A Última Trombeta

Jesus está voltando!

O Concerto de Deus com Davi

2Sm 7.16 “…a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será firme para sempre”.

(1) Embora a palavra “concerto” não ocorra literalmente em 2Sm 7, é evidente que Deus estava estabelecendo um concerto com Davi. Em Sl 89.3,4, por exemplo, Deus diz: “Fiz um concerto com o meu escolhido; jurei ao meu servo Davi: a tua descendência estabelecerei para sempre e edificarei o teu trono de geração em geração” (ver também Sl 89.34-36). A promessa de que o trono do povo de Deus seria estabelecido para sempre através da descendência de Davi é exatamente a mesma que Deus fez a Davi em 2Sm 7 (note-se especialmente no v. 14).

Além disso, posteriormente em 2Samuel, o próprio Davi faz referência ao “concerto eterno” que Deus fez com ele (2Sm 23.5), sem dúvida aludindo a 2Sm 7.

(2) Os mesmos dois princípios que operam noutros concertos do AT também estão em evidência aqui: apenas Deus estabelecia as promessas e os deveres do seu concerto e esperava que do lado humano houvesse o aceite com fé obediente.
(a) Nesse concerto de Deus com Davi, Ele fez uma promessa de cumprimento imediato, que era estabelecer o reino do filho de Davi, Salomão, o qual edificaria uma casa para o Senhor, i.e., o templo (2Sm 7.11-13).
(b) Ao mesmo tempo, a promessa de Deus de que a casa ou dinastia de Davi duraria para sempre sobre os israelitas estava condicionada à fiel obediência de Davi e dos seus descendentes. Noutras palavras, esse concerto era eterno somente no sentido de Deus ter sempre um descendente de Davi no trono em Jerusalém, desde que os governantes de Judá permanecessem em obediência e fidelidade a Ele.

(3) Durante os quatro séculos seguintes, a linhagem de Davi permaneceu ininterrupta no trono de Judá.

Quando, porém, os reis de Judá, especialmente Manassés e aqueles que reinaram depois do rei Josias, rebelaram-se continuamente contra Deus ao adorarem ídolos e desobedecerem à sua lei, Deus, por fim, os impediu de ocuparem o trono. Permitiu que o rei Nabucodonosor de Babilônia invadisse a terra de Judá, sitiasse a cidade de Jerusalém e, finalmente, destruísse a cidade juntamente com seu templo (2Rs 25; 2Cr 36). Agora, o povo de Deus estava, pela primeira vez desde a escravidão no Egito, sob o domínio de governantes estrangeiros.

coroa-1 (1)

JESUS CRISTO EM RELAÇÃO A ESTE CONCERTO.

Havia porém, um aspecto do concerto de Deus com Davi que era incondicional — que o reino de Davi seria por fim estabelecido para sempre.

(1) A culminância da promessa de Deus era que da linhagem de Davi viria um descendente que seria o Rei messiânico e eterno. Este Rei dominaria sobre os fiéis em Israel e sobre todas as nações (cf. Is 9.6,7; 11.1, 10; Mq 5.2,4). Sairia da cidade de Belém (Mq 5.2,4), e seu governo se estenderia até os confins da terra (Zc 9.10). Ele seria chamado: “O SENHOR, Justiça Nossa” (Jr 23.5,6) e consumaria a redenção do pecado (Zc 13.1). O cumprimento da promessa davídica teve início com o nascimento de Jesus Cristo, anunciado pelo anjo Gabriel a Maria, uma piedosa descendente da família de Davi (Lc 1.30-33; cf. At 2.29-35).

(2) Essa promessa foi um desdobramento do concerto feito em Gn 3.15, que predisse a derrota de Satanás através de um descendente de Eva; foi um prosseguimento do concerto feito com Abraão e seus descendentes.

(3) O cumprimento dessa promessa abrangia a ressurreição de Cristo dentre os mortos e sua exaltação à destra de Deus no céu (At 2.29-33), de onde Ele agora governa como Rei dos reis e Senhor dos senhores. A primeira missão de Cristo como o Senhor exaltado foi o derramamento do Espírito Santo sobre o seu povo (At 1.8; 2.4, 33).

(4) O régio governo de Cristo caracteriza-se por um chamamento, dirigido a todas as pessoas, no sentido de largarem o pecado e o mundo perverso, aceitarem Cristo como Senhor e Salvador e receberem o Espírito Santo (At 2.32-40).

