Uma vida com propósitos: Dia 7

Dia 7 –   A RAZÃO DE TUDO

✍ “Todas as coisas vêm única e exclusivamente de Deus. Tudo vive por seu poder, e tudo é para sua glória. A Ele seja a glória para todo o sempre” Romanos 11.36

✍ “O SENHOR criou todas as coisas para os seus propósitos” Provérbios 16.4

Captura de tela 2016-02-16 18.40.57

Tudo é para ele.
O objetivo fundamental do Universo é demonstrar a glória de Deus.
Essa é a razão pelo qual tudo existe, incluindo você. Deus criou todas as coisas para a glória dele. E o que é a glória de Deus? Basta olhar ao redor. Tudo que foi criado por Deus reflete sua glória, de alguma forma.
A glória de Deus pode ser mais bem observada em Jesus Cristo. Ele, a Luz do mundo, revela a natureza de Deus. Graças a Jesus, já não somos ignorantes a respeito de quem Deus realmente é. A Bíblia diz: “O Filho é o resplendor da glória de Deus”. Jesus veio a este mundo para que pudéssemos entender completamente a glória de Deus. “Aquele que é a Palavra se fez carne e habitou entre nós. Nós vimos sua Vimos a sua glória […] cheio de graça e de verdade”. {Salmos 19:1, NVI} Devemos reconhecer sua glória, honrar sua glória, declarar sua glória, louvar sua glória, refletir sua glória e viver por sua glória. Por quê? Porque Deus merece! Nós lhe devemos toda a honra que pudermos dar. Uma vez que Deus fez todas as coisas, ele merece toda a glória. Como posso dar glória a Deus? Existem muitas formas de dar glória a Deus, mas elas podem ser resumidas nos cinco propósitos que ele estabeleceu para sua vida.
Damos glória a Deus ao adorá-lo. Adorar é o nosso primeiro dever para com Deus, e nós o adoramos ao apreciá-lo. Adorar é muito mais que louvar, cantar e orar a Deus. É um estilo de vida que compreende  apreciar a Deus, amá-lo e nos doar para sermos usados em seus propósitos. Quando você usa sua vida para a glória de Deus, tudo que faz pode se tornar um ato de adoração. A Bíblia diz: ” Usem o seu corpo inteiro como instrumento para fazer o que é justo, para a glória de Deus “.

Continuar lendo

Uma vida com propósitos: Dia 6

Dia 6 –   A VIDA É UMA ATRIBUIÇÃO TEMPORÁRIA

✍ Senhor, lembra-me de quão breve é o meu tempo na terra.
Lembra-me que os meus dias estão numerados
e que a minha vida está indo embora. 
Salmos 39.4; nlt

✍ Viverei poucos anos aqui na terra. Salmos 119.19; Linguagem de Hoje

Captura de tela 2016-02-16 10.21.43

A vida terrena é uma atribuição temporária.

A Bíblia é cheia de metáforas que ensinam a respeito da natureza breve e transitória da vida na terra. A vida é descrita como uma neblina, um corredor rápido, um sopro e um fio de fumaça. A Bíblia diz:…nossos dias sobre a terra são tão transitórios como uma sombra. (Jó 8.9; nlt)

Para usar sua vida da melhor forma possível, você não deve nunca esquecer duas verdades. Primeira: em comparação com a eternidade, a vida é extremamente breve. Segunda: a terra é apenas uma residência temporária. Você não ficará aqui por muito tempo, então não fique muito apegado. Peça a Deus que o ajude a ver a vida na terra como ele a vê. Davi orou: Então finalmente pedi a Deus: Senhor, mostra-me o pouco tempo que me resta aqui na terra. Mostra-me como a vida é curta e eu sou frágil. (Salmos 39.4;bv)

A Bíblia compara por várias vezes a vida na terra a uma habitação temporária em um país estrangeiro. Aqui não é seu lar permanente nem seu destino final. Você só está de passagem, apenas visitando. A Bíblia usa termos como forasteiro, peregrino, estrangeiro, estranho, visitante e viajante para descrever nossa breve estadia na terra. Davi disse: Viverei poucos anos aqui na terra. (Salmos 119.9;ntlh)e Pedro replicou: Se vocês chamam a Deus de Pai, levem a vida como residentes temporários na terra. (1Pedro 1.17;gwt)

Muitas pessoas se mudaram de outras partes do mundo para trabalhar nos Estados Unidos, mas elas ainda são cidadãs de seu país de origem. É obrigatório que elas carreguem um cartão de registro de visitantes (chamado green card), o qual lhes permite trabalhar lá, embora não sejam cidadãos americanos. Os cristãos deveriam carregar green cards espirituais, para nos lembrarmos de que a nossa cidadania é no céu. Deus diz que seus filhos devem pensar a respeito da vida de modo diferente dos que não são crentes. “Tudo o que eles pensam é sobre esta vida aqui na terra.” (Filipenses 3.19;nlt) Os verdadeiros crentes compreendem que há muito mais para viver do que os poucos anos que passamos neste planeta. A nossa identidade está na eternidade, e a nossa pátria é o céu. Quando você captar essa verdade, parará de se preocupar em “ter de tudo” sobre a terra. Deus é bastante categórico sobre o perigo de viver pelo aqui-e-agora, adotando valores, prioridades e estilos de vida do mundo ao redor. Quando flertamos com as tentações deste mundo, Deus chama isso de adultério espiritual. A Bíblia diz: “Vocês estão traindo a Deus. Se tudo o que vocês querem é viver do seu próprio jeito, flertando com o mundo sempre que possível, vocês vão acabar tornando-se inimigos de Deus e do jeito dele.” (Tiago 4.4;Msg)

Imagine que você tenha sido convidado por seu país para atuar como embaixador em uma nação inimiga. Você provavelmente teria de aprender outra língua e adaptar-se a alguns costumes e diferenças culturais, a fim de ser cortês e cumprir sua missão. Na função de embaixador, você não teria como se isolar do inimigo. Visando a cumprir sua missão, você teria de ter contato e se relacionar com o inimigo.

Mas suponhamos que você se sentisse tão à vontade nesse país que se apaixonasse por ele, preferindo-o à sua terra natal. Seu comprometimento e lealdade seriam alterados. Sua atuação como embaixador ficaria comprometida. Em vez de representar sua terra natal, você começaria a agir como o inimigo. Você seria um traidor.

A Bíblia diz: “Somos embaixadores de Cristo”. (2Coríntios 5.20;nlt) Lamentavelmente, muitos cristãos têm traído seu Rei e seu Reino. Eles têm estupidamente chegado à conclusão de que, por viverem na terra, aqui é o seu lar. Aqui não é o seu lar. A Bíblia é clara: “Amigos, este mundo não é o seu lar, então não fiquem à vontade. Não satisfaçam o ego em prejuízo da alma.” {1 Pedro 2:11, Msg} Deus não quer que fiquemos apegados ao que está a nossa volta, porque é uma situação temporária. Já fomos avisados de que os que têm um contato freqüente com as coisas deste mundo devem usá-las corretamente sem criar apego; pois este mundo e tudo o que está nele passarão. (1Coríntios 7:31;nlt)

Em comparação com outros séculos, a vida nunca foi tão fácil para grande parte do mundo ocidental. Somos freqüentemente entretidos, divertidos e servidos. Com todas as fascinantes atrações, mídia cativante e agradáveis experiências disponíveis hoje em dia, é fácil esquecer que a vida não consiste em perseguir a felicidade. É somente ao lembrarmos que a vida é um teste, uma incumbência de confiança e uma atribuição temporária que o encanto dessas coisas perderão o domínio sobre nossa vida. Estamos nos preparando para algo ainda melhor. As coisas que vemos agora estão aqui hoje e amanhã se foram. Mas as coisas que não podemos ver agora vão durar para sempre. (2Coríntios 4.18b; Msg)

O fato de a terra não ser nosso lar definitivo explica por que, como seguidores de Jesus, experimentamos dificuldades, aflições e rejeições neste mundo. (João 15.18,19; 16.20; 16.33)Isso também explica por que algumas promessas de Deus parecem não ter sido cumpridas, algumas orações parecem não-respondidas e algumas situações parecem injustas. Esse não é o final da história.

Para impedir que fiquemos muito apegados à terra, Deus nos permite sentir uma substancial quantidade de descontentamentos e desgostos na vida — anseios que jamais serão satisfeitos deste lado da eternidade. Não somos completamente felizes porque não era para sermos! A terra não é nosso lar definitivo; fomos criados para algo muito melhor.

Um peixe nunca seria feliz vivendo em terra, porque foi feito para viver na água. Uma águia jamais poderia ficar contente se não lhe fosse permitido voar. Você nunca se sentirá plenamente satisfeito na terra, porque foi feito para algo mais. Você terá momentos felizes por aqui, mas nada comparado ao que Deus tem planejado para você.

Perceber que a vida na terra é apenas uma atribuição temporária alteraria completamente os seus valores. Valores eternos, e não temporários, se tornariam fatores determinantes em suas decisões. Como C. S. Lewis comentou: “Tudo o que não é eterno é eternamente inútil”. A Bíblia diz: “Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno.” ( 2Coríntios 4.18; nvi )

É um erro fatal presumir que a meta de Deus para sua vida é a prosperidade material ou o sucesso popular apenas, como determina o mundo. A vida em abundância não necessariamente tem relação com abundância material. Jamais concentre seus esforços em coroas temporárias.(1Pedro 2.11)

Paulo foi fiel, e mesmo assim acabou em uma prisão. João Batista foi fiel, mas foi decapitado. Milhões de fiéis foram martirizados, perderam tudo o que tinham e chegaram ao fim da vida sem nada nas mãos. Mas o fim da vida não é o fim de tudo! Aos olhos de Deus, os maiores heróis da fé não são os que alcançaram prosperidade, sucesso e poder nesta vida, mas os que trataram esta vida como uma atribuição temporária e serviram fielmente, aguardando a recompensa que lhes foi prometida na eternidade. Eis o que a Bíblia diz sobre a Galeria dos Heróis da Fé, honrados por Deus: “Todos esses morreram pela fé. Não receberam as coisas que Deus prometera a seu povo, mas as enxergaram no futuro e ficaram alegres. Eles diziam que eram visitantes e estrangeiros na terra […] estavam esperando uma pátria melhor uma pátria celestial. Portanto, Deus não se envergonha de ser chamado Deus deles, porque preparou uma cidade para eles.” (Hebreus 11.13,16; ncv) O seu tempo sobre a terra não é toda a história de sua vida. Você tem de esperar chegar no céu para conhecer o resto dos capítulos. É preciso ter fé para viver na terra como estrangeiro.

É bem conhecida a antiga história a respeito de um missionário aposentado que ia para a América do Norte no mesmo navio do presidente dos Estados Unidos. Multidões ovacionando, uma banda militar, um tapete vermelho, faixas e a imprensa recepcionavam o presidente de volta ao lar, mas o missionário desembarcou do navio sem ser notado. Ressentido e com sentimentos de autocomiseração, começou a queixar-se para Deus.

Então Deus lembrou-o gentilmente: “Mas, meu filho, você ainda não chegou a casa”.

Não terão passado dois segundos de sua entrada no céu sem que você clame: “Por que eu fui dar tanta importância a coisas tão temporárias? Onde eu estava com a cabeça? Por que gastei tanto tempo, energia e preocupação no que não iria durar?”.

Quando a vida fica difícil e você é subjugado pelas dúvidas, ou quando fica imaginando se viver para Cristo vale o esforço, lembre-se de que você ainda não chegou a casa. Na morte, você não vai abandonar sua casa — você vai para casa.

AMPULHETA

SEXTO DIA
PENSANDO SOBRE MEU PROPÓSITO  DE VIDA

UM TEMA PARA REFLEXÃO: O mundo não é o seu meu lar.

UM VERSÍCULO PARA MEMORIZAR: Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno (2Coríntios 4.18; nvi).

UMA PERGUNTA PARA MEDITAR: Como o fato de a vida ser uma atribuição temporária, deve mudar a forma de eu viver neste exato momento?

Ponto de vista| Colocando a Palavra dentro de você.

Você já teve a experiência de ler uma parte da Escritura- ou talvez diversas páginas ou capítulos- e então parar e perceber que não faz a mínima ideia do que acabou de ler? Isso já aconteceu comigo mais vezes do que eu possa imaginar.

Quero sugerir um exercício prático que ajudará a fazer com que a Palavra chegue viva até você. Esse exercício fará com que você se concentre naquilo que está lendo, podendo evitar que suas devocionais se tornem cansativas e infrutíferas. Tenha em mente que ler apenas a Palavra não é suficiente. O objetivo é que as palavras escritas nas páginas fiquem gravadas permanentemente em nossos corações. Deus nunca pretende que nós simplesmente entrássemos em sua Palavra, mas que sua Palavra entrasse em nós. Assim, como fazer para gravarmos a Palavra em nossos corações e na nossa vida? Aqui está uma dica: Sem questionar, junto com o Espírito Santo, a maior e mais simples ajuda na minha vida devocional tem sido ler a Escritura com papel e caneta nas mãos; assim, eu posso anotar tudo aquilo que compreendo da palavra. Conforme escrevo o que Deus fala ao meu coração através da sua Palavra, as palavras saltam da página e ficam cheias de significado e vida para mim. Há diversas maneiras de escrever que podem ser úteis no estudo da Bíblia: a maioria delas está ilustrada na própria Escritura.

mulher.png

Escreva partes da Palavra
Em Deuteronômio 17.18-19, Deus deu ordem aos reis de Israel: “Quando se assentar no trono do seu reino, escreverá para si um traslado desta lei num livro…E o terá consigo e nele lerá todos os dias da sua vida”.

Qual foi o ponto desse exercício? Deus sabia o quão tendencioso o seu povo era para esquecer o que ele havia dito. Por repetidas vezes, Deus o desafiou a “lembrar-se” dele, a lembrar-se de sua lei, a lembrar-se do que havia feito por ele. O escrever a Palavra de Deus era um meio prático de ajudá-lo a lembrar. E também pode nos ajudar a lembrar. Gastar tempo escrevendo passagens específicas da Palavra nos força a pensar a respeito do que estamos lendo e a observar, mais cautelosamente, os detalhes do texto.

Escreva em sua Bíblia
Essa sugestão não é encontrada, especificamente, na Escritura (lembre-se de que raramente alguém possuía uma cópia da Bíblia antes do século XVI), mas tem sido uma ajuda prática e abençoada no crescimento do meu amor pela palavra. Quando eu era criança, meus pais nos incentivavam a sublinhar os versos que achássemos especialmente significativos. Ao longo dos anos, tenho lido e “marcado” muitas exemplares diferentes da Bíblia.
Além de sublinhar frases ou versos para enfatizá-los, frequentemente eu circulo ou ponho entre parêntesis palavras ou frases repetidas. Eu também escrevo referências cruzadas na margem, bem como notas sobre o significado de palavras ou frases específicas da passagem. Quando o Senhor usa um verso ou uma passagem para direcionar uma necessidade específica em minha vida, ou para incentivar-me ou condenar meu coração de um modo incomum, eu, frequentemente, indico a data em que esse encontro pessoal com o Deus vivo ocorreu. O espaço nas margens é, às vezes, usado para escrever respostas breves e pessoais à verdade, como “Sim, Senhor”, “Eu concordo”, “Mude meu coração, oh Deus”, ou “Faça isso verdade em minha vida, Senhor”.
biblia marcada
“A Bíblia que está caindo aos pedaços geralmente pertence a alguém que não está.” Charles H. Spurgeon

Anote o que foi compreendido na Palavra de Deus
Quando o apóstolo João estava no exílio na ilha de Patmos, teve uma visão do céu. O Senhor Jesus apareceu a ele e disse: “O que vês escreve em livro… Escreve, pois, as coisas que viste” (Ap 1.11,19).

Ao longo dos anos, tenho escrito em meus diários pessoas centenas de páginas de observações e conhecimentos dados a mim pelo Espírito Santo enquanto leio e medito na Palavra. Assimilar esses conhecimentos nos ajuda a esclarecer, entender e lembrar os caminhos de Deus. O processo de escrevê-los torna mais profundo o nosso amor e apreciação à verdade da Palavra de Deus. Você pode perguntar: Como saber o que escrever? Muitos estudiosos da Bíblia sugerem que façamos três perguntas básicas cada vez que lermos a Bíblia.

O que ela diz? (Faça observações sobre o texto)

1. Resumir. Após ler a passagem, tente dar um título para o livro inteiro, capítulo e parágrafos individuais. Procure por um verso- chave que detenha o ponto principal da passagem. Escreva um pequeno resumo da passagem , incluindo os pontos principais.
2. Parafrasear.Tente escrever a passagem com suas próprias palavras.
3. Fazer perguntas.Use as mesma perguntas que você faria se estivesse escrevendo para um jornal: Quem? O quê? Quando? Onde? Por quê? Como?
4. Procurar padrões. Procure palavras ou frases repetidas que ajudem você a entender o que o autor quer enfatizar.

5. Procurar referências cruzadas.O Espírito Santo pode trazer à mente outros versos que se relacionam, confirmam ou iluminam o que você está lendo.

O que isso significa? (Procure as implicações ou interpretações do textos)
1. O que essa passagem me ensina sobre Deus?
2. O que essa passagem me ensina sobre Jesus?
3. O que essa passagem me ensina sobre o Homem?
4. Há nela alguma promessa a ser reivindicada?
5. Há nela alguma ordem a ser obedecida?
6. Há nela algum exemplo a ser seguido?

7. Há nela pecados a serem evitados?

O que devo fazer? ( Faça aplicações prática do texto)
1. Como essa verdade se aplica à minha vida? À minha situação?
2. Em vista dessa verdade, o que deve ser mudado em minha vida?
3. Que passos práticos posso tomar para aplicar essa verdade à minha vida?
dúvida-bíblia.jpg
Anote os momentos mais importantes de sua peregrinação espiritual.

Com o passar dos anos, tenho feito um registro dos diversos momentos significativos da minha caminhada com Deus. Embora a maioria dessa experiências esteja centralizada em circunstâncias específicas da minha vida, elas,  constantemente, surgiram da Palavra de Deus, pois o Espírito usa qualquer coisa que esteja lendo no momento para iluminar meu caminho.

Por Nancy Leigh Demoss – (A Biblia da Mulher)

Presente Diário: REALIDADE

ઇઉ Presente Diário: REALIDADE

✏ Leitura Bíblica (Salmos 119:160)

FEV 01As pessoas, freqüentemente, colocam outra coisa no lugar da fé – substituem-na pelo assentimento mental ou a concordância mental.

Concordam mentalmente que a Palavra de Deus é verdadeira e chamam isso de fé. No entanto, concordar mentalmente com a Palavra não é fé. E possível aceitar mentalmente que a Bíblia é verdadeira, mas Ela não se tornará uma realidade para nós até que a pratiquemos. Quando colocamos em prática a Palavra de Deus, Ela se torna uma realidade. Você pode, por exemplo, crer na doutrina da ressurreição e considerá-la excelente (em alguns círculos, não passa disso: uma doutrina ou dogma), mas ela não terá o mínimo significado para você a não ser que afirme: “Jesus morreu por mim! Jesus ressuscitou vitorioso sobre a morte, o inferno e o sepulcro. Ele o fez por mim! Jesus ressuscitou, tendo vencido Satanás! Jesus venceu Satanás por mim! Logo, Satanás não tem domínio sobre mim! Estou livre!”

A ressurreição não significará coisa alguma na sua vida até que você possa dizer as palavras mencionadas anteriormente. Então, a verdade da ressurreição, conforme consta na Palavra de Deus, tornar-se-á algo mais do que mera doutrina, algo mais do que outro dogma, credo ou mera teoria: será uma realidade!

ઇઉ  A Palavra é verdadeira. Logo, pratico-a como sendo verdadeira, e a Palavra se torna realidade na minha vida.

Qual é o próximo grande evento profético a acontecer conforme a Bíblia?

daniel-revisited-cover_iran-vs-turkey-3Alguns dizem que é o arrebatamento da igreja. Outros dizem que é revelação do Anticristo. Alguns crentes esperar um tratado de paz entre Israel e as nações árabes vizinhas. Mas o que realmente Bíblia diz sobre isso?

 Vamos dar uma olhada ! A palavra de Deus é a autoridade.
O livro de Apocalipse diz que o testemunho de Jesus é o espírito de profecia. Assim, devemos dar respeito à profecia bíblica. Jesus quer que sua igreja saiba tudo o que a Bíblia tem a dizer. TUDO. Não apenas o Evangelho. Na verdade todas as profecias da Bíblia são, em última instância sobre o evangelho de Jesus Cristo.Eu estava deslumbrado quando eu percebi o fato de que quase 30% da Bíblia consiste de profecias, tanto cumpridas e não cumpridas. Vamos voltar ao tópico.
Nós, os crentes sabemos a verdade de que o retorno de nosso Senhor está próxima. Mas a igreja ainda está dormindo. Muitos dos chamados cristãos não são sequer incomodados sobre o retorno de Jesus e é realmente uma coisa triste. Quando estudamos sobre o primeiro século da Igreja, que a urgência escatológica podia ser visto em suas vidas. Eles esperavam que o retorno do Senhor em seu tempo de vida. Isso levou-os a deram suas vidas para a fé em Yeshua.
Eu acredito que estamos vivendo nos últimos dias. Nós vamos ver Jesus, que vem com as nuvens do céu. O que é um glorioso evento que vai acontecer! ALELUIA!
No livro de Daniel, capítulo 8, vemos uma visão que Deus deu a ele durante o terceiro ano do reinado do rei Belsazar.

E eu vi em uma visão; e sucedeu que, quando vi, que eu estava em Shushan no palácio, que está na província de Elam; e eu vi em uma visão, que eu estava junto ao rio Ulai. 

Então eu levantei os meus olhos, e vi, e eis que estavam em pé diante do rio um carneiro, que tinha dois chifres; e os dois chifres eram altos; mas um era mais alto do que o outro, eo mais alto subiu por último.
Vi que o carneiro empurrando para o oeste, e para o norte e para o sul; e nenhum dos animais lhe podia resistir, nem havia quem pudesse livrar-se da sua mão; e ele fazia conforme a sua vontade, e se engrandecia.
Daniel: 8-2,3 KJV

Aqui, enquanto Daniel estava em Shushan, que está na província de Elam (dia moderno Irã), ele viu um carneiro com dois chifres. Uma foi maior que a outra.Um alto subiu por último.

 O Ram empurrou para o oeste, em direção ao sul e para o norte e nenhum animal poderia resistir a ele. O Ram fez conforme a sua vontade e tornou-se grande.
 E, estando eu considerando, eis que um bode vinha do ocidente sobre a face de toda a terra, mas sem tocar no chão; e aquele bode tinha um chifre notável entre os olhos. 
E ele veio para o carneiro que tinha dois chifres , que eu tinha visto em pé diante do rio, e correu contra ele no furor da sua força. E vi-o chegar perto do carneiro; e, movido de cólera contra ele, o feriu, e quebrou os dois chifres; e não havia força no carneiro para lhe resistir, mas lançou-o para baixo para o chão, e carimbada em cima dele: e não houve quem pudesse livrar o carneiro da sua mão.
Daniel 8: 5-7 KJV
De repente, Daniel viu um bode vindo do oeste. Ele correu tão rápido para o Ram sem tocar o chão. Cabra tinha apenas um chifre em comparação com carneiro, que tinha dois. The Goat atacou o Ram com o poder furioso. Ele quebrou os dois chifres de Ram e pisoteou-o ao chão. Ninguém poderia resgatar o Ram do Bode.
Portanto, o bode se engrandeceu sobremaneira; e estando ele forte, aquele grande chifre foi quebrado; e no seu lugar subiram outros quatro também insignes, para os quatro ventos do céu. E de um deles saiu um chifre pequeno, o qual cresceu muito para o sul, e para o oriente, e para a terra formosa. E engrandeceu, mesmo para o exército dos céus; e deitou por alguns do exército e das estrelas para o chão, e os pisou.
Daniel 8: 8-10 KJV
Após a vitória, o Bode se tornou tão grande. Mas no auge desta vitória o grande chifre foi quebrado. No lugar dele quatro chifres notáveis ​​vieram para cima em direção quatro ventos do céu. Fora de um deles veio um “pequeno chifre”, que cresceu muito até mesmo para a terra gloriosa, que sabemos que é Israel. O chifre pequeno não parou por aí. Ele cresceu para o exército do céu e lançou por terra algumas das estrelas no chão.
Sim, ele se engrandeceu até o príncipe do exército, e por ele o sacrifício diário foi levado embora, eo lugar do seu santuário foi deitado abaixo. E um exército foi dado contra o sacrifício contínuo, por causa da transgressão; lançou a verdade por terra; e é praticado, e prosperou .
Daniel 8: 11-12 KJV
 Ele se exaltou e por ele o sacrifício diário foi levado embora. Este pequeno chifre tem um exército pelo qual ele vai conseguir isso. Ele lançou a verdade por terra e ele prosperou.
Este é o resumo da visão Daniel serra. Qual é o significado disso? Felizmente Deus tem o significado para este no mesmo capítulo.
E veio perto de onde eu estava; e vindo ele, fiquei amedrontado, e caí com o rosto; mas ele me disse: Entende, filho do homem, porque no tempo do fim será a visão. Ora, enquanto ele falava comigo, eu estava em um sono profundo no meu rosto para o chão, mas ele me tocou, e me pôs em pé. E ele disse: Eis que te farei saber o que deve ser na última final da indignação:. Porque a seu tempo determinado do fim ser
Daniel 8: 17-19 KJV

A primeira coisa que Gabriel disse a Daniel foi que a visão é para o “tempo do fim”. Este será cumprida no “último tempo da ira”.

O carneiro que viste com dois chifres são os reis da Média e da Pérsia.

E o bode peludo é o rei da Grécia; eo grande chifre que tinha entre os olhos é o primeiro rei.
Daniel 8- 19,20.

Então, agora temos a compreensão do que realmente Ram e Cabra indicar.Carneiro com dois chifres são reis da Média e da Pérsia (atual Irã) e do Bode é o rei da Grécia (Yavan, que é dia moderno Turquia, e não a Grécia de hoje). O grande chifre entre os olhos de cabra é o primeiro Rei (Líder).

O ter sido quebrado, enquanto quatro se levantou para ele, quatro reinos se levantarão da mesma nação, mas não em seu poder.

Mas, no fim do seu reinado, quando os transgressores tiverem chegado ao máximo, um rei, feroz de semblante, e entendido em adivinhações, se levantará.

E o seu poder deve ser poderoso, mas não pela sua própria força; e destruirá maravilhosamente, e prosperará, e prática, e destruirá os poderosos eo povo santo.
Daniel 8-22,23,24.

Aqui aquele Grande Chifre é “quebrado” e em seu lugar quatro novos chifres surgiu. Mas isso não vai ter a mesma potência. Após esta fora de um de esta região, um “rei feroz de semblante” virá. Ele entende “adivinhações”. Seu poder será sem precedentes. Seu próprio Satanás, que estará dando poder a este rei. Ele destruirá wonde rful ly. Em outras palavras, Ele será um homem da destruição. Ele irá destruir poderoso e “pessoas santas”.

Os “adivinhações” poderia significar o Alcorão. Quran contém pelo menos 109 versos apelando à violência contra judeus e cristãos. “Povo Santo” são judeus e cristãos, os filhos de Deus. “Rei feroz de semblante” é o próprio Anticristo.

E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão; e se engrandecerá em seu coração, e pela paz destruirá a muitos: ele se levantará contra o príncipe dos príncipes; mas será quebrado sem mão.
Daniel 8: 25-

Ele será novamente engrandecerá. Ele irá destruir muitos por “paz”. Ele vai lutar contra o “príncipe dos príncipes”, que é Jesus Cristo. E, finalmente, ele será destruído pelo próprio Deus.

Este é o resumo da visão. Muitos especialistas em profecias bíblicas afirmam que essa profecia já está cumprida quando império grego sob Alexandre conquistou a Pérsia. Mas a Escritura novamente e novamente diz que a visão é para ÚLTIMOS DIAS. Alexander conquistou a Pérsia antes do nascimento de Cristo. Então, como pode este evento ser ligado a dia acabar? Será que o mundo terminará logo após a vitória de Alexandre? DE MODO NENHUM !!

Então Daniel 8 a guerra não é um evento passado. Ela será realizada em breve.Esta guerra, que culmina em uma vitória turca sobre o Irã irá marcar a chegada do Anticristo.

Em resumo,

1. O Irã atacará nações Oeste, Norte e Sul e nenhum poder será capaz de detê-los ATÉ contra-ataques Turquia.

2. A Turquia virá sem tocar o chão (usando sua força aérea?) E derrota o Irã. O Irã não vai ser capaz de resistir contra a Turquia, como é a segunda maior força militar na NATO depois dos Estados Unidos.

3. A Turquia torna-se muito grande (pode ser por causa dos louvores do mundo para salvar a região da agressão iraniana?)

4. No auge de sua vitória, o rei ou líder que vai liderar o ataque será ou jogado para fora do poder ou mortos. Bíblia diz que o chifre é “quebrado”.

5. Em seguida, a região (antiga Assíria) será dividido em 4 partes, a partir da qual o Anticristo aparecer.

6. Esse chifre pouco ou anticristo irá destruir muitos por paz (Quantas vezes você já ouviu falar que o Islã significa paz?). Ele será Islâmica sem dúvida.

Então, o que nós realmente precisamos é assistir a próxima guerra turco-iraniano. Esta guerra vai trazer o Anticristo ao cenário mundial. Precisamos vigiar e orar como Jesus mandou. Mark Davidson em seu livro “Daniel Revisited” tem escrito extensivamente sobre o assunto. Eu recomendo a todos vocês a ler esse livro.

Fonte: The Revelation Revealed

A importância da profecia

“Onde não há profecia, o povo se corrompe; mas o que guarda a lei esse é bem-aventurado.” Provérbios 29:18

Analisando a passagem bíblica podemos entender um pouco sobre esse assunto que muitos dizem conhecer, mas poucos sabem o ato prático de tal ação.
Quando falamos em profecia, falamos de algo concreto descrito na bíblia. Se pararmos para analisar o primeiro livro da bíblia, temos as primeiras profecias já relatadas, tais como: “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança…” Gênesis 1:26, demonstrando assim que AQUELE que é feito nova criatura em Cristo Jesus, assume uma nova forma, uma nova identidade. Não mais é um homem segundo a natureza de Adão (natureza do pecado), por que todos pecaram e destituídos foram da glória de Deus (Romanos 3:23). Isso nos mostra que o ser humano, nascido da água e do Espírito, está em constante aperfeiçoamento, até alcançar a estatura perfeita do perfeito filho de Deus, como nos diz: “Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.” Efésios 4:12-14. Isso se dará por completo, quando for transformado o corruptível em incorruptível (1 Coríntios 15:53), mas não vamos alongar nesse assunto, pois não é o nosso objetivo principal. Mas seguindo esse raciocínio percebemos que esta foi a causa pela qual o ser humano se corrompeu, pois deixou de ouvir a voz da profecia desde a sua criação, como citado em provérbios 29 e no início desse texto, para ouvir vozes racionais segundo a forma do nosso limitado entendimento.
No mesmo livro de Gênesis temos outra profecia importante: “E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.” Gênesis 3:15, mostrando a vitória final de Cristo sobre a antiga serpente Satanás. Essa profecia é novamente citada em Romanos 16:20 e Apocalipse 12:9-10. Com isso fizemos um breve apanhado, bem básico entre a diferença do santo com o profano, dos planos de Deus e dos planos contrários a Deus, sobre o plano de salvação e regeneração da alma, que se centraliza em Cristo e na sua morte na cruz. Se formos explicarmos ponto a ponto, tópico a tópico, creio que escreveríamos milhares de livros e ainda não seria suficiente.
698Deus nomeou nos tempos antigos homens separados para transmitir a voz de Dele para a humanidade. Destes podemos destacar dois que profetizaram para o seu tempo e para o tempo presente em que vivemos e para o futuro. Destacamos dentre estes, Enoque e Noé. Enoque no seu tempo profetizou sobre os falsos profetas dos dias de hoje e sobre o juízo de Deus sobre Continuar lendo