundamentada em pensamentos positivos, em anseios ou em um otimismo natural. É uma certeza que se baseia na verdade de que Deus tem pleno controle do Universo e ama a todos nós.

… que Deus age… Há um Grande Projetista por trás de tudo. Nossa vida não é o resultado de um acaso fortuito, destino ou sorte. Existe um plano-mestre. A história pertence a Deus. É Deus quem controla o leme. Nós cometemos erros, mas Deus jamais. Deus não pode cometer um erro — porque ele é Deus.

… em todas as coisas… O plano de Deus para nossa vida envolve tudo que nos acontece — erros, pecados e mágoas. Ele inclui doenças, dívidas, acontecimentos infelizes, divórcio e a morte de pessoas queridas. Deus pode fazer o bem aflorar da pior perversidade. Ele fez isso no Calvário. Não de forma isolada ou independentemente; os fatos de sua vida agem em conjunto, conforme o plano de Deus. Não são atos isolados, mas partes interdependentes do processo que o tornarão semelhante a Cristo. Para fazer um bolo, você utiliza farinha, sal, ovos crus, açúcar e óleo. Comidos isoladamente, cada ingrediente é bastante desagradável ou mesmo amargo. Mas asse-os juntos, e se tornarão deliciosos. Se você der a Deus todas as suas experiências horríveis e desagradáveis, ele as misturará para que se tornem agradáveis.

… para o bem… Isso não quer dizer que tudo na vida seja bom. Grande parte do que acontece no nosso mundo é mau e cruel, mas Deus é especialista em extrair o bem de tudo isso. Na genealogia oficial de Jesus Cristo,13 existem quatro mulheres listadas: Tamar, Raabe, Rute e Bate-Seba. Tamar seduziu seu sogro para engravidar. Raabe era prostituta. Rute nem mesmo era judia, e infringiu a lei casando com um judeu. Bate-Seba cometeu adultério com Davi, o que acabou causando o assassinato do marido. Não são exatamente reputações excelentes, mas Deus fez que o bem resultasse do mal, e Jesus veio através dessa linhagem. O propósito de Deus é maior que nossos problemas, nosso sofrimento e até mesmo nossos pecados.

… daqueles que o amam e são chamados… Essa promessa é somente para os filhos de Deus, não para todos. Todas as coisas contribuem para o mal daqueles que vivem em oposição a Deus, insistindo em seguir o próprio caminho.

… de acordo com o seu propósito… Que propósito é esse? É que sejamos iguais a seu Filho. Tudo que Deus deixa acontecer na nossa vida é permitido por causa desse propósito!

Edificando um caráter semelhante ao de Cristo

Somos como jóias moldadas com o martelo e o cinzel da adversidade. Se o martelete do Joalheiro não for forte o suficiente para aparar nossas arestas, ele usará uma marreta. Se formos realmente obstinados, ele utilizará uma britadeira. Usará o que for necessário. Cada problema é uma oportunidade para edificação do caráter, e, quanto mais difícil for, maior será o potencial para o desenvolvimento de músculos espirituais e de fibra moral. Paulo disse: … sabemos que essas dificuldades produzem paciência. E a paciência produz caráter.14 O que acontece exteriormente em sua vida não é tão importante quanto o que acontece dentro de você. As circunstâncias da vida são temporárias, mas o caráter durará para sempre.

A Bíblia freqüentemente compara as provações ao fogo que refina o metal, queimando as impurezas. Pedro disse: Essas dificuldades vêm para provar que sua fé é pura. Essa pureza de fé vale mais que ouro.15 Foi feita a seguinte pergunta a um ourives: Como você sabe que a prata é pura? Ele respondeu: Quando vejo meu reflexo nela. Quando você é refinado pelas provações, as pessoas podem ver o reflexo de Jesus em você. Tiago disse: Sob pressão, a sua fé é forçada para fora e verdadeiramente se expõe.16 Visto que Deus tenciona torná-lo semelhante a Jesus, ele o fará passar pelas mesmas experiências que Jesus passou. Isso inclui solidão, tentação, pressão, críticas, rejeição e muitos outros problemas. A Bíblia diz que Jesus aprendeu a obedecer por meio dos seus sofrimentos e foi aperfeiçoado por meio dos seus sofrimentos.17 Por que Deus nos eximiria de passar por aquilo que permitiu que seu próprio Filho passasse? Paulo disse: Enfrentamos exatamente o que Cristo enfrenta. Se enfrentamos tempos difíceis com ele, então certamente enfrentaremos tempos agradáveis com ele!18

Reagindo aos problemas como Jesus reagiria

Os problemas não produzem automaticamente a vontade de Deus. Muitas pessoas se tornam mais amargas em vez de melhorar, e nunca crescem. Você tem de reagir da forma que Jesus reagiria. Lembre-se de que o plano de Deus é bom. Ele sabe o que é melhor para você e visa apenas a seu bem. Deus disse a Jeremias: Os planos que tenho para vocês [são] planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro.19 José compreendeu essa verdade quando, falando aos seus irmãos que o venderam como escravo, disse: Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem.20 Ezequias expressou os mesmos sentimentos em relação à doença que ameaçava tirar sua vida: Foi para o meu benefício que tanto sofri.21 Sempre que Deus disser não ao seu pedido de alívio, lembre-se: Deus está fazendo o que é melhor para nós, treinando-nos para viver o melhor de sua santidade22

