APESAR DA PRESSÃO INTERNACIONAL, ISRAEL NÃO CEDERÁ OS MONTES GOLAN À SÍRIA

APESAR DA PRESSÃO INTERNACIONAL, ISRAEL NÃO CEDERÁ OS MONTES GOLAN À SÍRIA

O gabinete do governo de Israel irá amanhã ter a sua reunião semanal numa localidade situada nos Montes Golan, afirmando dessa forma o seu direito àquele território tão arduamente reconquistado à Síria na Guerra dos Seis Dias, em Junho de 1967.
Esta preocupação estratégica de Israel tem certamente a ver com os rumores que estão circulando de que um acordo a nível das grandes potências com a Síria incluiria uma exigência para que Israel devolvesse os territórios dos Montes Golan à Síria.
É a primeira vez na História de Israel que o gabinete presidencial se reúne nos Golan, dando a entender claramente a determinação israelita em nunca ceder esta região estratégica, não obstante a crescente pressão internacional.
ACORDO COM A SÍRIA PREJUDICARIA ISRAEL
Segundo reportou ontem o “Canal 2” da TV israelita, a primeira cláusula de um acordo visando o fim da guerra civil na Síria especifica que os Montes Golan são território sírio, e como tal terão de ser devolvidos àquele país inimigo de Israel. Este acordo teve o apoio dos EUA, da Rússia e de outras potências mundiais.
Israel incluiu oficialmente aquela região no seu território no ano de 1981.
Segundo relatos da TV, o primeiro-ministro Netanyahu terá discutido o assunto com o secretário de estado norte-americano John Kerry, e irá fazer o mesmo durante a sua próxima visita à Rússia, na semana que vem, quando se reunirá com o presidente Vladimir Putin.
Netanyahu terá sido bem claro com Kerry, ao afirmar-lhe que Israel nunca cederá os dois terços de território “exigidos” pela Síria, e que tudo fará para que tal ideia nunca seja incluída num acordo final com a Síria.
Shalom, Israel!

2 comentários em “APESAR DA PRESSÃO INTERNACIONAL, ISRAEL NÃO CEDERÁ OS MONTES GOLAN À SÍRIA

  1. “Golam”,área estratégica da NAÇÃO de ISRAEL, não se pode ceder uma área estratégica ao inimigo, sob pena de ferir seus cidadãos e perder sua soberania,não é entregando Golan, que a paz vai reinar na Syria,precisam depor este despota Assad; porque que URSS e EUA, vejam por esta ótica(será que existe interesses escusos), que HA’SHEM, continue com olhos atentos protejendo à ISRAEL!..oremos por nossos irmãos Israelitas!.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s