Perto da volta de Jesus iria fazer grande calor e que o sol esquentaria demais?

Os livros de Lucas e Apocalipse trazem citações sobre isso, vejamos:

“Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações se verão em angústia e perplexidade com o bramido e a agitação do mar.Os homens desmaiarão de terror, apreensivos com o que estará sobrevindo ao mundo; e os poderes celestes serão abalados.” Lucas 21:25-26

“O quarto anjo derramou a sua taça no sol, e foi dado poder ao sol para queimar os homens com fogo. Estes foram queimados pelo forte calor e amaldiçoaram o nome de Deus, que tem domínio sobre estas pragas; contudo se recusaram a se arrepender e a glorificá-lo.” Apocalipse 16:8,9

Saiba mais sobre anomalia do Atlantico sul.

“O sol, criado por Deus no quarto dia da semana da Criação, é fundamental para todos os seres vivos, pois é fonte de calor e luz, sem a qual seria impossível a manutenção da vida. A quarta praga atinge essa estrela que, agora, aumenta grandemente sua intensidade e passa a castigar os homens, queimando-os com fogo. A praga, no entanto, não leva os ímpios ao arrependimento, mas eles passam a amaldiçoar e blasfemar do nome de Deus, assim como faz a besta que está do lado deles (Apocalipse 13:6). Eles culpam a Deus pelas consequências de suas próprias ações. Isso se compara ao que Paulo declarou a respeito das pessoas ímpias de sua época: “Porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato” (Romanos 1:21).

Chega a ser irônica a capacidade que o pecado tem de tornar os homens insensíveis e irracionais. Mesmo sabendo a respeito da soberania de Deus, Aquele que criou o sol e até o fez parar (Josué 10:12-14), os pecadores impenitentes persistem em não reconhecer seus próprios erros, blasfemando dAquele que é infinitamente maior do que o sol. Desprezaram os inúmeros apelos feitos pelo “Sol da Justiça” (Malaquias 4:2), e não enterneceram o coração diante dos raios da graça divina. Como diz o antigo provérbio: “O mesmo sol que amolece a cera, endurece o barro”. Agora, com o solo do coração endurecido, só lhes resta blasfemar.” ¹

Há um texto de Isaías que fala sobre a luz do sol se tornar sete vezes mais brilhante, mas esse texto não se refere ao aquecimento global, vejamos:

“A luz da lua brilhará como o sol, e a luz do sol será sete vezes mais brilhante, como a luz de sete dias completos, quando o Senhor cuidar das contusões do seu povo e curar as feridas que lhe causou.” Isaías 30:26campo_magnetico_terra_missao_swarm_20150309-101003

O texto de Isaías tem uma dupla aplicação, teve seu cumprimento imediato para os habitantes de Jerusalém na restauração da fertilidade da terra, mas é também uma profecia para o futuro, contudo não tem a ver com um aquecimento global, nestes versos a profecia diz respeito a outro momento. Note que o texto fala de um tempo em que Deus irá cuidar do povo…

“A luz […] do sol. Isaías descreve um mundo em que não haverá nada que se interponha para ofuscar a luz da lua ou do sol (ver Zacarias 14:6, 7; Apocalipse 21:23).

Sete vezes. Não se pode afirmar se isso significa um aumento exato de sete vezes na intensidade de luz visível, ou se “sete vezes” significa simplesmente um grande aumento de luz, ou perfeição qualitativa em vez de quantitativa.” ²

Neste ponto há um acordo entre comentaristas ao afirmar que o texto de Isaías 30:26 no aspecto escatológico se trata de uma profecia relacionada a Nova Terra, quando embora não mais dependamos da luz do sol ou da lua para iluminar a cidade, a luz destes jamais irá superar a glória da luz de Deus.

“Por outro lado, a Cidade de Deus não necessita luz criada, porque Deus, a luz não criada, estava no meio dela. “Em tua luz veremos a luz”, disse o profeta (Isaías 60:19-20). A grande verdade neste caso é que somente quando vemos as coisas à luz de Deus vemos as coisas tal qual são.”³

“Nunca mais te servirá o sol para luz do dia nem com o seu resplendor a lua te iluminará; mas o Senhor será a tua luz perpétua, e o teu Deus a tua glória. Nunca mais se porá o teu sol, nem a tua lua minguará; porque o Senhor será a tua luz perpétua, e os dias do teu luto findarão.” Isaías 60:19,20

“A tua luz perpétua. Enquanto o ser humano estiver neste mundo, se alternarão sol e sombra, luz e escuridão, riso e lágrimas. Mas, na cidade santa, Deus será a luz e a alegria constantes de Seu povo” (…) [4]

Fonte: Biblia.com

Um comentário em “Perto da volta de Jesus iria fazer grande calor e que o sol esquentaria demais?

  1. E a luz da lua será como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias, no dia em que o Senhor ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua ferida.
    Isaías 30:26
    Obs: Creio que este sinal se cumprirá quando Deus curar a chaga de seu povo.
    Vinde, e tornemos ao SENHOR, porque ele despedaçou, e nos sarará; feriu, e nos atará a ferida.
    Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele.
    Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a sua saída, como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.
    Oséias 6:1-3

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s