É vital que você se mantenha concentrado no plano de Deus, não no seu problema ou sofrimento. Foi assim que Jesus suportou o sofrimento na cruz, e somos exortados a seguir o seu exemplo: Mantenham o olhar firme em Jesus, nosso líder e orientador23 Corrie ten Boom, que sofreu em um campo de concentração nazista, explicou o poder da concentração: Se você olhar para o mundo, ficará aflito. Se olhar para si, ficará deprimido. Mas, se olhar para Cristo, ficará descansado! Seu enfoque determinará seus sentimentos. O segredo da resistência é lembrar-se de que o sofrimento é temporário, mas sua recompensa será eterna. Moisés agüentou uma vida de problemas porque contemplava a sua recompensa24 Paulo suportou as adversidades da mesma forma. Ele disse: Nossas dificuldades são pequenas e não durarão muito — e ainda produzem para nós glória imensurável, que durará para sempre.25
Não se renda a considerações de curto prazo. Mantenha-se concentrado no resultado final: E, se somos os seus filhos, então participaremos dos seus tesouros — pois tudo quanto Deus dá ao seu Filho Jesus agora é nosso também. Mas, se queremos participar da sua glória, precisamos participar também do seu sofrimento. Contudo, aquilo que sofremos agora é insignificante, se compararmos com a glória que ele nos dará mais tarde.26

Exulte e agradeça

A Bíblia diz: Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus.27 Como isso é possível? Repare que Deus nos manda dar graças em todas as circunstâncias, e não por todas as circunstâncias. Deus não espera que você seja agradecido pelo mal, pelo pecado, pelo sofrimento ou por suas conseqüências dolorosas neste mundo. Em vez disso, Deus quer que você seja grato por ele usar os problemas que o afligem para o cumprimento de seus propósitos. A Bíblia diz: Alegrem-se sempre no Senhor.28 Ela não diz: Alegrem-se no seu sofrimento. Isso é masoquismo. Você se alegra no Senhor. Não importa o que aconteça, você pode se alegrar no amor, na atenção, na sabedoria, no poder e na fidelidade de Deus. Jesus disse: Fiquem cheios de alegria quando isso ocorrer, pois há uma grande recompensa esperando por vocês no céu.29 Nós também podemos nos alegrar ao saber que Deus está passando pelo sofrimento junto conosco. Não servimos a um Deus distante e desligado, que se distancia de nós e tenta nos motivar com frases feitas. Ao contrário, ele entra no nosso sofrimento. Jesus fez isso ao encarnar, e hoje é seu Espírito que faz isso em nós. Deus jamais nos deixará por nossa conta.

Recuse-se a desistir

Seja paciente e persistente. A Bíblia diz: Entendam que [os problemas] vêm para lhes testar a fé e gerar em vocês perseverança. Mas deixem que esse processo continue até que a perseverança se desenvolva completamente, e descobrirão que se tornaram homens de caráter maduro, de integridade, sem nenhum ponto fraco.30 A construção do caráter é um processo lento. Sempre que tentamos evitar ou escapar das dificuldades da vida, invalidamos o processo, atrasamos nosso crescimento e na verdade acabamos com um tipo de sofrimento ainda pior — o tipo inútil, que acompanha a negação e a rejeição. Quando você compreende as conseqüências eternas do desenvolvimento de seu caráter, faz menos orações do tipo Consola-me (Faze que eu me sinta melhor) e mais orações do tipo Torna-me adequado (Usa isso para tornar-me mais semelhante a ti). Você sabe que está amadurecendo quando começa a ver a mão de Deus nos acontecimentos aleatórios e confusos e nas circunstâncias da vida aparentemente sem sentido. Se você estiver enfrentando problemas neste exato momento, não pergunte: Por que eu? Em vez disso, pergunte: O que você quer que eu aprenda? Então confie em Deus e siga fazendo o que é certo. Vocês precisam perseverar, de modo que, quando tiverem feito a vontade de Deus, recebam o que ele prometeu?31 Não desista — cresça!

dificuldade_de_aprendizagem_1

VIGÉSIMO QUINTO DIA
PENSANDO SOBRE MEU PROPÓSITO

Um tema para reflexão: Existe um propósito por trás de cada problema.

Um versículo para memorizar: Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito (Romanos 8.28; NVI).

Uma pergunta para meditar: Qual problema na minha vida me trouxe mais crescimento?

REF. Versiculos

1 João 16.33.
2 1Pedro 4.12; BV.
3 Salmos 34.18; NLT.
4 Gênesis 39.20-22.
5 Daniel 6.16-23.
6 Jeremias 38.6.
7 2Coríntios 11.25.
8 Daniel 3.1-26.
9 2Coríntios 1.9; BV.
10 Salmos 139.16.
11 Romanos 8.28,29; NLT.
12 Mateus 6.10; KJV.
13 Mateus 1.1-16.
14 Romanos 5.3,4; NCV.
15 1Pedro 1.7a; NCV.
16 Tiago 1.3; Msg.
17 Hebreus 5.8,9.
18 Romanos 8.17; Msg.
19 Jeremias 29.11; NVI.
20 Gênesis 50.20; NVI.
21 Isaías 38.17; CEV.
22 Hebreus 12.10b; Msg.
23 Hebreus 12.2a; BV.
24 Hebreus 11.26; NVI.
25 2Coríntios 4.17; NLT.
26 Romanos 8.17,18; NLT.
27 1Tessalonicenses 5.18; NVI.
28 Filipenses 4.4; NVI.
29 Lucas 6.23; NCV.
30 Tiago 1.3,4; CH.
31 Hebreus 10.36; Msg.

 

 

 

 

Um comentário em “Uma vida com propósitos: Dia 25

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s