A Última Trombeta

Jesus está voltando!

“O difícil nós fazemos agora, o impossível leva um pouco mais de tempo.”

negev-desert-before-and-after

O Norte do Negev há 50 anos e o Norte do Negev nos dias de hoje

Quem me conhece sabe que sou um sionista entusiasmado. Para mim, uma das coisas mais emocionantes quando estou em Israel é visitar o Negev. Já estive na Universidade Ben Gurion, já estive na casa do próprio Ben Gurion, já caminhei pelas ruas Beersheva com meus filhos, já andei pelo deserto e convivi com os moradores locais. É fantástico!

Quando afastou-se do cargo em 7 de Dezembro de 1953, David Ben Gurion, o fundador do Moderno Estado de Israel, mudou-se para o kibbutz de Sde Boker, uma área completamente degradada no Deserto de Negev. Ben Gurion tinha por objetivo que a sua atitude pessoal estimulasse outros imigrantes judeus a fazer o mesmo, ou seja, a ocupar e desenvolver a região.

Ben Gurion deixou uma Tel Aviv cosmopolita, abriu mão da comodidade de uma Jerusalém centralizada ou da promessa de uma aposentadoria tranquila numa paradisíaca praia de Eilat, para morar num dos lugares mais inóspitos da Terra Santa. Trocou a segurança do que havia conquistado pela aventura do começar de novo.

Há cerca de 50 anos, mais do que um desafio, o Deserto do Negev era exatamente isso, um deserto. Acompanhado da esposa Paula e de todos os seus sonhos, David Ben Gurion iniciou mais um daqueles milagres que só acontecem em Israel: fazer o deserto florescer.

Meio século depois, o “Deserto do Negev” está irreconhecível! E vem-nos à mente a icônica frase de Ben Gurion ao iniciar a sua fantástica aventura: “O difícil nós fazemos agora, o impossível leva um pouco mais de tempo.”

O impossível aconteceu!

Fonte: Noticias de Sião

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 16 de julho de 2016 por em Israel profético e marcado , , .

Postagens no Instagram

#MudeoBrasilpelaBiblia  #ensino #autoridade #orepelobrasil🇧🇷 A CRIANÇA DA ESPANHA TEM O MESMO VALOR QUE A SÍRIA.😢 #MudeoBrasilpelaBiblia #ameOProximo 09) Fruto do Espírito: *TEMPERANÇA* 
É possuir o controle ou domínio sobre os próprios desejos e paixões, inclusive, na fidelidade aos votos conjugais. É a virtude que modera os apetites. É o domínio próprio. Esta é uma das virtudes mais esperadas por todos os que nos cercam, após termos reconhecido o Senhor Jesus Cristo, como nosso Salvador. Isto se dá pelo fato, de que somos transformados pelo poder e a virtude do Espírito Santo, que passou a gerar em nós o seu fruto, isto é, o resultado visível da mudança que O mesmo, operou em nós. ✎ “Mas dado à hospitalidade, amigo do bem, moderado, justo, santo, temperante;” (Tito 1:8)
✎ “Como a cidade derrubada, sem muro, assim é o homem que não pode conter o seu espírito.” (Provérbios 25:28) 08) Fruto do Espírito: *MANSIDÃO* 
É a moderação que se associa à força e a coragem; são qualidades de alguém que pode irar-se com equidade, quando for necessário, e também, humildemente submeter-se quando for preciso. ✎ “Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós,”(1 Pedro 3:15)
✎ “Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão.” (1 Timóteo 6:11)
✎ “Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,” (Efésios 4:2)

Visitantes

Map

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 85.478 outros seguidores

Follow A Última Trombeta on WordPress.com

Estatísticas do blog

  • 2,208,310 cliques

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: