“Temos 100 mísseis prontos e todos apontados para Israel” – afirma Irã

guarda-revolucionaria-iranianaNa declaração pública mais recente, o presidente Hassan Rohani afirmou que o acordo nuclear com os Estados Unidos no ano passado foi “a forma mais barata para atingir as metas do Irã”.

No sábado, após a quebra do jejum do Ramadã, Rohani incentivou os iranianos a aproveitar a nova atmosfera e lutar pelos “interesses nacionais mais do que antes”.

Na ocasião, o líder supremo do país, aiatolá Ali Khamenei, pediu que os estudantes muçulmanos de todo o mundo estabelecessem uma “frente unificada antissionista e anti-EUA”.

Para ele, eles deveriam “usar avançados meios de comunicação e o ciberespaço, para fazer oposição às políticas dos EUA e o regime sionista de Israel”. Na prática, ele voltou a convocar voluntários para atos de ciberterrorismo.

O 1º de julho foi marcado pelos protestos em solidariedade aos palestinos no “Dia de Al Quds” – nome dado a Jerusalém pelos islâmicos. A data foi proclamada em 1979 pelo aiatolá Khomeini, como um dever religioso para todos os muçulmanos na última sexta do Ramadã.

Como é feriado no Irã, as ruas de Teerã estavam cheias de muçulmanos devotos “comemorando” a data. Em 2015, ecoaram gritos de “morte a Israel”.

iran

Seguindo a tradição, foram queimadas bandeiras israelenses e americanas, e entoadas palavras de ordem contra a Grã-Bretanha e Arábia Saudita. Este ano, um alto funcionário da Guarda Revolucionária Islâmica explicou que eles identificaram “vulnerabilidades” no sistema antifoguetes de Israel, o Domo de Ferro.

Já o vice comandante da Guarda Revolucionária, general Hossein Salami, fez uma ameaça mais clara: “Graças a Alá, nossa capacidade de destruir o regime sionista é maior do que nunca. Só no Líbano, há 100.000 mísseis prontos para serem disparados”. Listou ainda que existem dezenas de milhares de mísseis de longo alcance que poderiam ser lançados de territórios islâmicos contra o “território ocupado” de Israel.

As bravatas vindas de Teerã são comuns. No passado, afirmaram que poderiam destruir o Estado Judeu em menos de 10 minutos. Essa é a segunda ameaça vinda de Teerã nos últimos meses.

O mais preocupante dessas declarações é que elas surgem quase como uma “resposta” às declarações de líderes militares de Israel que afirmaram estar preparados para a maior guerra de sua história.

Em junho, o general Herzi Halevi, que comanda a Inteligência Militar do IDF, sentenciou: “Não queremos uma guerra, mas estamos mais prontos do que nunca… Nossos inimigos não têm ideia de quão poderoso nós somos”.

Fonte: Jerusalém Post

Novo prefeito de Londres avisa: “- Trump, deixe os muçulmanos ou eles vão atacar a América

13174051_1414886948537666_542806982921244432_nO novo prefeito muçulmano de Londres emitiu um aviso para Donald Trump: “- Modere a posição sobre os muçulmanos, ou eles vão lançar mais ataques contra os Estados Unidos.”

Trump elogiou recentemente Sadiq Khan por ganhar corrida para prefeito de Londres, e disse que ele estaria disposto a criar uma exceção em sua política de restringir a entrada de muçulmanos nos Estados Unidos, a fim de permitir que Khan visitasse o país.

Mas em um comunicado em 10-05-2016, na última terça-feira, Sadiq Khan rejeitou o convite de Trump, e também denunciou a sua opinião sobre o Islã como “ignorante”, e disse que as políticas de Trump vão aumentar a ameaça terrorista tanto nos EUA quanto no Reino Unido. (Khan apoia Hillary).

“- A visão ignorante de Donald Trump sobre o Islã poderia fazer ambos os nossos países menos seguros – corre o risco de alienar os muçulmanos comuns ao redor do mundo e e fazer o jogo dos extremistas”, disse Sadiq Khan, o novo prefeito de Londres. “Donald Trump e aqueles que pensam que os valores liberais ocidentais são incompatíveis com o Islã, a eleição de um prefeito muçulmanos para Londres provou que eles estão errados.” disse Sadiq Khan.

Enquanto Sadiq Khan elogia os “valores liberais” de muçulmanos britânicos, as pesquisas mostram o contrário. Alguns indicadores são preocupantes, e deixam claro que a assimilação dos “valores liberais” pelos muçulmanos britânicos é incompleta ou não se faz.
Uma pesquisa, em abril de 2016, por exemplo, descobriu que dois terços dos muçulmanos britânicos não contaria ao governo se um amigo ou membro da família se envolvesse com extremistas. Metade deles disse que a homossexualidade deve ser ilegal e mais de 20 por cento apoiaram o estabelecimento sharia na U.K.”

via Lei islâmica em Ação

Bondade confundida com a maldade

TEXTO: II SAMUEL 10

Então disse Davi: Usarei de benevolência com Hanum, filho de Naás, como seu pai usou de benevolência comigo. E enviou Davi os seus servos para consolá-lo acerca de seu pai; e foram os servos de Davi à terra dos filhos de Amom. (2 Samuel 10:2)

davi ungido reiA bondade pode facilmente ser confundida com maldade, dependendo do que o indivíduo, alvo dessa bondade, tem na cabeça. A falta de percepção espiritual, discernimento moral, e sabedoria celestial pode causar destruição total diante de graciosas cortesias.

Davi vivia momentos de prosperidade e bênçãos. Logo, retribuía aos outros o bem que Deus havia-lhe concedido:

• Deus graciosamente dá a Davi muitas vitórias sobre nações inimigas (8:1-18);
• Davi graciosamente demonstra bondade a Mefibosete (9:1-13);
• Agora, graciosamente Davi mostra bondade a Hanum (10:1-19).

A boa intenção de Davi estava bem nítida no tratamento ao neto aleijado de Saul, o qual não tinha como retribuir-lhe em nada o bem recebido. Desta forma, não havia segundas intenções de Davi para com Hanum, o qual vivia a dor da morte de seu pai: Davi mandou-lhe condolências.

1. Os amonitas descendiam de Ló com a filha caçula (Gênesis 19:30-38); Naás, o pai de Hanum, rei amonita, incomodara aos israelitas, que, temendo propuseram aliança. Naás aceitou, porém, exigiu furar os olhos de homens e mulheres do município de Jabes-Gileade. Consequentemente, Saul os derrotou (I Samuel 11:1-11). Contudo, quando Davi refugiou-se em Gate, próximo ao povoado amonita na transjordânia, Naás auxiliou-o. Por isso, Davi queria retribuir-lhe o favor (II Samuel 10:1-2).

2. Porém, o enlutado Hanum, motivado por conselheiros medrosos, humilha aos enviados de Davi, rapando-lhes a cabeça, tirando metade da barba, rasgando suas roupas até às nádegas, e mandando-os embora (vs. 4-5);

3. O que poderia ter gerado resultados positivos, virou guerra; os amonitas reforçaram seu exército convocando os sírios para atacar Davi por sua bondade. Foi como se eles tivessem virado as armas contra si mesmos na companhia de outros povos que também se uniram contra Davi (vs. 6-19).

Lições de vida:

• O comportamento daqueles que não servem a Deus é imprevisível, absurdo.

• Decisões e reações baseadas no medo geralmente são desprovidas de sabedoria.

• Conselheiros desprovidos da percepção e discernimento espirituais interpretam “caridade” como “periculosidade”.

• Ímpios tratam mal àqueles que lhes desejam o bem.

• Hostes se levantam tentando a destruição daqueles que promovem o bem.

• Nem sempre fazer o bem será positivo!

• Isso explica o desprezo a Cristo por inúmeros ignorantes do mundo!

ReiDaviLebrando

Certamente o bem vencerá, pois Cristo venceu o mal. Portanto, hoje vivamos com sabedoria!

Reavivemo-nos!

Por:  Heber Toth Armí.

O Shemitá dizimou o comércio mundial e ainda não parou

Será que um mistério bíblico antiga mais de 3.000 anos de idade apenas dizimar comércio mundial e do comércio global? E é ainda afetando o mundo e sua vida até hoje? Com o que está ocorrendo agora em todo o mundo, é ainda mais importante para descobrir o que aconteceu e onde agora nos traz.

Embora este Outono passado houve alguns que fixa seu foco inteiramente do que eles acreditavam que tinha que acontecer em setembro, uma imagem muito maior e muito mais importante fenômeno estava acontecendo diante de seus olhos.

“A Harbinger” e “O Mistério do Shemitá” tanto abrir-se um fenômeno antigo e mistério ordenado por Deus e relativa ao sétimo ano. Desde os dias de Mt. Sinai, Deus ordenou que o sétimo ano seria um ano de sábado. A actividade económica cairia, como a produção iria e comércio. A terra em pousio.

Poderia este antigo fenómeno e padrão ainda estar em vigor – não como uma lei dogmática ou rígida que sempre deve se manifestar a cada sete anos, mas um fenômeno que poderia se manifestar e, às vezes, ser ligado a julgamento?

A resposta incrível como abriu no livro – é sim . E isso tem afetado drasticamente a sua vida.

No primeiro artigo, eu compartilhei como o Shemitá de 2015 causou mercados de ações a entrar em colapso em todo o mundo, acabando com trilhões de dólares da economia global. Mas havia ainda mais para o impacto do Shemitá – muito mais. Continuar lendo

Irã ameaça devastar os invasores da Síria

iran

“Qualquer tentativa de aventura na Síria ou Iraque será considerado um ataque direto a República Islâmica do Irã e a resposta será devastadora”

Essa frase está na página  Iran Military. A ameaça é real, poois como já divulgamos anteriormente, o Irã tem interesses imensos na Siria, e no momento só pelas ameaças aqui e acolá de invasão e retirada de  tropas russas, turcas, americanas e sauditas, num vai e vem de tropas pelo território sirio, tem feito subir o preço do petróleo, o que é de interesse global.

Oficial turco afirma que haverá uma grande escalada na Síria nas próximas 24 horas. A Turquia expande bombardeios para áreas controladas pelo ISIS! Podemos estar a beira da invasão!

Enquanto isso, o ISIS escolheu o momento perfeito para invadir Bagdá no Iraque. Se a situação síria piorar e evoluir para um conflito regional ou global, os turcos e os sauditas vão bombardear as forças de segurança iraquianas e as milícias xiitas iraquianas.

Estejamos atentos às notícias, pois elas estão chegando a todo momento.

Com informações do Sempre Guerra

Israel avisa Hezbollah: “A vingança pelo assassinato de Kuntar vai levar a guerra”

hezbollahfighte
Um alto funcionário israelense deixou claro ao Hezbollah que Israel iria responder com força a qualquer ação contra ele, mesmo ao custo de entrada no território do Líbano e da Síria.

Israel pode considerar uma guerra total contra o Líbano, a Síria eo Hezbollah. Este cenário aterrorizante pode entrar em gozo se Israel for atacado.

No início desta semana Israel eliminado Samir Kuntar. De acordo com fontes sírias vários mísseis atingiram um prédio no subúrbio de Jaramana de Damasco, onde ele estava hospedado, o Hezbollah prometeu vingar sua morte. Um jornal libanês que identifica com a organização terrorista xiita deu a entender que não haverá calma após a eliminação de Kuntar.

De acordo com a imprensa estrangeira, nos últimos meses, Kuntar trabalhou na Síria para estabelecer uma infra-estrutura de terror nas Colinas de Golã, que era suposto para realizar ataques terroristas dirigidos pelo Hezbollah, o Irã, eo regime de Assad.

Kuntar, um terrorista libanês, matou a família Haran e dois policiais na cidade do norte de Nahariya em 1979. Ele foi condenado a penas de prisão perpétua consecutivas 5, mas foi liberado em 2008 em troca dos corpos de soldados israelenses Eldad Regev e Ehud Goldwasser , que foram sequestrados e mortos em julho de 2006.

Após a sua libertação. Kuntar tornou-se um porta-voz do Hezbollah e um símbolo da luta armada contra Israel. Dois meses depois de sua libertação, ele afirmou que o Golan Heights voltará para as mãos sírias. Em outubro de 2011, disse que Kuntar soldado seqüestro é uma maneira eficaz para libertar prisioneiros e deve ser continuada.

FONTE: Jerusalem Online

O ex-agente da CIA: Prepare-se para a Terceira Guerra Mundial

Bob Baer, ​​ex-agente da CIA, acredita que a situação no Médio Oriente está fora de controle e prepara-se para se parecer com o início da Terceira Guerra Mundial.

“Este mosaico no Oriente Médio de conflito está ficando fora de controle”, Baer disse à CNN.”Não é só a Rússia e a Turquia, é o Irã e Arábia Saudita. Ele está se expandindo em vez de contrair, e ninguém tem um plano estratégico. “

Baer disse Vladimir Putin é susceptível de reagir ao tiro turco para baixo de um avião de guerra russo.

Na quinta-feira Putin disse que os Estados Unidos sabiam a trajectória de voo do avião e pode ter alimentado essas informações para a Turquia.

static1.squarespaceO primeiro-ministro Dmitry Medvedev anunciou sanções econômicas expansivas contra a Turquia e militar da Rússia desligar todos os canais de comunicação com os militares turcos, incluindo uma “linha quente” para ajudar a evitar incidentes aéreos.

Fonte: Redflagnews

Em caso de guerra, o Brasil tem como se defender?

exercito-brasileiroENTREVISTA DO COMANDANTE DO EXÉRCITO GEN. EDUARDO VILLAS BOAS AO ESTADO DE S.PAULO (02): DESTAQUES!

1. ESP: O sr. falou do risco de uma crise política atual se transformar em crise social, que isso preocupa e diz respeito às Forças Armadas. / GEN. EVB: O Exército passou 14 meses na Favela da Maré, no Rio, porque havia risco de crise social. Nos preocupa sim porque se a crise econômica prossegue, o desemprego e a falta de perspectiva aumentam e é natural que isso acabe se transformando em um problema social. E problema social que se agrava, se transforma em violência, passa a nos dizer respeito diretamente. Esse é o papel constitucional do Exército. Nosso papel é manter a estabilidade e qualquer coisa que venha eventualmente a quebrar essa estabilidade preocupa. / ESP: Mas isso não tem nada a ver com intervenção política? / GEN. EVB: Absolutamente. Não tem. E é bom que fique claro isso. O Brasil é um País com instituições sólidas e amadurecidas, que estão cumprindo seus papéis.

2. ESP: Há uma crise ética no País? / GEN. EVB: Há uma crise ética no País. Inclusive, está muito mais comum do que se pensa as pessoas pedirem que o Exército tome providências para solucionar a crise. Elas estão demandando, na verdade, os valores que as Forças Armadas representam e a sociedade está carente. Sem a restauração desses valores é difícil que o Brasil recupere trajetória de evolução, do progresso e do desenvolvimento. / ESP: A chegada do PT ao poder tem que responsabilidade nisso? / GEN. EVB: Não, absolutamente. Isso já vem de algum tempo. Essa crise ética da sociedade brasileira é um processo que não se instaura de um momento para o outro. Nem mesmo a autoridade da professora na sala de aula está sendo mais reconhecida.

3. ESP: O sr. concorda que a corrupção está instalada no Brasil? / GEN. EVB: Concordo. Mas eu diria que esse é um estado de coisas que nós vivemos. Durante a Operação Pipa, no Nordeste, 60% dos 6.800 caminhoneiros que trabalham na distribuição de água tentaram algum tipo de fraude. Não se trata de estigmatizar os caminhoneiros. Eles fazem parte da sociedade brasileira. São práticas que se tornaram comuns na sociedade e isso é a base de uma pirâmide. A medida que vai subindo, vai se potencializando. 4

4. ESP: Os cortes de gastos vão trazer problemas para as fronteiras? / GEN. EVB: Já temos problemas nas fronteiras. Apesar de todo o esforço e sacrifício de nosso pessoal, temos dificuldades para cumprir nossas missões. O Sisfron (Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras), por exemplo, já está ameaçado. A previsão original era de instalação em dez anos, de 2012 a 2022. Com os seguidos cortes, a conclusão foi adiada para 2035 e, agora, não ficará pronto antes de 2065. Ou seja, todas as tecnologias desenvolvidas de agora já estarão obsoletas. / ESP: Os nossos armamentos como os fuzis estão obsoletos? / GEN. EVB: Usamos ainda o fuzil FAL da década de 1960, que já está se tornando obsoleto. A Imbel desenvolveu o fuzil IA2, que está sendo usado pelas tropas brasileiras no Haiti. Mas ele está sendo produzido num ritmo muito menor do que seria necessário. Precisamos substituir os 226 mil fuzis. Mas só estamos comprando mil deles por ano. Também está faltando munição e isso deixa o adestramento prejudicado. / ESP: Isso quer dizer que caso precise haver emprego da Força, nós poderemos ter problemas? / GEN. EVB: Poderemos.

Rabino recebe aviso de Deus: a guerra é iminente

Seja forte e corajoso! Nem medo, nem te espantes deles, pois é o Senhor, vosso Deus, que vai com você. Ele não te deixará, nem te desampararei “. (Deuteronômio 31: 6)

gil-nachman-rabbi-amram-vakninPor três horas e meia passado sábado à noite, o rabino Amram Vaknin, um 76 anos místico israelense, caiu no chão como ele recebeu um aviso do outro mundo.

A partir de cerca de 9:00 até 0:30, em sua modesta casa na cidade portuária de Ashdod, Rabi Vaknin foi advertido de que a guerra está chegando a Israel em breve, estudante do rabino revelado a Quebrando Israel Notícias.

A revelação mais recente do Céu foi entregue ao rabino de um pequeno grupo, incluindo o profeta Elias e seu próprio rabino falecido, rabino Moshe Zrihan, juntamente com o pai e avó do rabino Vaknin.

Como relatado anteriormente por Breaking News, o rabino Vaknin recebe mensagens periódicas a partir do próximo Mundial, alertando sobre os eventos em Israel. Gil Nachman, um estudante perto do rabino de Vaknin disse : “Orem para que ele não vai ser hoje, amanhã ou daqui a duas semanas.”

Nachman contou os detalhes que o rabino Vaknin recebidos na mensagem. “Os muçulmanos vão contaminar a água, os frutos e vegetables. Eles vão danificar a eletricidade”, disse ele. “E lá vão ser pessoas morrendo nas ruas, milhares de pessoas de todo Israel.”

Nachman pediu que a empresa de água israelense, a companhia elétrica e importadores de alimentos devem estar preparados para esses ataques.

De acordo com Nachman, o rabino Vaknin foi dito que cidadão árabe de Israel e membro do Knesset Hanin Zoabi é a planejá-lo. Vaknin declarou sua crença de que Zoabi é um espião para ISIS e Hamas e está fornecendo os grupos terroristas todas as informações de que necessitam para planejar os ataques.

Por que isto está acontecendo? De acordo com Nachman, é porque os líderes da geração “não querem fazer teshuva (arrepender-se). Eles não estão acordando. Hashem (Deus) quer levá-los no caminho certo. Todos nós precisamos fazer teshuva “.

Há mensagens de Deus oculto na Bíblia?

Nachman disse que, no passado, os líderes judeus como Moisés e Davi sabia sobre decretos contra o povo judeu antes que eles aconteceram. Esses grandes líderes se encarregaram de se arrepender primeiro, mas os líderes de hoje estão contando aos outros a se arrependerem sem fazê-lo eles mesmos.

“Nossa arma não é Tzahal (IDF), não Netanyahu, ninguém. Apenas teshuva “, disse Nachman urgentemente.

Quando perguntado o que o rabino Vaknin disse que as pessoas devem se concentrar em seu arrependimento, Nachman mencionou quatro coisas. Arrependa-se para “os pecados internos que você esconde longe das pessoas e os pecados que as pessoas vêem. E v’eim av kibud (honrando seu pai e mãe) é uma das coisas mais importantes. E sempre dizer a verdade do que está em seu coração. Sê real. É tudo sobre emet (verdade). “

“A guerra está muito próximo. Nós não temos escolha. O teshuva de Am Yisrael (o povo judeu) irá determinar o rachamim (misericórdia). Mas a guerra está definitivamente chegando “, insistiu Nachman. “Rogamos para Yisrael fazer teshuva o mais rapidamente possível, porque não quero ver as pessoas morrendo. Pare de pensar sobre as coisas materiais. Isso não vai dar-lhe vida. Quando Mashiach (Messias) vem, material não vai dizer nada a ninguém. “

“Estamos chegando perto do grande dia de Mashiach. Antes que isso aconteça, Hashem quer que façamos teshuva. Temos de estar prontos e preparados “, implorou Nachman. “Quando fazemos verdadeira teshuva, Hashem vai lutar por nós.”

Nachman concluiu recontando um ensinamento do Talmud, a principal fonte de tradição rabínica do judaísmo. A águia se aproxima de seus eaglets bebê no ninho muito lentamente. Ele garante que eles notá-lo gradualmente, de modo a não chocá-los, porque eles podem morrer de tanto medo. Da mesma forma, Deus não quer nos fazer mal. Ele está nos alertando para acordar, porque Ele está prestes a dominar o mundo, então ele está advertindo-nos pouco a pouco, a fim de que nós reconhecemos Sua abordagem. Cada terremoto, cada incidente terrorista, cada batalha, é um aviso para acordar.

Através de mensagens anteriores do Céu, o rabino Vaknin previu com precisão o “Gaza Flotilha da Liberdade”, em maio de 2010, o fogo mortífero na floresta de Carmel, em Dezembro de 2010, bem como Operação Pilar de Defesa em 2012 e Operação de Proteção de Borda em 2014.

Fonte: Breaking News Israel

Irã invoca pacto de envio de tropas a Síria

051113_irasiriaFontes confiáveis em Teerã esperam que o governo iraniano invoque o seu pacto de defesa mútua com a Síria, de 2006, “nas próximas horas” para a transferência de tropas iranianas na Síria – muito provavelmente por via aérea. Isto foi relatado por fontes militares e de inteligência exclusivos da agência de notícias Debkafile. Seria a primeira intervenção militar direta de Teerã no conflito da Síria enquanto ele entra em seu quinto ano. O regime de Bashar Assad e os exércitos da Síria e do Hezbollah estão em colapso sob os ataques gêmeos do Estado islâmico e das forças armadas da oposição síria e precisam de apoio urgente.

A possibilidade de invocar o pacto de defesa mútua iraniana-síria para salvar o regime de Assad foi levantada pela primeira vez em um artigo do Debkafile em 30 de maio.

Teerã estava convencido de que, sem uma intervenção direta, seu Continuar lendo