(5) O reino eterno de Cristo inclui:
(a) seu atual domínio sobre o reino de Deus e sua primazia sobre a igreja,
(b) seu futuro reino milenial sobre as nações (Ap 2.26,27; 20.4)
(c) seu reino eterno nos novos céus e na nova terra (Ap 21 — 22).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informação

Publicado às 20 de novembro de 2017 por em Estudos e mensagens e marcado , , , , , , , , , , , , .

Postagens no Instagram

ESTRATÉGIA DO DIABO: Dividir a nação para poder reinar SOLUÇÃO 1: II CRONICAS 7:14-15 então, se o meu povo se humilhar e orar, e me procurar, e se arrepender e mudar sua maneira errada de viver, eu ouvirei do céu as suas orações, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra. Estarei com os olhos e ouvidos abertos para atender a todas as orações que forem feitas neste lugar. SITUAÇÃO: NÃO DEIS LUGAR AO DIABO! A nação brasileira esta dividida, e muitos estão caindo na estratégia do diabo e lutam contra seus irmãos, ataques verbais que poderá levar a ataques de fato instalando o caos num pais sofrido pela violência, criminalidade, corrupção, falta de saúde, educação, acentuando ainda mais a divisão. Nenhum pais divido subsiste... SOLUÇÃO 2: A Igreja do Senhor Jesus Cristo tem a obrigação de defender os valores pétreos: DEUS, FAMÍLIA E PÁTRIA É hora de toda a igreja brasileira fazer cair as divisões, barreiras, diferenças e se unir para salvar a nação. CLAMOR, INTERCESSÃO até o dia 28 de Outubro de 2018 Igreja unida por um propósito: SALVAR A NAÇÃO, Impedir a operação do erro, proteger a família, proteger a Igreja, proteger a pátria. É HORA DE MUDANÇAS! ESPALHEM ESSA MENSAGEM, vamos mudar o Brasil através da Oração da Igreja! COPIE E COLE NAS SUAS REDES SOCIAIS #PalavradeDeus, #volteaoevangelho, #evangelho, #igrejaverdadeira, #igrejacrista, #autoridadedocrente, #temordoSenhor, #verdadeirospastores, #servosdeDeus, #lidereseclesiasticos, #lideranca, #lider, #falsosmestres, #falsosapostolos, #falsosprofetas, #obediencia, #rebeldes, #rebeliao, #desobediencia, #opiniao, #pesquise, #pergunte, #pense, #reflita, #inteligenciaespiritual, #cuidado, #Faith, #god, #christian @Regran_ed from @andandonagraca -
- Muitos pastores que ajudaram a eleger Donald Trump nos Estados Unidos, em 2016, estão vendo com entusiasmo a possibilidade de Jair Bolsonaro (PSL) ser eleito presidente do Brasil. Um dos pontos que atraem os líderes que fazem parte do Conselho Executivo Evangélico da Casa Branca está na política de Bolsonaro em relação à Israel. “Entendo que se Jair Bolsonaro ganhar a eleição, como presidente ele vai tomar essa decisão de transferir a embaixada de Tel Aviv para Jerusalém”, disse o pastor americano Mario Bramnick, de Miami, em entrevista por telefone ao jornal Valor Econômico. O senador Magno Malta, um dos aliados da campanha de Bolsonaro, revelou em entrevista ao Guiame que o candidato do PSL pretende reconhecer Jerusalém como capital de Israel e transferir a Embaixada do Brasil de Tel Aviv para a cidade, assim que for eleito. O movimento que reconhece a soberania de Jerusalém foi iniciado por Trump no fim de 2017, quando os EUA passavam a reconhecer a cidade como capital israelense. Em maio, a transferência da Embaixada americana foi concluída. A medida foi criticada na ONU por 128 países, incluindo o Brasil, porque os palestinos reivindicam parte de Jerusalém como capital de seu futuro Estado. Por outro lado, Trump recebeu um forte apoio das igrejas evangélicas americanas. Para o pastor, além do caráter religioso, essa iniciativa teria um efeito diplomático. “Obviamente, o presidente Trump está olhando que países estão seguindo o exemplo dos EUA na transferência da Embaixada. Isso vai ser um ponto que ajudará nas relações entre EUA e Brasil e, claro, entre Brasil e Israel.” Continue lendo: guiame.com.br #portalguiame - #regrann @Regran_ed from @guiame_oficial
Nem precisa legenda... mas já nos emsinava no princípio, o SENHOR — "Não ande como #mexeriqueiro no meio do seu povo, nem #atente #contra a vida do seu próximo. Eu sou o Senhor." Levítico 19:16 #Fofoca é igual #AtentadoContraVida
Anúncios

Visitantes

Map

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 107.816 outros seguidores

Follow A Última Trombeta on WordPress.com

Estatísticas do blog

  • 3.101.005 cliques

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: