PODERIA UM CAPÍTULO CONTER A SALVAÇÃO? (PARTE 1)

slide2

Há uma pergunta interessante que pode ser feita a quem deseja estudar as Sagradas Escrituras:

– Poderia o plano de salvação e o evangelho está inserido em apenas um capítulo da bíblia?

Essa é uma pergunta muito providencial, pois se você pegar qualquer outro livro que foi escrito na face da terra, você nunca conseguirá entender o assunto que será tratado no livro apenas por ler um capítulo, ou jamais um capítulo de um livro seria chave para entendermos um assunto global que abrange todos os tipos de classe, raças, faixas etárias, orientações sexuais, orientações intelectuais, etc., porém isso podemos encontrar na bíblia, e isso a torna o livro mais importante já publicado. Mesmo se uma pessoa pegar a bíblia para estudar apenas como uma obra literária (mesmo que ainda não a considere como palavra de Deus) e estudar diligentemente, tal pessoa encontrará a resposta para todas as questões. Pode até ser que esse (a) não concorde com as respostas ali contidas, mas certamente essa pessoa encontrará uma resposta ali e será a resposta correta.

Partindo desse princípio queria demonstrar a vocês e conduzi-los à admiração da sabedoria do Eterno em condensar tudo o que precisaríamos saber a respeito da salvação e do evangelho em apenas um capítulo. Ainda que toda a bíblia fosse extinta, mas se ainda as pessoas guardassem esse capítulo, certamente ainda serviria para anunciar para os pecadores quem é o D-us de Israel, e ainda, certamente seria possível apresentar a este pecador um caminho para a salvação de sua alma. Por certo que há muitos outros capítulos únicos que podemos destrinchar sobre a salvação do pecador e a sua eterna felicidade e descanso pleno ao alcançar a salvação plena e a regeneração completa de seus pecados; que se dará com o retorno do glorioso Rei do Universo. Ao entendermos isso, também percebemos que a bíblia verdadeiramente é um tesouro de inestimável conhecimento e glória jamais presente em nenhuma outra obra publicada, ou nenhum outro caminho que qualquer religião poderia proporcionar. Pena que são poucos os “marinheiros” que arriscam-se aventurar no oceano de conhecimento do D-us Todo-Poderoso em busca dos tesouros ocultos (Colossenses 2:2-4).

Por hora quero apenas conduzi-los ao estudo do plano de D-us contida no capítulo 1 da carta de Paulo aos Romanos e ao perceber as riquezas insondáveis que esse capítulo esconde peço a D-us que desperte em você caro leitor o interesse de se aprofundar nos ensinamentos que a bíblia traz.

Vamos então desmembrar versículo por versículo (ou um apanhado de versículos deste capítulo) para que você possa ter uma compreensão mais clara sobre o assunto que será tratado aqui.

Para esse estudo, vamos fazer a seguinte divisão, a fim de entender qual é a relação de D-us com o mundo pecador, e o que Ele fez e faz para manter uma relação amistosa e uma aliança com o homem; uma vez que essa aliança foi quebrada no Gan-Eden (Jardim do Éden), o início do pecado e da rebelião humana contra o Eterno, e essa divisão será a seguinte:

  • Do 1° versículo ao 17° (Parte I) – A solução de D-us para tratar com o mal que acometeu o homem (pecado).
  • Do 18° ao 32° (Parte II) – Do que Ele está nos salvando e qual as consequências de rejeitar a solução de D-us.

PARTE I

Para explicar esse capítulo, vamos trazer a explicação prática e apresentar um fluxograma para que melhor compreensão, segundo aquilo que recebi do Espírito de D-us.

No versículo 1, encontramos Sha’ul (Paulo) se apresentando como escravo de Yeshua (Jesus), do qual ele mesmo (Paulo) seria o emissário (mensageiro) enviado para trazer uma mensagem sobre Há’Mashiach (O Messias). O Emissário ou Apóstolo é aquele levantado e escolhido por Adonai como um canal por onde as águas que saem do próprio trono de D-us acorrem em grandes quantidades em torno dele, trazendo assim as Boas-Novas (evangelho). A fim de apresentar quem é Yeshua para o pecador. Muito diferente dos “apóstolos” que encontramos na atualidade que carregam esse título apenas como status e para manter um padrão hierárquico, o verdadeiro apóstolo e emissário de Yeshua é aquele escolhido para apresentar uma mensagem poderosa que emana do céu e nada tem a ver com o seu interesse pessoal, ou interesse de um grupo de pessoas. Essa mensagem não é outra senão apresentar o plano de D-us com respeito à Seu amado Filho, ou seja, é um testemunho de que realmente Yeshua veio ao mundo com todas as fraquezas e debilidades humanas, morreu em uma cruz, ressuscitou e é Senhor nos céus e ainda o mais importante nos traz esperança que virá para nos levar para habitar um dia junto com Ele em um Reino celeste governado pelo D-us Todo-Poderoso.

slide1

Nessa primeira conversa sobre o capítulo em questão (Romanos 1), podemos destacar dois personagens: o enviado (espécie de um carteiro) e quem o enviou (remetente) que juntamente trabalham em torno de uma única mensagem.

