A Última Trombeta

Jesus está voltando!

Intercedendo pela nossa nação: estamos fazendo isso corretamente?

Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graça, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito. Isto é bom e aceitável diante de Deus nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. (1Tm 2.1-4

“Depois do culto final em nosso Reavivamento em Acampamento, em 1979, alguns dos preletores e dos demais participantes subiram até o apartamento de Kenneth Hagin Júnior, no hotel, para comer sanduíches.
Enquanto falávamos a respeito das coisas de Deus, o Espírito de Deus agia continuamente sobre mim (Na realidade, houve apenas três ocasiões na minha vida que o Espírito’ operou em mim de modo tão poderoso).
Falei aos demais: “Vamos orar. O Espírito de Deus não pára de agir sobre mim”:
Oramos. Pelo Espírito, ministrei a cada pessoa presente. Em seguida, fui arrebatado no espírito de oração e de intercessão. Por não saber dizê-lo de modo melhor, fiquei “perdido no espírito”. Não estava inconsciente – só que tinha mais consciência das coisas espirituais. As coisas espirituais eram mais reais do que as naturais.
Fiquei sentado, de olhos fechado, orando em línguas, durante um período que revelou ser várias horas (Começamos a orar pouco depois da meia-noite. Quando tudo terminou, e abri meus olhos, passara das 4 horas da madrugada. Mesmo assim, parecia ter sido apenas 10 ou 15 minutos).
O Senhor falou comigo. Entre outras coisas, Ele me deu as instruções a respeito da Escola de Oração e Cura que agora está funcionando em todos os dias úteis, no campus do Centro de Treinamento Bíblico RHEMA.
E vi algo. Vi três coisas subindo do oceano Atlântico. Pareciam três sapos pretos gigantes, do tamanho de baleias. Um estava já nos ares. Os outros dois simplesmente levantavam as cabeças acima da água, vindo do leste.
Tinha visto algo semelhante nove anos antes.
Jesus me disse: “Você viu a mesma coisa em 1970. Daquela vez, contei-lhe exatamente de que se tratava, mas você não fez o que deveria ter feito a respeito. Já em 1970 lhe mandei orar em favor dos líderes da nação. Aquilo que aconteceu (Watergate e assim por diante) não é exclusivamente a culpa do homem que então era Presidente. Vou considerar responsáveis os cristãos desta nação. Foram vocês que deixaram tais coisas acontecerem na sua nação. Se vocês tivessem orado, nunca teria acontecido. Mostrei- lhe aquilo que estava para acontecer. Verifique nos seus registros…”
(Posteriormente, examinei os arquivos e verifiquei aquilo que o Senhor me falara em 1970, tendo por base as fitas e manuscritos de uma reunião especial que realizamos em outubro de 1970).
Jesus me disse: “Lá em 1970, você viu três objetos escuros pulando como sapos e atravessando o país inteiro. Se você e os cristãos tivessem feito o que deveriam ser feito, nenhuma dessas coisas teria acontecido à sua nação. Não teria havido os motins. Não teria tido os distúrbios políticos. Seu Presidente não teria cometido aqueles enganos. A verdade é que estou responsabilizando a Igreja pelos erros dele”.

Comecei a chorar e a clamar. “Oh Deus!”
Sim,” Ele disse, “estou atribuindo a culpa a você e à Igreja”.
Em seguida, Ele disse: “Quando você contar isso a alguns dos cristãos, rirão. Mas quando comparecerem diante do Meu tribunal e receberem a condenação no lugar do homem que então era Presidente, não rirão mais. Se os cristãos tivessem feito aquilo que lhes mandei fazer na Bíblia – se tivessem orado em favor dos líderes da sua nação – teriam impedido a operação dos espíritos malignos”.
Ele continuou, então: “Coisas semelhantes – não as mesmas coisas – estão para acontecer de novo. Se vocês não orarem, acontecerão mesmo. Não vou considerar o Presidente culpado por aquilo que a nação fará; vou considerar culpados os cristãos da nação”.
Pois bem, preciso explicar – precisamos saber interpretar essas coisas. Vi aqueles bichos subir do oceano Atlântico. Mas isso não significa que é do oceano que surgem. Desde o Gênesis até ao Apocalipse, “mares” e “águas” se referem a multidões de pessoas. Do meio da multidão das pessoas, essas coisas surgirão. Os pecadores estão dominados pelo diabo; fazem parte do reino dele.
Jesus disse: “Surgirão, a não ser que os cristãos orem, não visando o mesmo propósitos daqueles outros motins – mas haverá motins, tumultos, e distúrbios em todas as partes da nação. Segundo: está para acontecer algo ao Presidente que não deveria acontecer – e que não acontecerá se vocês orarem. Terceiro, algo está para acontecer de novo, que trará mais problemas ao sistema econômico, à estrutura financeira.
Vocês, no entanto, poderão impedir todos esses três acontecimentos. Vocês poderão impedir a revira-volta na estrutura social. Poderão impedir a revira-volta e a atividade do diabo no cenário político. Poderão impedir a subversão da situação financeira da nação, planejada por Satanás.

Vocês poderão transformar todos os três mediante a oração da intercessão. É esse um dos propósitos principais das aulas que vocês começarão a administrar no outono”. 

A Prioridade das Coisas Mais Importantes
Deus nos deu instruções específicas no sentido de colocar as ‘primeiras coisas em primeiro lugar.
_ “Sim, mas*” … me diziam algumas pessoas, Vou lhe dizer que: nada vai funcionar enquanto os democratas estiverem no poder. Outras diziam: “Enquanto os republicanos estiverem no poder...”
Se você colocar os partidos políticos em primeiro lugar, você nunca terá muito valor como cristão. Os cristãos devem dar prioridade às coisas mais importantes.
A Palavra diz: Antes de tudo, pois, exorto«
Antes de tudo! Antes de você orar pelos seus filhos, antes de você orar por mim, antes de eu orar por você: Antes de tudo… que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graça, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos que se acham investidos de autoridade.
Sabemos, portanto, quem são “todos os homens,” pois está escrito: “Em favor dos reis e de todos que se acham investidos de autoridade.”
Antes de tudo, devemos orar pelos nossos líderes – em favor de todos os que se acham investidos de autoridade no governo federal, estadual, provincial, e municipal.
Por quê? Para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito,« Que “nós” como cristãos vivamos uma vida tranquila e pacífica. Deus Se interessa por nós. Nem todos os reis em favor dos quais Paulo mandava os crentes orarem, eram nascidos de novo. Deus abençoará líderes apesar de não serem salvos?

Certamente. O Espírito de Deus não nos mandaria orar por algo que não poderíamos obter. Seria absurdo! Por que Ele os abençoará? Entre outras coisas, porque Ele se interessa por nós.
Isto é bom e aceitável diante de Deus nosso Salvador… É bom e aceitável aos olhos de Deus nosso Salvador que oremos, antes de tudo, por todos os que se acham investidos de autoridade. É bom e aceitável aos olhos de Deus nosso Salvador que vivamos vida tranquila e pacífica.
O qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. Quando há guerras, reviravoltas e tumultos, é difícil divulgar o Evangelho. Quando, porém, há paz – quando há tranquilidade – então estamos livres para ir espalhar o Evangelho.
Não é de se admirar que o diabo quer atacar os Estados Unidos, por exemplo. Se você for viajar pelo mundo inteiro, descobrirá que 90% de toda a obra missionária é feita da parte dos Estados Unidos. Se o diabo pudesse nos impedir, faria cessar todas as correntezas das bênçãos divinas.
Mas o diabo não consegue, louvado seja Deus!
Como, pois, devemos orar em favor das autoridades?
…súplicas, orações, intercessões, ações de graças…
A oração da intercessão é uma oração em favor dos outros. Esse texto bíblico refere-se à oração em prol dos outros – das autoridades. O intercessor toma o lugar de outra pessoa, pleiteia a sua causa.
Uma das exemplificações bíblicas é a intercessão feita por Abraão em favor de duas cidades – Sodoma e Gomorra. Leia o relato em Gênesis 18.
O Senhor disse: Ocultarei a Abraão o que estou para fazer? (v. 17).
Ele não destruiría aquelas cidade sem informar Seu amigo conforme a aliança pelo sangue.

Abraão estava firmado nos seus direitos segundo a aliança quando disse ao Senhor. “E chegou-se Abraão, dizendo: Destruirás também o justo com o ímpio? Se porventura houver cinqüenta justos na cidade, destruirás também, e não pouparás o lugar por causa dos cinqüenta justos que estão dentro dela. Longe de ti que faças tal coisa, que mates o justo com o ímpio; que o justo seja como o ímpio, longe de ti. Não faria justiça o Juiz de toda a terra?Então disse o Senhor: Se eu em Sodoma achar cinqüenta justos dentro da cidade, pouparei a todo o lugar por amor deles.” (Gênesis 18:25,26)
O Senhor disse: Se eu achar em Sodoma cinquenta justos dentro da cidade pouparei a cidade, toda por amor DELES (v. 25).
Você se lembra de 1 Tm 2.2: para que vivamos vida tranquila e mansa?
Deus disse que pouparia a cidade inteira por amor de 50 justos.
Abraão continuou reduzindo o número até dizer ao Senhor: Se, por ventura, houver ali dez?
E o Senhor disse: Não a destruirei por amor dos dez (v. 32).
Sabe, esse velho mundo já teria sido destruído se não fôssemos nós, os cristãos. Jesus disse: Vós sois o sal da terra (Mt 5.13).

Tenho idade suficiente para pertencer aos tempos quando não havia geladeiras elétricas. Meu avô abatia porcos, e então cobria a carne de sal, a fim de conservá-la.
Este mundo já é mau – mas sem nós, os cristãos, certamente estaria totalmente podre. Deus disse a Abraão que Ele pouparia as cidades por amor de dez justos. Existem mais de dez justos nos Estados Unidos hoje.
Alguns dizem: “Estamos caminhando para a ruína”.
Não estamos, não!
Não preste atenção a tais conversas.
Creio que haja nos Estados Unidos hoje em dia pessoas que assumirão seu lugar na oração, assim como fez Abraão.

Abraão não ficava sentado comentando a maldade daqueles cidadãos, e dizendo que todos iriam ao inferno. Intercedeu em favor deles! Se nós “tomarmos o nosso lugar, poderemos transformar as coisas. Temos uma superior aliança baseada em superiores promessas!
Visitei o lar de um ministro do Evangelho cujo filho, de 4 anos de idade, comportava-se tão mal que me deixava envergonhado, e até meu filho, também com 4 anos, sentiu-se envergonhado. Ken me disse, no momento em que entramos no automóvel: “Aquele menino é pavoroso, não é?
O menino falava de modo terrível com o pai. Quando o pai o pegou no colo e o acariciava para aquietá-lo, o menino lhe deu palmadas nas faces e lhe disse: “Velho mentiroso. O que você está contando não é assim. Você é mentiroso”.
Esse pastor – do Evangelho Pleno, e cheio do Espírito – disse-me: “Ora, você sabe que a Bíblia nos diz que nos últimos tempos os filhos serão desobedientes aos pais”.
“Sim,” respondí, *e a Bíblia também-diz que o amor de muitos se esfriará, mas isso não significa que o meu amor é forçado a esfriar-se. E não significa que meus filhos vão ser desobedientes aos pais*.
Você poderá ficar fazendo hora por aí, dizendo: “Pois bem, a Bíblia diz que homens perversos e enganadores so tomarão cada vez piores, enganando e sendo enganados. Tudo está indo para baixo. O amor de muitos se esfriará”, e se você continuar pensando, somente nesse aspecto, você também se esfriará. O diabo tomará posse de você e de todos os seus filhos.
Mas não é necessário seguir essa linha de pensamentos.
Desperte e tome conhecimento de quem você é em Cristo. As portas do inferno não prevalecerão contra a Igreja! Jesus, e não Satanás, é o Cabeça da Igreja. A verdade é que Ele já derrotou Satanás. Ele ressuscitou vitorioso – e a Sua vitória é a minha.
Pense em harmonia com a Palavra de Deus e reconheça que, seja qual for a situação, poderemos fazer algo a respeito.

EZEQUIEL 22.30,31
Busquei entre eles um homem que tapasse o muro e se colocasse na brecha perante mim a favor desta tema, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei. Por isso eu derramei sobre eles a minha indignação, com o fogo do meu furor os consumi; fiz cair-lhes sobre a cabeça o castigo do seu procedimento.

Aqui, Deus está falando. Abraão intercedeu em favor de duas cidades. Aqui, porém, Deus está falando a respeito de uma nação inteira. Se Ele pudesse ter achado UM SÓ homem que se colocasse na brecha, que intercedesse diante de Deus em favor da nação, a condenação não teria vindo.
“E daí?” alguém talvez pergunte. “Se Deus realmente queria poupar aquela nação, por que Ele não passou a fazê-lo, independentemente de tudo? Ele não é Deus? Se Sua vontade é esta, por que Ele não a cumpre por conta própria?”
Volte para 1 Tm 2.4. Ali está escrito que Deus deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. Por que Ele não vai adiante e força todos eles a nascer de novo? Se Ele pode fazer tudo aquilo que Ele deseja, por que Ele não o faz? Por que Ele espera até que alguém interceda?

Já debatemos esse assunto no Capitulo Um: “Para Que Orar?”
Satanás ficou sendo o deus deste mundo até esgotar-se o prazo de domínio outorgado a Adão. Satanás não é o meu deus – não sou deste mundo. Mas ele certamente é responsável pelas guerras entre as nações, pelos assassinatos, pela violência que é praticada neste mundo.
Deus não transgredirá a Sua própria Palavra. Ele outorgou o arrendamento da Terra a Adão. Adão o entregou ao diabo. O prazo do arrendamento está se esgotando. Mas, até ao fim desse prazo, Deus somente poderá intervir à medida que os cristãos buscam a Sua face e pedem que Ele atue.
A autoridade que Satanás tem sobre os assuntos aqui na Terra somente poderá ser vencida à medida que os cristãos oram e intercedem em prol da sua pátria. Hoje, Deus está ansiando por alguém que tape o muro e se coloque na brecha perante Ele, em prol desta Terra.
A intercessão pode ser feita em nosso próprio idioma conhecido. Pode ser feita melhor em outras línguas, conforme o Espírito Santo nos ajuda a interceder. Peça que o Espírito Santo lhe ajude, e continue fazendo intercessão.
É nesse aspecto que algumas pessoas perdem o fio da meada. Não escutam tudo quanto ensinamos, mas apanham alguma ideiazinha e saem correndo com ela. Existem mesmo algumas coisas que são questão de uma única oração da fé – fazemos essa única oração e o assunto está liquidado. Não precisamos orar mais, mas só dar graças a Deus pela resposta. Podemos agir assim para receber a salvação, o batismo no Espírito Santo, a cura divina – ou qualquer outra coisa que Deus prometeu para agora mesmo. Existem, no entanto, outras coisas para as quais não podemos fazer a oração da fé num só instante. Uma delas é esse cenário a respeito do qual estamos falando – continue a fazer a oração de intercessão em favor dos líderes da sua nação.

Fonte: Livro A arte da Intercessão – capítulo 27

 

Oramos porque isto demonstra nossa posição sob as ordens dEle e a nossa dependência dEle

Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra. Ele não permitirá que os teus pés vacilem; não dormitará aquele que te guarda” (Sl 121.1-3).

Oramos porque esta é uma forma de servir a Deus

A profetiza Ana “adorava noite e dia em jejuns e orações” (Lc 2.37). Quando oramos, admitimos que a vida não se resume somente a mim. O apóstolo Paulo escreveu: “Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graça, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito” (1Tm 2.1-2).

Oramos porque a oração fortalece a nossa fé

Ver em primeira mão a provisão de Deus através da oração respondida fortalece nosso homem interior. Disse Jesus: “Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará” (Mt 6.6). Oramos “àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos” (Ef 3.20).

Oramos porque vale a pena

Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo” (Tg 5.16).

Oramos porque Ele sempre responde, de uma forma ou de outra

E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito” (1Jo 5.14-15).

Para encerrarmos, deixamos o exemplo de Daniel, servo fiel a amado por Deus, que orava incessantemente todos os dias, mesmo que tudo fosse contrário.  Ele nos deixa uma oração maravilhosa e exemplar se súplica e intercessão em favor do seu povo. Pegue sua biblia e leia o Cap.9 :

E eu dirigi o meu rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, e saco e cinza. E orei ao Senhor meu Deus, e confessei, e disse: Ah! Senhor! Deus grande e tremendo, que guardas a aliança e a misericórdia para com os que te amam e guardam os teus mandamentos; Pecamos, e cometemos iniqüidades, e procedemos impiamente, e fomos rebeldes, apartando-nos dos teus mandamentos e dos teus juízos; E não demos ouvidos aos teus servos, os profetas, que em teu nome falaram aos nossos reis, aos nossos príncipes, e a nossos pais, como também a todo o povo da terra. A ti, ó Senhor, pertence a justiça, mas a nós a confusão de rosto, como hoje se vê; aos homens de Judá, e aos moradores de Jerusalém, e a todo o Israel, aos de perto e aos de longe, em todas as terras por onde os tens lançado, por causa das suas rebeliões que cometeram contra ti. Ó Senhor, a nós pertence a confusão de rosto, aos nossos reis, aos nossos príncipes, e a nossos pais, porque pecamos contra ti. Ao Senhor, nosso Deus, pertencem a misericórdia, e o perdão; pois nos rebelamos contra ele, e não obedecemos à voz do Senhor, nosso Deus, para andarmos nas suas leis, que nos deu por intermédio de seus servos, os profetas. Sim, todo o Israel transgrediu a tua lei, desviando-se para não obedecer à tua voz; por isso a maldição e o juramento, que estão escritos na lei de Moisés, servo de Deus, se derramaram sobre nós; porque pecamos contra ele. E ele confirmou a sua palavra, que falou contra nós, e contra os nossos juízes que nos julgavam, trazendo sobre nós um grande mal; porquanto debaixo de todo o céu nunca se fez como se tem feito em Jerusalém. Como está escrito na lei de Moisés, todo este mal nos sobreveio; apesar disso, não suplicamos à face do Senhor nosso Deus, para nos convertermos das nossas iniqüidades, e para nos aplicarmos à tua verdade. Por isso o Senhor vigiou sobre o mal, e o trouxe sobre nós; porque justo é o Senhor, nosso Deus, em todas as suas obras, que fez, pois não obedecemos à sua voz. Agora, pois, ó Senhor, nosso Deus, que tiraste o teu povo da terra do Egito com mão poderosa, e ganhaste para ti nome, como hoje se vê; temos pecado, temos procedido impiamente. Ó Senhor, segundo todas as tuas justiças, aparte-se a tua ira e o teu furor da tua cidade de Jerusalém, do teu santo monte; porque por causa dos nossos pecados, e por causa das iniqüidades de nossos pais, tornou-se Jerusalém e o teu povo um opróbrio para todos os que estão em redor de nós. Agora, pois, ó Deus nosso, ouve a oração do teu servo, e as suas súplicas, e sobre o teu santuário assolado faze resplandecer o teu rosto, por amor do Senhor. Inclina, ó Deus meu, os teus ouvidos, e ouve; abre os teus olhos, e olha para a nossa desolação, e para a cidade que é chamada pelo teu nome, porque não lançamos as nossas súplicas perante a tua face fiados em nossas justiças, mas em tuas muitas misericórdias. Ó Senhor, ouve; ó Senhor, perdoa; ó Senhor, atende-nos e age sem tardar; por amor de ti mesmo, ó Deus meu; porque a tua cidade e o teu povo são chamados pelo teu nome. Estando eu ainda falando e orando, e confessando o meu pecado, e o pecado do meu povo Israel, e lançando a minha súplica perante a face do Senhor, meu Deus, pelo monte santo do meu Deus, Estando eu, digo, ainda falando na oração, o homem Gabriel, que eu tinha visto na minha visão ao princípio, veio, voando rapidamente, e tocou-me, à hora do sacrifício da tarde. Ele me instruiu, e falou comigo, dizendo: Daniel, agora saí para fazer-te entender o sentido. No princípio das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to declarar, porque és mui amado.”

Daniel 9:3-23

 

Igreja do SENHOR: ORE!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Postagens no Instagram

Para refletir sobre nossas prioridades...
É desse jeito!
Imagens do tufão em Hong Kong 🇭🇰
Tribulum! ➡️ "Porque o endro não se trilha com trilho, nem sobre o cominho passa roda de carro; mas com uma vara se sacode o endro, e o cominho com um pau. O trigo é esmiuçado, mas não se trilha continuamente, nem se esmiúça com as rodas do seu carro, nem se quebra com os seus cavaleiros." Isaías 28:27,28 A pequena semente de endro sai com facilidade de seu esconderijo sobre o caule. Uma pequena sacudida deixa-a livre. Para realizar a colheta, necessita-se apenas de uma vara. Outros grãos são mencionados pelo profeta, o trigo por exemplo, não se solta tão depressa. Rodas de carro precisa passar sobre eles, amassando-os a fim de desprendê-los. As rodas do carro passa por cima do trigo, a vara sacode o caule do endro. Mas do que se trata tudo isso? Os anciãos tinham uma palavra que se referia todo esse processo de produzir pão. A palavra era #tribulum, um instrumento debulhador, mas também era usada para lavrar e sulcar a terra, bem como para triturar os grãos pelas rodas do carro. O profeta aplica a sua parábola ao povo de Deus que havia se desviado. A sua resposta era tribulum. Ele estava trazendo de volta pelo caminho duro. Alguns precisavam apenas de uma batida leve no caule, outros precisavam sentir o peso das rodas do carro. os cristãos primitivos não apenas esperavam a tribulação, mas viam nela um grande propósito Eles sabiam que por meio de muitas tribulações, nos importa entrar no reino de Deus (Atos 14.22). O próprio Senhor nos assegurou que: No mundo passareis por aflições ( João 16.33). Ainda: "#Tribulação": esta palavra vem de "tribulum", que é um instrumento ( como um pedaço de madeira cheio de pregos) que servia para separar o trigo da palha. Ou seja, a finalidade é clara: separar o útil do inútil. Toda história de um homem de Deus passa pelo tribulum de Deus...não há outro caminho para um cristão se tornar espiritualmente forte e resistente. ➡️ “O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno” (Mateus 13: 38). ➡️ “Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará” (Mateus 3: 2), ➡️ LEIA MATEUS 13:30
Regrann from @_refugio - Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar". Josué 1:9 . O Senhor tem me ensinado a descansar e confiar nEle, dia após dia. Mesmo quando tudo parece perdido, ou quando as barreiras / medo tentam nos paralisar... lá Ele está, sempre nos lembrando que nada foge do controle de suas mãos. . Ele nunca precisou de circunstâncias favoráveis. Pois o meu Deus é um Deus de milagres, um Deus do impossível. . É lindo ver o cuidado e bondade de Tuas mãos, Senhor. Sou grata por tudo que tens feito e por tudo que ainda há de fazer. Guarda meu coração e retire toda ansiedade. O Senhor vai a minha frente, me guardando de todo mal. . Descasarei em Ti. Na certeza de que tens o melhor para mim. 🌻Texto: @tainarcp . . . #Deus #God #Jesus #holy #evangelho #deusnocontrole #biblia #fe #palavradedeus #EspiritoSanto #deusnocomando #amor #jesusteama #igreja #culto #amordedeus #adoração #bomdia #reinodedeus #boanoite #louvor #oração
Anúncios

Visitantes

Map

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 107.423 outros seguidores

Follow A Última Trombeta on WordPress.com

Estatísticas do blog

  • 3.065.028 cliques

Siga-me no Twitter

%d blogueiros gostam disto: