A Última Trombeta

Jesus está voltando!

O reconhecimento de Jerusalém pelos EUA aconteceu no tempo bíblico exato, diz pastor

A declaração do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel aconteceu em uma precisão absoluta do calendário bíblico, de acordo com o pastor John Hagee, fundador da organização Cristãos Unidos Por Israel.

“O que o presidente Trump está fazendo é uma das ações políticas mais corajosas realizadas em Washington nos últimos tempos”, disse Hagee à CBN News. Ele relembrou seu encontro com Trump na Casa Branca, no qual o presidente o assegurou que faria a mudança da embaixada americana de Tel Aviv para Jerusalém “a qualquer momento”.

Durante a conversa, o pastor enfatizou a Trump a necessidade de mover a embaixada durante o ano do Jubileu. “Deus mede tudo em módulos de cinquenta anos”, explicou Hagee, citando o trecho de Levítico 25:10.

A exemplo disso, Hagee observa que a Declaração Balfour, que permitiu que os judeus estabelecessem o Estado de Israel, foi feita em 1917. Exatamente cinquenta anos depois, Israel unificou Jerusalém durante a Guerra dos Seis Dias. Cinquenta anos depois, em 2017, houve esse avanço sobre o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel.

“É um momento bíblico de precisão absoluta”, afirmou Hagee.

O pastor acredita que os cristãos de todo o mundo têm o chamado de apoiar Israel. “Israel é a porta de entrada para a benção de Deus. A história mundial pode ser resumida em uma frase: as nações que abençoaram a Israel foram abençoadas por Deus, e as nações que amaldiçoaram Israel foram amaldiçoados por Deus”, disse ele, com base em Gênesis 12:3.

“Há um significado bíblico para tudo o que acontece com Israel”, avalia o pastor. “O relógio profético de Deus não vai correr até os judeus estarem na terra de Israel. Esse relógio começou a correr novamente quando a Declaração Balfour se tornou uma realidade e o povo judeu voltou ao Estado. Eu acredito que neste momento, Israel é o cronograma de Deus para tudo o que acontece com todas as nações, desde agora até o arrebatamento da Igreja”.

Um dos grandes defensores de Israel na atualidade, o pastor Hagee conseguiu arrecadar milhões de dólares através de seus ministérios para levar judeus da antiga União Soviética a Israel, bem como apoiar orfanatos judeus e outras causas sociais em Israel.

Anúncios

Um comentário em “O reconhecimento de Jerusalém pelos EUA aconteceu no tempo bíblico exato, diz pastor

  1. mabel lucena de melo
    10 de janeiro de 2018

    Peço ao Senhor que continue abençoando Israel e o Presidente Donald Trump

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informação

Publicado às 10 de janeiro de 2018 por em Israel profético e marcado .
Anúncios

Visitantes

Map

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 106.332 outros seguidores

Follow A Última Trombeta on WordPress.com

Estatísticas do blog

  • 3.009.663 cliques

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: