O QUE É PECADO?

pecado

“Quem pode discernir os próprios erros? Purifica-me tu dos que me são ocultos” Salmos 19:12

“De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados. Esquadrinhemos os nossos caminhos, e provemo-los, e voltemos para Adonai” Lamentações 3:39-40

O termo pecado no novo testamento está relacionado com a palavra grega “Hamartía” (άμαρτία) e significa “errar o alvo” ou ainda, “erro trágico causador da queda”. No hebraico e no antigo testamento está relacionado com a palavra Ãwon (אָוֶן) e significa iniquidade. Ou seja, essa atribuição é dada a pessoa que vive sem lei, contrário à equidade, contrário ao padrão de moral (de D’us), que possui um caráter daquele que se torna transgressor (infrator) da Lei de D’us. Quando Adão e Eva transgridem o mandamento de YHWH de não comer da árvore do conhecimento do bem e do mal, ele automaticamente colocou todos os seus descendentes em um caminho de morte e inferno, contrário ao caminho da vida eterna. Desde então todos os descendentes de Adão seguem o caminho da morte eterna e inferno, a menos que haja uma genuína “conversão de caminho”.

A bíblia nos deixa claro que a morte e a condenação veio ao ser humano por causa do pecado que originou-se em Adão; porém também graciosamente nos aponta para que a salvação e a vida eterna foi entregue pelo Pai por Yeshua Ha’Mashiach (Jesus Cristo); conforme está escrito em 1 Coríntios 15: “Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem. Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo 1 Coríntios 15:21-22. Esse foi o plano eterno de D’us para lidar com o “errar do alvo” e o “desvio do caminho” que a humanidade toda cometeu, e o plano está especificado na forma de arrependimento do pecado e conversão ao único e verdadeiro caminho que leva à vida eterna e de volta para D’us (Metanoia). Metanoia, do grego (μετανοεῖν) está ligado à mudança essencial de pensamento ou de caráter. Ou seja, a forma de como você enxerga ou lida com o pecado deve ser de extrema repulsa ao mesmo se você é uma nova criatura em um novo caminho. Yeshua Ha’Mashiach (Jesus Cristo) é o caminho certo, o ÚNICO caminho certo, e quem anda nEle está aniquilando paulatinamente o peso do pecado e acertando o alvo com precisão. Somente é possível estar nEle, quando há uma conversão genuína, não apenas no exterior, mas principalmente no interior.

Por causa das igrejas atuais se recusarem tratar de forma direta e diligente com o pecado, preferindo negligenciar esse terrível mal que é a causa raíz de toda a desgraça no mundo, há uma grande quantidade de adesão ao evangelho e pouquíssima conversão a D’us. Muitas das igrejas atuais estão infladas de membros, mas são ineficazes para salvá-los, pois se não houver um genuíno arrependimento dos pecadores não há salvação, e essa doutrina foi pregada por João Batista, Cristo, os apóstolos e grandes pregadores como Spurgeon, Jhonatan Edwards, Jhon Knox, David Wilkerson, Leonard Ravenhill e muitos outros. Por isso que uma adesão a uma igreja, a adesão a alguns cargos na igreja, seja o cargo ou nomeação que você alcançar (desde um simples membro até pastor, ou qualquer outro título eclesiástico), a adesão a um grupo religioso ou a uma instituição não te garante salvação, e sim a constante luta diária para permanecer no caminho sem errar o alvo. É certo afirmar que nenhum ser humano conseguiu e nem conseguirá viver uma vida inteira sem errar o alvo (Hamartia) algumas vezes; porém o verdadeiro nascido em D’us não pode, DE MANEIRA NENHUMA, permanecer constantemente errando o alvo; exatamente como nos é ensinado pelas sagradas escrituras: “quem comete pecado é do Diabo; porque o Diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo. Aquele que é nascido de Deus não peca habitualmente; porque a semente de Deus permanece nele, e não pode continuar no pecado, porque é nascido de Deus 1 João 3:8-9. Aquele que vive pecando constantemente só nos afirmam duas coisas:

  1. Não pertence a D’us e demostra de quem verdadeiramente é filho;
  2. Não foi nascido de D’us em nenhum momento.

E como bem sabemos que só recebe poder para lutar contra o pecado aquele que é nascido de novo (em D’us), e este depois de nascer de novo estará apto a herdar o Reino de D’us (João 3:3). O primeiro passo para se nascer de novo é se converter verdadeiramente (não fazer uma adesão ao cristianismo). Primeiro há uma “conversão de caminho”, depois uma capacitação vinda de D’us através do Espírito Santo para resistir ao pecado, daí então continuar no caminho. Hoje em dia temos centenas de cristãos que nunca se converteram de verdade, continuam indo em direção ao inferno, porém dentro de uma congregação religiosa, isso porque não houve um arrependimento genuíno que o apontasse o caminho certo; e se nunca houve arrependimento (não remorso), nunca houve conversão; apenas uma leve, porém não completa, mudança de direção.

No dicionário, para o termo conversão encontramos o seguinte significado: 1. Ação ou efeito de converter ou converter-se; 2. Quando uma coisa passa a ser outra; transformação; 3. Ação de alterar e/ou modificar um sentido, caminho e direção. Portanto, para se ter direito à vida eterna que foi perdida desde Adão, é necessário uma transformação genuína e ser um novo ser (2 Coríntios 5:17; Gálatas 6:14-15). Resumindo, é necessário uma dedicação e um amor por D’us, além de uma disciplina e esforço de herói para acertar o alvo diariamente.

Para os verdadeiros filhos de D’us existe apenas um alvo certeiro e seguro. A esse alvo, o nosso irmão e apóstolo Paulo deixou esclarecido qual era a sua postura em relação a isso: ” … esquecendo-me das coisas que ficam para traz e avançando para as que estão adiante, prossigo em direção ao alvo, para obter o prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus.” Filipenses 3:13-14. Também o nosso irmão e apóstolo Pedro deixou uma explanação para nós: “pois vocês estão alcançando o alvo da sua fé, a salvação das suas almas.” 1 Pedro 1:9.

O pecado constantemente tenta nos fazer errar esse alvo, e nos tirar do caminho certo (João 14:6) para tentar nos “converter” novamente a caminho do inferno e morte. Não há como andar em direção ao pecado e a D’us a mesmo tempo, visto que são caminhos opostos; dizendo de uma forma mais clara e bíblica, quanto mais se anda em direção ao pecado, mais se distancia e se separa de D’us mesmo com Ele na outra extremidade estando com as mãos estendidas para te atrair para Ele (Isaías 59:1-2).

Yeshua Ha’Mashiach já nos deu a capacidade de acertar o alvo e andar no caminho certo (Hebreus 10:19-23), cabe a cada ser humano decidir se continua a andar na direção contrária e em consequência em direção ao inferno (que é real), ou se tem uma mudança completa (conversão) de 180° para o caminho da vida. E essa decisão é uma decisão diária. A decisão está em suas mãos.

Shalom!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s