A Última Trombeta

Jesus está voltando!

O que fazer em condições extremas?

Geralmente, quando nos lembramos de Daniel, pensamos em um rapaz muito jovem que foi levado ao cativeiro na Babilônia ao lado de alguns de seus amigos (Daniel 1.17). Porém o Livro de Daniel abrange aproximadamente setenta anos da vida desse grande servo de Deus. Conforme os melhores estudiosos, ele tinha 76 anos de idade durante os acontecimentos que são relatados no capítulo 4, 86 anos no capítulo 5 e mais ou menos 93 anos no capítulo 6.


No decorrer de toda a sua vida, Daniel sempre foi um homem íntegro e de grande fé. Seja interpretando o sonho do rei (4.19-27), lendo e explicando as palavras que apareceram escritas na parede durante um banquete (5.1-31) ou evidenciando surpreendente coragem na experiência sobrenatural na cova dos leões (6.1-28), Daniel sempre teve absoluta certeza de que Deus não o abandonaria e retribuía essa fidelidade sendo também fiel ao Senhor.

Não há testemunho mais poderoso na face da Terra do que a demonstração de fé e de confiança em Deus de um cristão em crise. Na Babilônia em que Daniel viveu, dois reis, Nabucodonosor e Dario, quando confrontados, logo aprenderam como seus deuses pagãos eram frágeis e fracos comparados ao Deus do profeta.

Você gostaria de honrar e glorificar o Senhor como Daniel fez? Uma das formas de fazê-lo é reagindo como o profeta diante de uma situação extrema, de crise ou conflito ou em uma circunstância em que você foi tratado injustamente ou acusado falsamente. Se desejamos que Deus seja louvado quando enfrentamos uma dificuldade, precisamos depender da graça e da ajuda do próprio Senhor para recebermos sabedoria para reagirmos corretamente.
Lembre-se, também, que a sua reação diante das situações difíceis está sendo observada pelos seus filhos, por seu cônjuge e parentes. Qual é o legado que você sonha em deixar para eles?

Ref. Bíblica: Daniel 1—12

Fonte: Glow por Jaime Kemp

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 10 de julho de 2017 por em Vida Cristã e marcado , , , , .
Anúncios

Postagens no Instagram

👑Acima de todo o principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; Efésios 1:21
👑Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Filipenses 2:9
👑Eu louvarei ao Senhor segundo a sua justiça, e cantarei louvores ao nome do Senhor altíssimo. Salmos 7:17

#JESUS [Fp 2.14] Você reclama muito? Murmuração atrapalha uma caminhada toda, contamina o coração e a alma, trazendo negatividade e insegurança (Nm 14.27).🙊
Cristo deseja que sua igreja, seu povo, vivam sem murmurar e sem contendas, antes manter bom ânimo e buscar a paz para com todos (Hb 12.14-17).😇
Olhe para frente, não murmure, creia e espere no Senhor Ele fará! (Sl 37.5).🎶 [Tradução: Almeida Revista e Atualizada] 
#bibliadiaria #antoniojunioralves @jralvesbdiaria -Regrann from @bibliadiaria MOTIVAÇÃO 📖TEXTO: "E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo. E a sua fama correu por toda a Síria, e traziam-lhe todos os que padeciam, acometidos de várias enfermidades e tormentos, os endemoninhados, os lunáticos, e os paralíticos, e ele os curava. E seguia-o uma grande multidão da Galiléia, de Decápolis, de Jerusalém, da Judéia, e de além do Jordão."
Mateus 4:23-25

O texto de hoje refere-se ao inicio do período em que Jesus se dedicou integralmente a cumprir sua missão. Ele não precisou anunciar a realização de um grande evento, pois sabia onde estavam as pessoas que precisavam de ajuda. Mesmo assim, a notícia se espalhou e muitos eram levados até ele. Talvez a motivação destas pessoas fosse apenas buscar a cura ou a solução de seus problemas. E hoje, muitas pessoas fazem o mesmo. Estão mais interessadas nisso do que na vida nova que ele oferece.  Por outro lado: será que os que conhecem a Cristo estão  espalhando a boa notícia de que ele veio ao mundo e que, por sua morte em nosso lugar, podemos ter vida completa aqui na terra e eterna no céus? Estão levando a Jesus aqueles que sofrem e não têm esperança? É preciso que os cristãos apresentem Jesus e convidem as pessoas a deixa seu sofrimento – espiritual, emocional e físico – nas mãos daquele que sofreu por nós.  O texto também diz que “grandes multidões o seguiam”. E hoje? Podemos dizer que muitos procuram Jesus pelo que ele pode fazer o eles física e até financeiramente. Querem receber coisas, mas não querem ter compromisso com Cristo. Qual será a nossa motivação ao buscar a Cristo? Será que nossa prioridade é a mudança espiritual que ele traz? A vida cristã nem sempre atrai – talvez porque o sofrimento estará presente enquanto estivermos vivos. Porém, ter um amigo com quem contar quando sofremos  faz toda diferença. E – não podemos esquecer nunca – foi isso que Cristo prometeu: não uma vida isenta de sofrimentos, mas a certeza de sua companhia e auxílio.  Qual é sua motivação quando você pensa em seguir a Cristo?? Conselhos de Vida!

Visitantes

Map

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 96.866 outros seguidores

Follow A Última Trombeta on WordPress.com

Estatísticas do blog

  • 2,638,018 cliques

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: