A Última Trombeta

Jesus está voltando!

Uma Estranha Santidade

UMA ESTRANHA SANTIDADE
[Por Markus DaSilva, Th.D. (Semeadores da Palavra)]

Vivemos em cavernas. Sim, essa é a acusação que frequentemente recebemos dos inimigos da santidade. Segundo eles, os perdidos não podem ouvir de nós o evangelho porque vivemos separados do mundo. Falam que os descrentes fogem da nossa presença porque somos diferentes. Acreditam que um ministério, para ser eficaz, precisa consistir de pessoas que vivem entre os mundanos, fazendo aquilo que eles fazem. Acreditam que os ímpios precisam se identificar com os cristãos, se sentir à vontade na casa de Deus.

santidade

É exatamente baseado nesta filosofia que cada vez mais se torna impossível distinguir os filhos da luz dos filhos das trevas (Mt 13:24-30). Possuem um linguajar semelhante, um vestuário semelhante; participam dos mesmos entretenimentos, dos mesmos prazeres; seguem em uma mesma direção, sonham os mesmos sonhos (Ef 4:17-18). É pensando assim, que em muitas igrejas, alguém que não está acostumado pode ficar na dúvida se entrou em uma casa de oração ou em um salão de festas.

Mas a quem estes cristãos estão enganando? Certamente que não a Deus! Enganam a si mesmos, mas não é um engano sem malícia, pois, conhecem a Palavra (Jo 9:41). Conhecem, mas não obedecem. Para justificar o amor que têm por este mundo, criaram uma estranha versão de santidade. Falam de santidade, escrevem nas camisetas, choram, levantam as mãos e cantam louvores falando dela, mas não a vivem (Mt 7:21). Defendem uma santidade sem separação: um paradoxo.

Qualquer estudante da bíblia sabe que ser santo significa ser separado, colocado à parte, consagrado (2Co 6:17). Quando se aproximava o dia que Jesus ia nos deixar fisicamente, ele orou ao Pai por mim e por você. Preocupou-se com a nossa situação neste mundo contaminado pelo mal. Gostaria que estivéssemos com ele no céu, mas reconheceu que, assim como ele, o nosso tempo neste mundo deve ser cumprido: “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal” (Jo 17:15). Aí está a cruz do verdadeiro seguidor de Cristo: viver no mundo, sem fazer parte dele (Jo 17:16). Como isso é possível? Como podemos nos manter distantes daquilo que tanto nos atrai? Através da verdade: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade” (Jo 17:17). Somos santificados, ou separados do mundo, pela verdade que encontramos na Palavra de Deus; verdade não apenas lida, mas obedecida (Tg 1:22). Quem não está disposto a obedecer à palavra de Cristo não o ama e não conhece a genuína santidade.

tumblr_static_tumblr_static_7ro7j0yvfds0okckkcow4c4gg_640

Antes que alguém o diga, deixe-me esclarecer um ponto: sim, Jesus visitou e comeu com os pecadores, mas nunca ensinou os seus discípulos a serem como eles. Os pecadores não eram atraídos a Cristo porque se identificavam com ele, como se Jesus fosse igual a eles, mas sim porque viam nele o caminho da restauração. Procuravam alívio; desejavam descanso. A diferença, e não a semelhança, os fascinava (Mt 7:28-29; Jo 7:46). Espero te ver no céu. —Markus DaSilva.

Florida, USA. January, 2017
© Copyright 2012-2017 US Library of Congress by Markus DaSilva – All rights reserved worldwide.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Postagens no Instagram

A CRIANÇA DA ESPANHA TEM O MESMO VALOR QUE A SÍRIA.😢 #MudeoBrasilpelaBiblia #ameOProximo 09) Fruto do Espírito: *TEMPERANÇA* 
É possuir o controle ou domínio sobre os próprios desejos e paixões, inclusive, na fidelidade aos votos conjugais. É a virtude que modera os apetites. É o domínio próprio. Esta é uma das virtudes mais esperadas por todos os que nos cercam, após termos reconhecido o Senhor Jesus Cristo, como nosso Salvador. Isto se dá pelo fato, de que somos transformados pelo poder e a virtude do Espírito Santo, que passou a gerar em nós o seu fruto, isto é, o resultado visível da mudança que O mesmo, operou em nós. ✎ “Mas dado à hospitalidade, amigo do bem, moderado, justo, santo, temperante;” (Tito 1:8)
✎ “Como a cidade derrubada, sem muro, assim é o homem que não pode conter o seu espírito.” (Provérbios 25:28) 08) Fruto do Espírito: *MANSIDÃO* 
É a moderação que se associa à força e a coragem; são qualidades de alguém que pode irar-se com equidade, quando for necessário, e também, humildemente submeter-se quando for preciso. ✎ “Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós,”(1 Pedro 3:15)
✎ “Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão.” (1 Timóteo 6:11)
✎ “Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,” (Efésios 4:2) 07) Fruto do Espírito: *FÉ*
É a lealdade constante e inabalável a alguém com quem está unidos por promessa, compromisso, fidedignidade e honestidade. É uma posse antecipada do que se espera e a prova das coisas que se não vêem: confiança; fazer merecer crédito é descansar no Senhor. A fé é o maior veículo de bênção a serem recebidas. Ela canaliza nossos anseios e ao mesmo passo, transfere das mãos de Deus, a vitória que almejamos e precisamos para ao mesmo tempo, testificarmos do amor que Deus tem para conosco, quando atende as nossas orações. ✎ “Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.” (2 Coríntios 4:18)
✎ “Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas.” (1 Timóteo 6:12)

Visitantes

Map

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 85.477 outros seguidores

Follow A Última Trombeta on WordPress.com

Estatísticas do blog

  • 2,205,610 cliques

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: