Presente Diário: Entrando para a família

ઇઉ Presente Diário: Entrando para a família
Leitura Bíblica: Gálatas 3:26_4:7
Pois todos vós sois filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus. —Gálatas 3:26

16-770x425

Maurice Griffin foi adotado aos 32 anos de idade. Ele havia vivido com Lisa e Charles Godbold por 20 anos, tendo-os como seus tutores. Apesar de Maurice ser agora um homem vivendo por conta própria, a completude do processo de adoção era o que ele e a família sempre quiseram. Estando reunidos com a adoção oficial, Maurice comentou: “Este é provavelmente o momento mais feliz da minha vida […] Estou feliz por estar em casa.”

Aqueles de nós que ingressamos na família de Deus podemos nos referir àquele momento como o momento mais feliz em nossas vidas. Quando confiamos nossa salvação a Cristo, nos tornamos filhos de Deus e Ele se torna o nosso Pai celestial. A Bíblia nos garante: “Pois todos vós sois filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus” (Gálatas 3:26).

Como filhos adotados de Deus, nós temos irmãos espirituais — nossos irmãos e irmãs em Cristo — e todos nós compartilhamos de uma herança eterna (Colossenses 1:12). Além disso, o Espírito de Jesus habita em nossos corações e nos capacita a orar usando o nome Abba, Pai (Gálatas 4:6) — como uma criança chamando, “Papai”.

Ser filho de Deus é experimentar a proximidade e a segurança de um Pai que nos ama, aceita e quer nos conhecer. A nossa adoção em Sua família é uma maravilhosa volta ao lar.

Os braços de Deus estão sempre abertos para receber qualquer um de volta em casa.

Presente Diário: DETERMINAÇÃO

ઇઉ Presente Diário: DETERMINAÇÃO
Leitura Bíblica: RUTE 1:6,11-18)
…o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. —Rute 1:16

 

Durante uma reportagem sobre a condição dos refugiados deslocados de um país destruído pela guerra, fiquei chocado com as palavras de uma menina de 10 anos. Apesar de haver pouca possibilidade de retorno à terra natal, ela demonstrou um espírito resiliente: “Quando voltarmos, vou visitar meus vizinhos; vou brincar com meus amigos,” disse com determinação pacífica. “Meu pai diz que não temos nossa casa, e eu lhe disse que vamos consertá-la.”

Há lugar para a tenacidade na vida, especialmente quando ela está enraizada em nossa fé em Deus e no amor pelos outros. O livro de Rute começa com três mulheres unidas por uma tragédia. Após o marido de Noemi e seus dois filhos morrerem, ela decidiu retornar à sua casa em Belém e incentivou suas noras viúvas a permanecerem em seu país, a terra de Moabe. Orfa permaneceu, mas Rute jurou ir com Noemi, dizendo: “…o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus” (Rute 1:16). Quando Noemi viu que Rute “…estava resolvida a ir com ela…” (v.18), as duas começaram sua jornada juntas.

Às vezes, a teimosia é algo que está enraizado no orgulho, mas o comprometimento nasce do amor. Quando Jesus foi à cruz, “…manifestou, no semblante, a intrépida resolução de ir para Jerusalém” (Lucas 9:51). Por Sua determinação de morrer por nós, encontramos a força que nos orienta a viver por Ele.

O amor exige o comprometimento.

Uma vida com propósitos: Dia 37

Dia 37 – PARTILHANDO SUA MENSAGEM DE VIDA

✍   Quem crê no Filho de Deus tem o testemunho de Deus nele. 1 João 5:10a; GWT

✍  A vida de vocês ecoa a Palavra do Senhor […] as notícias sobre sua  em Deus são conhecidas. Já não temos que dizer mais nada — vocês são a mensagem! 1 Tessalonicenses 1.8; Msg

7

Deus lhe deu uma mensagem de vida para partilhar

Quando você se tornou cristão, da mesma forma se tornou mensageiro de Deus. Deus quer falar ao mundo através de você. Paulo disse: [Nós] falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus.(1Coríntios 2.17b; NCV) Você pode sentir que não tem nada para compartilhar, mas isso é apenas o Diabo tentando mantê-lo em silêncio. Você tem um depósito de experiências que Deus deseja utilizar para trazer outras pessoas para a família que é a igreja. A Bíblia diz: Quem crê no Filho de Deus tem em si mesmo esse testemunho.(1 João 5.10a; GWT.) Sua mensagem de vida está dividida em quatro partes:

• Seu testemunho, a história de como você iniciou um relacionamento com Jesus.
• Suas lições de vida. as mais importantes lições que Deus lhe ensinou.
• Suas paixões de origem divina: as questões pelas quais você mais se interessa, segundo a forma que Deus lhe deu.
• As boas-novas, a mensagem da salvação.

Sua mensagem de vida inclui seu testemunho

O testemunho é a história de como Cristo foi importante na sua vida. Pedro nos diz que fomos escolhidos por Deus para fazer sua obra e falar por ele, a fim de dizer aos outros, noite e dia, a diferença que ele fez para vocês.(1Pedro 2.9; Msg.) Esta é a essência do testemunho: simplesmente partilhar suas experiências pessoais no que diz respeito ao Senhor. Em um tribunal, não se espera que a testemunha debata o caso, comprove a verdade ou insista em determinado veredicto. Esse é o trabalho dos advogados. A testemunha simplesmente conta o que lhe aconteceu ou o que viu. Jesus disse: [Vocês] serão minhas testemunhas, (Atos 1.8; NVI) e não Vocês serão meus advogados. Ele quer que você conte sua história para os outros. Dar seu testemunho é uma das partes principais de sua missão na terra, porque é original. Não há outra história exatamente igual à sua, então somente você pode contá-la. Se você deixar de partilhá-la, ela será perdida para sempre. Você pode não ser um estudioso da Bíblia, mas é uma autoridade quando se trata de sua vida; também porque é difícil argumentar com uma experiência pessoal. Na prática, seu testemunho pessoal é mais eficaz que um sermão, porque as pessoas que não crêem vêem os pastores como vendedores profissionais, mas vêem a você como um cliente satisfeito; logo, lhe dão mais credibilidade.
Continuar lendo

SOBRE DEUS ESTÁ O CETRO DE GOVERNO

deus_no_controle

Amados (as) há uma preocupação que permeia o meu coração. E essa preocupação está em ver o desconhecimento sobre Deus em uma grande parte das pessoas e especificamente em cristãos. E vou explicar a minha preocupação e o meu estarrecer, mas ao mesmo tempo uma adoração surge ao Rei dos reis, pois em Lucas 18:8b Ele já nos alertava, demonstrando que Ele é conhecedor dos tempos e, portanto é Senhor Excelente sobre todas as coisas, afinal todas as coisas estão sob o Seu governo: “Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?”. Tal afirmação deveria nos deixar alertas e fazer com o que Judas escreveu: “tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.” Judas 1:3.

O que temos visto é o real cumprimento da profecia: “Eis que vêm dias, diz o Senhor DEUS, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR. E irão errantes de um mar até outro mar, e do norte até ao oriente; correrão por toda a parte, buscando a palavra do Senhor, mas não a acharão.” Amós 8:11-12. Afinal essa geração se baseia mais nas meias verdades que são apresentadas a ela, do que no que Deus deixou escrito na sua Santa Palavra. E esse tem sido o fator preocupante, porque nunca se viu uma geração tão analfabeta biblicamente e tão apta a ser levada pelos engodos do príncipe desse mundo.

O que mais causa espanto é de que pouco se mostra com relação a que haverá uma melhora no estudo diligente e sedento das escrituras; ao contrário, tem se demonstrado uma total falta de zelo por aquilo que Deus falou.

Por isso percebemos claramente o fato de não conhecerem o Deus que diz conhecer, porque como irão conhecer Àquele que bradou: “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam.” João 5:39 se não se interessam por examiná-la? Além do que, por não conhecerem (até mesmo um grande número de pastores) não podem oferecer uma fé genuína a essa geração, porque a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.” Romanos 10:17. Por isso vemos que as palavra de Cristo em Lucas 18:8 são verdadeiras. Isso denota não apenas a falta de fé, mas também a fé aplicada nas coisas erradas; sendo um pouco mais específico no assunto, a fé está sendo depositada naquilo que não deveria ser depositada.

Há uma distorção cognitiva no que a bíblia relata quanto ao tempo da volta do Messias, o nosso Senhor Jesus.

Então explicarei, e logo vocês entenderão sobre o assunto que estou querendo explanar.

A bíblia sempre demonstrou o governo e o poderio do Deus Criador dos céus e da terra (Adonai Elohim) e também expôs nas sagradas escrituras os sinais que despertariam os seus escolhidos. Mas, o que estamos ouvindo e vendo, é uma crescente de cristãos que estão perdendo o foco sobre a gloriosa volta de Cristo para se entregarem ao fascínio pelo ocultismo e pelos enganos de Satanás, mesmo que sem perceber.

Como muitas pessoas sabem, ou ouviu falar pelo menos alguma vez, que o nosso inimigo sempre buscou que o louvor e adoração fossem voltado a ele; então desde o princípio ele enganou algumas criaturas celestes, e continua enganando uma boa parte da humanidade, a fim de mudar o foco da adoração que é digna apenas ao Único e Verdadeiro Deus, para ser direcionada ele mesmo. E onde eu quero chegar com isso? Continuar lendo

Presente Diário: PEREGRINOS

ઇઉ Presente Diário: PEREGRINOS

✏ Leitura Bíblica: Hebreus 11.8-16

Amados, insisto em que, como estrangeiros e peregrinos no mundo, vocês se abstenham dos desejos carnais que guerreiam contra a alma (I Pe 2.11).

Captura de tela 2016-02-21 09.52.39

A caminhada do povo de Israel pelo deserto em peregrinação rumo a Terra prometida é sempre uma ótima comparação com a nossa caminhada neste mundo em direção a Nova Jerusalém, ao encontro com Deus no céu. Infelizmente, como aquele povo se desviou pelo caminho, muitas vezes nós também tomamos atitudes erradas e vivemos como se o deserto fosse a nossa morada.
Todos os dias é preciso lembrar que somos peregrinos, estrangeiros neste mundo. Devemos nos afastar dos pecados e desejos que lutam contra nossa santidade. Nosso comportamento deve demonstrar nossa fé. Nós somos o povo de Deus, devemos viver conscientes de que o caminho é um processo de descoberta, uma preparação para algo que está por vir. Ser um peregrino, que vive comprometido com a sua missão e por onde passa se compromete com as pessoas que conhece, unindo forças para cumprir o seu chamado.
Muitas pessoas até conseguem compreender que este mundo não é seu lar, mas no lugar de viverem como peregrinos vivem como turistas. Pessoas que só estão interessadas em si mesmo. O turista está de passagem e sua motivação é viver novas experiências. Ele quer desfrutar dos lugares que conhece, mas não se compromete com nada e ninguém que está à sua volta. Muitos vivem como se Deus as tivesse colocado no mundo para uma temporada de férias. Fazem de seus dias uma aventura divertida, sem compromisso. Vivem livremente fazendo o que acham melhor.
É preciso entender que a vida que recebemos é dada por Deus com o propósito de cumprir nossa missão. Como peregrinos devemos viver pela fé como Abraão, que obedeceu o seu chamado, deixando tudo para trás, peregrinou pelo deserto em busca da terra prometida. Fez isso, pois sua esperança não era limitada a este mundo, esperava uma pátria melhor, a pátria celestial.

Os peregrinos mostram em sua vida que estão em busca de uma pátria.

Quatro causas de sofrimento em 1ª Pedro

Captura de tela 2015-12-21 10.20.56

✏ PRIMEIRO, sofremos por causa de várias provações ou testes que Deus permite para refinar nossa fé.

“…que pelo poder de Deus sois guardados, mediante a fé, para a salvação que está preparada para se revelar no último tempo; na qual exultais, ainda que agora por um pouco de tempo, sendo necessário, estejais contristados por várias provações, para que a prova da vossa fé, mais preciosa do que o ouro que perece, embora provado pelo fogo, redunde para louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo” 1 Pedro 1:5-7

✏ SEGUNDO, sofremos por causa de nossa consciência para com Deus que nos leva a padecer injustamente.

“Porque é coisa agradável, que alguém, por causa da consciência para com Deus, sofra agravos, padecendo injustamente. Porque, que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas se, fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus.” 1 Pedro 2:19,20

✏ TERCEIRO, sofremos porque trazemos sobre nós o nome de Cristo e somos rejeitados como ele foi rejeitado neste mundo.

“Se pelo nome de Cristo sois vituperados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus; quanto a eles, é ele, sim, blasfemado, mas quanto a vós, é glorificado. Que nenhum de vós padeça como homicida, ou ladrão, ou malfeitor, ou como o que se entremete em negócios alheios; Mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus nesta parte.” 1 Pedro 4:14-16

✏ QUARTO, sofremos pelo constante ataque de nosso arquinimigo o diabo, que tenta de todas as formas enfraquecer nossa fé e nos levar a negar a Cristo, como fez com o próprio Pedro, autor desta mesma epístola.

“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; Ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo.” 1 Pedro 5:8,9

deus limpara

[Aviso: Estas são causas de sofrimentos de quem tem a Cristo como Salvador e Senhor. Para os demais os sofrimentos nesta vida são meramente resultado do pecado inerente a todo ser humano ou por insistirem em permanecer longe de Deus. Para os que persistirem na incredulidade “resta uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo” Hebreus 10:27.]

Por Mario Persona

Senhor, acrescenta-nos a fé

C017-001Chegamos aos dias atuais e podemos observar que os sinais preditos pelo Senhor com respeito à sua vinda estão tornando-se cada vez mais intensos. O mundo caminha para a convulsão e a chamada igreja visível para a apostasia total.
Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha aapostasia…” 2 Tessalonicenses 2:3
Ouve-se muitos dizendo que somos a geração do avivamento, e que Deus vai derramar bênçãos sem medida sobre esta geração de cristãos. Mas, ao analisar as escrituras, observamos que ocorrerá (e já está ocorrendo), justamente o oposto: Uma apostasia sem precedentes no meio do movimento dito cristão:
“Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão.” Mateus 24:10

E esta apostasia fará com que a fé de muitos naufrague, extinguindo totalmente o amor pelo Senhor:

“E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.”  Mateus 24:12
Será um período tão terrível que Jesus fez a seguinte pergunta:
“Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?” Lucas 18:8
Mas os escolhidos ficarão de pé, nem que seja para ser martirizado por amor do nome de Jesus:
“Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.” Apocalipse 2:10
E aqueles que perseverarem até ao fim, serão salvos:
“Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo.” Mateus 24:13
Irmãos, vamos estar vigilantes, pedindo ao Senhor que aumente a nossa fé para que possamos ser dignos de naquele dia estamos de pé diante do filho do homem.
Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem.” Lucas 21:36
Maranata! Ora vem Senhor Jesus

Você realmente tem fé?

Andando-sobre-as-águasMuitos afirmam crer em Deus, mas pouquíssimos realmente possuem fé. Crer num Deus onipotente, onipresente e onisciente é fácil. Difícil mesmo é colocar esse “crer” em ação. Isso sim é ter fé!

A palavra fé, vem do original grego pistis, e uma de suas aplicações é “estar em harmonia ou sintonia com Deus”. Ter fé não é esperar que Ele trabalhe por mim porque tenho fé suficiente, mas sim possuir intimidade tal que me faça trabalhar por Ele, pelo seu reino e sua justiça. Muitos “pastores” tem induzido milhares de ovelhinhas a exercitarem a sua “fé” pulando do pináculo do templo, mas o verdadeiro pastor nos orienta a descermos pelas escadas e a não colocarmos Deus à prova. Não tenho fé suficiente pra andar sobre as águas, porque creio que isso é sinal do Messias, mas, pelo seu reino e a sua justiça, nadar eu posso. Sim, nisso eu boto fé! Porque tudo posso NAQUELE que me fortalece!