O Enviado [Paulo]

Paulo se auto intitula como escravo. Ele é apenas o mensageiro nessa narrativa, mas não um simples mensageiro; ele está em Romanos 1 como um embaixador. O embaixador é a pessoa de mais alto nível acreditado junto à um Estado ou Reino estrangeiro, e é responsável por levar uma mensagem diplomática, ou ainda, é um encarregado de chefiar a missão diplomática no país pelo qual se procura uma aliança de paz.

O Remetente [D-us]

Adonai (Senhor) é a pessoa que enviou a mensagem diplomática e uma prova para que essa reconciliação fosse possível (2 Coríntios 5:18-21). Essa mensagem e prova, ambos estavam contidos em Yeshua (Jesus, o Messias). A palavra Messias provem do hebraico como Mashiach [משיח] e tem a sua equivalência a palavra Khristós [Χριστός] do grego e de Cristo em português; e significa Ungido ou Consagrado e ainda Libertador.

Sha’ul (Paulo) então na carta aos Romanos, nos primeiros versos da carta demonstra o seu interesse em querer transmitir essa mensagem aos moradores de Roma, porque Paulo havia ouvido falar sobre a fé e o desejo dos moradores romanos em conhecer quem seria esse Mashiach; a ponto da fé e resistência deles incomodar os interesses políticos do império Romano e chega a ser anunciada em vários países do mundo naquela época (Romanos 1:8). E por que o apóstolo (emissário) Sha’ul se apresentou aos romanos, e qual era o interesse dele ir à Roma? Para isso, o próprio conteúdo da carta explica o seu real interesse no assunto:

  1. Porque ele se sentia um devedor de todos (humanidade); tanto dos civilizados, como dos não civilizados; tanto dos doutos, como dos ignorantes. A ele havia sido revelado algo grandioso, estupendo, e por esse motivo ele se sentia na obrigação de expandir essa mensagem, afinal para isso ele fora chamado.

  2. Porque ele sabia que a mensagem que D-us descodificou para ele continha um poder tamanho que era capaz de salvar toda a humanidade, e não somente o povo de Israel. Ele acabara de descobrir que através de Yeshua a promessa de D-us Pai havia aberto um leque que abrangia todas as nações na terra e não somente os descendentes consanguíneos de Abraão. Ele havia descoberto que Yeshua recebera em seu corpo humano o sangue de Abraão e ao derramá-lo na cruz toda humanidade (os que O aceitarem) poderia se tornar parte da promessa de salvação e regeneração do pecado. Por isso ele não podia conter essa mensagem a um pequeno grupo, essa mensagem era poderosa de mais para ficar mantida apenas em um grupo de religiosos. E que ela não era pertencente apenas aos judeus (o povo amado de Adonai).

Até o versículo 17, Sha’ul se apresenta como sendo um emissário das Boas-novas (evangelho). Boas-novas essas que haviam sido entregues de forma “criptografada” por todos os profetas [Romanos 1:2], porém agora acabara de ser revelado os códigos daquela mensagem. E por que se entrega uma mensagem criptografada? Quando se tem duas nações em guerra por exemplo, para se transmitir uma mensagem ao receptor que deseja se enviar a mesma; e para garantir que essa mensagem ou estratégia chegue em segurança ao destino que fora enviada, e ainda, para garantir que no caso o inimigo interceptar essa mensagem, plano ou estratégia não consiga descobrir sobre o que a mensagem, plano ou estratégia se refere. Então, nesse caso cria-se um código que a nação inimiga não conhece. Porém quando essa mensagem, plano ou estratégia chega a seu destino, torna-se necessário que a pessoa que recebe o seu conteúdo conheça bem os códigos. Ainda há um caso em que além da pessoa que carrega a mensagem, também é enviado outra que carregue o código e o transmita com clareza para ser interpretada. Por causa do pecado toda a humanidade se tornou inimiga declarada de D-us e a semente de Adão por causa do pecado perde a imagem e paternidade de D-us (Genesis 1:26) e se torna a imagem e paternidade do diabo (João 8:44; 1 João 3:8). E se nascemos no pecado, conforme afirma Davi (Salmos 51:5). Logo éramos nação inimiga de D-us. Porém como uma nação inimiga poderia viver em paz com o Reino de D-us? Essa era a resposta que havia acabado de ser entregue a Sha’ul pelo próprio remetente.

Como vimos acima, a mensagem que acabara de ser descriptografada para Sha’ul havia um poder tão grandioso, que seria incapaz comporta-la dentro de si, e por esse motivo a própria mensagem gerou uma força motriz em seu espírito para transmiti-la a todos os gentios (demais nações fora dos limites da nação de Israel). Essa força motriz foi o que o inspirou e o motivou a ir para Roma (Romanos 1:15-16). A sua maior motivação era por causa de D-us haver mostrado a ele uma maneira do ser humano se tornar justo à Sua vista, uma vez que Ele é tão puro de olhos que sequer pode contemplar o mal (Habacuque 1:13), e ao invés de condenar o ser humano D-us havia planejado uma forma de perdoa-lo e não só perdoar, mas de salvá-lo da ira vindoura. Mas de que forma?

Confiando e aceitando aquela mensagem diplomática.

Continua na Parte II …

Um comentário em “PODERIA UM CAPÍTULO CONTER A SALVAÇÃO? (PARTE 1)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s