Estando em real harmonia com Deus, a vontade Dele passa a ser a minha vontade, e então, versículos como o de Mateus 17:20 começam a fazer mais sentido: “… porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível.” E o que é ter fé como um grão de mostarda? É mesmo diante de sua pequenez, ter a convicção de que seu relacionamento com Deus, se bem “alimentado”, pode se desenvolver e se transformar numa grande árvore! E quando a intimidade chega neste ponto, somos capazes de discernir se realmente é a vontade de Deus que uma montanha mude de lugar.

Mas como estar em sintonia com alguém que mal conhecemos? Você realmente conhece a Deus? Pode afirmar isso? Se a sua resposta for negativa ou parecida com: “não estou muito certo…”, é porque a fé ainda não é real em sua vida. É impossível conhecer alguém sem conviver, sem caminhar junto. Só conquistamos intimidade com uma pessoa quando convivemos e somos transparentes em nosso relacionamento. É estar em total sintonia, sem nenhuma interferência na amizade.

Mas e na prática? Como exercer harmonia, sintonia e intimidade com um ser tão superior? Parece algo tão distante, não é mesmo? Muitos buscam conhecer a Deus e exercer intimidade através de cânticos, encontros, rituais ou práticas religiosas. Chegam inclusive a clamar de todo o coração: “Pai, queremos ver tua face! Quero te ver Senhor! Quero te conhecer, ouvir a tua voz!” Interessante que Filipe, um dos discípulos, também demonstrou esse interesse: “Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta”. E a resposta de Jesus, como sempre, foi simples, direta e reta:

“Você não me conhece, Filipe, mesmo depois de eu ter estado com vocês durante tanto tempo? Quem me vê, vê o Pai. Como você pode dizer: ‘Mostra-nos o Pai’? Você não crê que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu lhes digo não são apenas minhas. Pelo contrário, o Pai, que vive em mim, está realizando a sua obra. Creiam em mim quando digo que estou no Pai e que o Pai está em mim; ou pelo menos creiam por causa das mesmas obras… Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim. Se vocês realmente me conhecessem, conheceriam também o meu Pai. Já agora vocês o conhecem e o têm visto”. João 14:6-11

Querido(a), quer mesmo conhecer a Deus? Ter intimidade com Ele? “Se vocês realmente me conhecessem, conheceriam também o meu Pai” O primeiro passo é conhecer Jesus. Como? Através da leitura dos Evangelhos, que são os registros de sua trajetória aqui na terra, desde o seu nascimento até a sua morte. Leia os livros de Mateus, Marcos, Lucas e João de trás pra frente, de frente pra trás, de baixo pra cima e de cima pra baixo. Depois vire do avesso e leia de novo. Em seguida, leia as cartas que seguem para absorver a aplicação dos ensinamentos de Cristo através da vida dos apóstolos.

Mas é importante lembrar que a sintonia não acontece quando apenas um dos lados é conhecido. Deus deseja te escutar também! Fale de seus medos, preocupações, angústias, anseios, alegrias, gratidões… É necessário que o canal de comunicação entre vocês esteja sempre aberto. E este deve ser um exercício diário para aquele que diz acreditar em Deus. Para alguns, esse processo pode parecer estranho no início, mas com o passar do tempo acaba se torna natural e prazeroso, como qualquer outra relação de amizade, que vai se estreitando com o passar dos anos.

“Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam”. Hb 11:6. Este versículo nos deixa duas lições preciosas. A fé exige de nós duas ações: CRER e BUSCAR. Uma não faz sentido sem a outra. Se você afirma crer em Deus, mas não busca conhecê-Lo, sua fé não existe, é morta. Como disse um grande amigo: Fé, é o crer em ação!

Mas e o versículo de Hebreus 11:1, como fica? “A fé também é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos”. Vamos trocar a palavra fé por harmonia ou sintonia?”A harmonia/sintonia com Deus é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos”. Ao buscar intimidade com Deus através da sua palavra, estudando e praticando os ensinamentos de Jesus e orando em todo o tempo, estamos colocando em prática a certeza daquilo que esperamos e concretizando as coisas que não vemos. Pronto, simples assim!

Fonte: Armagedom

FÉ x RACIONALISMO

Tenho visto hoje em dia, uma crise existencial presente na maioria das pessoas… mas até onde isso é prejudicial? Para começar, quero destacar dois pontos fundamentais para o mundo se tornar e continuar a se tornar o que temos visto hoje…. Esses pontos são: as questões racionais e a fé. Essas duas se contrapõem uma à outra em todo o tempo. Jesus quando pregava em uma das suas pregações Ele destacou o seguinte ponto: “…Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?” Lucas 18:8. Por que a preocupação com esse fato?
Hoje vivemos um tempo em que a “falsa racionalidade” ou até mesmo a “falsa fé”, ambas implantadas por falsas doutrinas, religiões ou até por livres pensadores, filósofos, teólogos, etc. tem-se colocado em descrédito um plano estipulado antes da fundação do mundo; o plano da salvação e regeneração da alma. Por estarem inchados por seus vãos pensamentos e por suas bases intelectuais, ignoram uma das maiores forças (para muitos desconhecida) que o ser humano possuí; a fé.
O problema é que a fé gerada pelo ser humano na esfera horizontal, ligados as coisas do tempo perecível, ou até mesmo a fé que emerge na esfera vertical (de baixo para cima) tem efeito algum e não passa da sepultura. Porque essa fé exige muito esforço para ser gerada e não é uma fé genuína. Da mesma forma os racionalistas não conseguem explicar a profunda crise existencial, pois vai além da sua capacidade intelectual… então é mais fácil negar ou desacreditar. Fazem uma enorme força para provarem seus conceitos e para desaprovarem o fato de que Deus é Soberano e governa todas as coisas segundo a Sua vontade. Em contrapartida, a fé genuína que emerge do trono do Deus altíssimo em direção ao ser humano, se dá a partir de uma experiência pessoal, de um conhecimento profundo (totalmente espiritual) em comunhão com o nosso Criador. Esta vai além de coisas visíveis, pois é uma questão transcendente, além daquilo que a nossa limitada razão nos permite enxergar. Por isso esse conflito, por isso as pessoas não compreendem, por isso ignoram, pois é mais fácil criar um conceito de negação; por medo do “desconhecido”.
Esta fé é plantada como uma pequena semente, se regarmos e aprofundar nela; então ela começa a ser gerada e se torna uma arvore com o tronco tão forte que, nenhuma tempestade de conflitos internos, ou crises existenciais podem derrubar.
Jesus nos dá um pequeno exemplo dessa fé e do seu poder: “Então os discípulos, aproximando-se de Jesus em particular, disseram: Por que não pudemos nós expulsá-lo? E Jesus lhes disse: Por causa de vossa incredulidade; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível.” Mateus 17:19-20.

15

Em Hebreus 11:1-3 nos mostra um pouco do conceito da fé: “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem. Porque por ela os antigos alcançaram testemunho. Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.”
A preocupação maior é que conceitos humanos, religiosos, falsas doutrinas e auto-suficiência, nos têm feito afastar cada dia mais de Deus… Cada um é livre para entender e guiar sua vida de acordo com seus conceitos, mas desde já se sabe que há um lugar excelente reservado para aqueles que se aproximam e busca uma unidade com Deus e que buscam um aprofundamento dos conceitos relacionados às vontades de Deus… Este lugar só pode ser alcançado através do elemento Fé que nos é oferecida através da graça e misericórdia de Deus… “Porque pela graça sois salvos, por meio da FÉ; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie; porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.” Efésios 2:8-10.
A verdade é que conceitos racionalistas hoje impedem a muitos de exercer ou praticar atos de fé. Nosso conceitualismo humano nos afasta da natureza divina.
Temos um guia que se chama Bíblia Sagrada, que nos relata a história humana, partindo-se do ponto da criação do mundo até o seu final, onde nos mostra um plano perfeito e completo de salvação e regeneração de caráter e alma para uma vida eterna.
Toda essa eternidade foi exposta e deixada a critério do homem. A escolha de vivermos a salvação eterna ou a condenação eterna depende desse agente que foi inserida em cada ser humano; a fé. Esse agente, não se pode explicar por conceitos racionalistas ou humanistas, ou fundamentalista.
Vivemos em um tempo onde a nossa fé está sendo colocada à prova. Por um lado temos profecias cumpridas e se cumprindo, descritas na Sagrada Palavra de Deus, fatos comprovados historicamente e cientificamente. Por outro lado, temos uma geração totalmente incrédula, cética, onde tudo se é explicado por conceitos filosóficos, psicológicos e outros meios. Temos uma mídia que se esforça para colocar em descrédito tudo aquilo que o Senhor revelou a humanidade.
A verdade é que para enxergarmos profecias, tais como está descrito: “Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio de dores.” Mateus 24:5-8.
Para percebermos tais sinais e muitos outros descritos na bíblia, é preciso o exercício diário e prático de fé, não de conceitos e nem arrazoado, mas de uma fé genuína, pois somente dessa forma alcançaremos a grande promessa: JESUS VOLTARÁ E TRARÁ EM SUAS MÃOS O GALARDÃO A CADA UM SEGUNDO AS SUAS OBRAS, QUER SEJAM BOAS, QUER SEJAM MÁS.
E pra finalizarmos, destacamos que para alcançarmos a promessa é somente crendo, pois assim aprouve ao Pai.
“Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.” Hebreus 11:6

Sandro L. Oliveira – colaborador do blog

SANTIDADE – parte 1

images (2)Na carta de Paulo aos Hebreus, o apóstolo aconselha e informa qual o principal requisito para ver a Deus: Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor (Hebreus 12:14). Este requisito nada mais é que a essência de Deus, pois Ele é adorado pelos seres celestiais que inclinam-se perante Ele, proclamando SANTO, SANTO, SANTO. Deus é santidade em pessoa.

No momento profético atual que vivemos, o conceito de santidade está muito turvo na visão de muitos, pois os encantos do pecado têm feito com que a busca pela santidade se torne em segundo plano. O problema é que esse requisito tem que estar presente na vida do cristão em todos os momentos, e não somente numa postura de pseudo santidade dentro de templos ou perante seus irmãos fraternos na fé. A santidade tem chegar antes de seu corpo em qualquer lugar que você estiver, pois ela é a luz celestial que brilha naqueles que levam consigo a fé no seu Senhor.

Vamos então postar uma série de estudos e indicações de vídeos, artigos e livros que serão focados no tema SANTIDADE. Nesta última hora, no relógio profético, a preparação para fazer a melhor viagem de nossas vidas, que é se mudar eternamente para Jerusalém celestial, o carimbo do passaporte é a SANTIDADE. Ela nos conduzirá em uma vida irrepreensível perante Deus e os homens até adentrarmos ao nosso eterno lar.

O que é santidade ?

Integridade ou perfeição moral e ética. A santidade é um dos elementos essenciais da natureza de Deus, que ele requer do seu povo. Qualidade ou estado de santo.

Mas o que é ser santo ?

Aquele que participa da santidade divina pela observância da lei. Que obteve o Céu como recompensa de suas virtudes; bem-aventurado. Jesus foi a personificação da santidade e reforçou as exigências de Deus quanto à santidade de seu povo.

Como podemos alcançar a santidade ?

Cirurgia-Orelhas-InternaAté a criança se dará a conhecer pelas suas ações, se a sua obra é pura e reta. O ouvido que ouve, e o olho que vê, o Senhor os fez a ambos. Prov. 20:11,12.

imagesAplica o teu coração à instrução e os teus ouvidos às palavras do conhecimento. Prov. 23:12

images (1)A boca do justo fala a sabedoria; a sua língua fala do juízo. Salmo 37:30

downloadAquele que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente. Este receberá a bênção do Senhor e a justiça do Deus da sua salvação. Salmo 24: 4,5

download (1)Porque a tua benignidade está diante dos meus olhos; e tenho andado na tua verdade. Salmo 26:3

pés3O meu pé está posto em caminho plano; nas congregações louvarei ao Senhor. Salmo 26:12.

O Senhor Jesus, em toda sua vida terrena, foi obediente a Deus, realizando a obra preparada na eternidade. Se tão somente, seguirmos seu exemplo de obediência e formos fiéis a Sua Palavra, alcançaremos a santidade e herdaremos a vida eterna que já está preparada.

Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas. Apoc. 22:14.
Amém !!!