7-temores-morte-e-doenca2

A MORTE DO FILHO DE EYSHILA E O APRENDIZADO PARA OS CRISTÃOS

Quero comentar aqui um tema triste, mas necessário, e primeiro peço perdão se interpretações errôneas que podem ser tiradas através desse artigo por eu talvez não passar de forma clara a mensagem que pretendo ao escrever essas palavras. Portanto, quero deixar aqui minha consternação aos familiares da cantora Eyshila, e quero que em nome de Jesus os amados (as) irmãos (ãs) não vejam esse artigo como algo oportunista, portanto não utilizarei de nenhuma imagem do rapaz nesse artigo; e quero que entendam que o assunto a ser discorrido é algo extremamente urgente e necessário de ser tratado nas igrejas brasileiras, principalmente nas neopentecostais e no meio gospel, pois não podemos continuar infantis da maneira que estamos como igreja, dado a proximidade da volta gloriosa de Yeshua Ha’Mashiach (Jesus Cristo).

Todos nós, contando de 50 anos atrás até a presente data, fomos erroneamente ensinados em algo que misturou o evangelho genuíno em sua essência com o determinismo, com o positivismo, com o misticismo e com a “” em falsos profetas que profetizam do próprio estômago coisas que vão além dos perfeitos desígnios de um D’us santo em todos os Seus caminhos e vontades. E o que é mais prejudicial é que o mercado gospel atual (cantores e pregadores famosos), tanto como pregadores da prosperidade ou os teólogos portadores de mensagens de autoajuda nos fizeram acreditar de que quando nos tornássemos crentes nada de mal nos acarretaria, seríamos sempre “vitoriosos”, afinal crente não passa por “derrotas” na vida financeira, na saúde, no relacionamento, ou qualquer desejo que brotar no nosso coração, afinal somos filhos do Rei, então basta nós “profetizarmos” e determinar com os nossos lábios e ativar o campo da fé mística, que D’us confirmaria o desejo do nosso coração, mesmo que tal desejo humano passasse por cima da Sua perfeita vontade ou do Seu perfeito agir, somente para atender aos caprichos de alguém, apenas com o abracadabra evangélico: “Eu determino” ou “Eu não aceito isso na minha vida”; como se fossemos nós os que soubesse o que era o melhor e não o D’us Onisciente. E inocentemente ou não, nós proferimos palavras altivas e blasfemas ao nos opor à boa, perfeita e agradável vontade de D’us (Romanos 12:2) Continuar lendo

Presente Diário: EM BREVE!

ઇઉ Presente Diário: EM BREVE!

✏ Leitura Bíblica: Apocalipse 22:7-21

site220316

…Certamente, venho sem demora… —Apocalipse 22:20

Frequentemente, as palavras “EM BREVE!” precedem os eventos futuros nas diversões, nos esportes, ou no lançamento da mais nova tecnologia. O objetivo é criar expectativa e entusiasmo pelo que irá acontecer, ainda que isso só ocorra meses depois.

Ao ler o livro de Apocalipse, fiquei impressionado com o senso de iminência, do tipo “em breve”, que permeia o livro inteiro. Em vez de dizer “Algum dia, no futuro muito distante, Jesus Cristo retornará à terra”, o texto é repleto de frases como “…coisas que em breve devem acontecer…” (1:1) e “…o tempo está próximo” (v.3). No capítulo final, o Senhor diz três vezes: “…venho sem demora…” (Apocalipse 22:7,12,20). Outras versões traduzem essa frase como “venho em breve”, “cedo venho” e “venho logo!”

Como pode ser isso, se dois mil anos se passaram desde que essas palavras foram escritas? “Rapidamente” não parece adequado à nossa experiência de tempo.

Em vez de focar em uma data para o Seu retorno, o Senhor nos incita a fixarmos nossos corações em Sua promessa que será cumprida. Somos chamados a viver para Ele no tempo presente “…aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tito 2:13).

Viva como se Cristo fosse voltar hoje.

VOCÊ VIVE VERDADEIRAMENTE SOB A GRAÇA DE DEUS?

12553039_1076887652342163_4651138140094293889_n“Porque a graça salvadora de Deus se há manifestado a todos os homens, Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo; O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras. Tito 2:11-14

A graça de Deus consiste em transformar pecadores depravados e ávidos pelas concupiscências carnais e pelo pecado que tão de perto nos rodeia [Hebreus 12:1-8] em novas criaturas por Cristo Jesus (na verdade não em criatura, mas em filhos de Deus [João 1:12]); pois ao assumir nova identidade conquistada através da cruz de Cristo, somos transformados segundo a justa medida da fé no Filho de Deus, sabendo que desprezando a primeira natureza corrupta (Adão) somos gerados segundo a natureza do Justo dos céus (Jesus Cristo) e essa nova natureza nos dá o padrão de pureza exigida por Deus Pai para sermos aceitos diante da Sua gloriosa e santa presença [Salmos 24:3-5].

A graça de Deus não é libertina como se pensa hoje em dia, mas é condicionada àqueles que “morrem” verdadeiramente para o pecado e para essa vida, a fim de poderem viver em santidade e zelo diante de Deus, o El Shaddai.

Precisamos revisar alguns conceitos do evangelho que se perderam ao longo dos anos para que não sejamos mais como “meninos levados por qualquer vento de doutrina” [Efésios 4:14]. O entendimento desses conceitos está diretamente ligado à sua eternidade.

Em primeiro passo, a vida cristã deve estar condicionada a fé no Filho de Deus e a confissão do Seu senhorio sobre a sua vida e em segundo passo devem levar-se em conta as obras que você realiza e que comprovam a sua fé; ou seja, a sua prática de vida deve ataviar a sua profissão de fé – isso é ser um verdadeiro cristão – andar de acordo com as obras de Cristo aqui na terra, porque isso é ser sal da terra e luz do mundo [Mateus 5:13-20] em meio a uma geração inteira pervertida e relaxada quanto aos conceitos e conselhos deixados por Deus na bíblia.

Continuar lendo

VOCÊ AMA A DEUS?

Você ama a Deus? Quer um dia morar nos céus e estar com Ele?

Essas são perguntas que quando são feitas a alguém, qualquer pessoa sem pestanejar reponde de bate pronto – SIM.

Mas até onde isso é verdade? O jeito que você está dirigindo sua vida compromete ou não essa sua afirmativa? Você realmente está preparado para morar com Ele? Você realmente respeita a legislação do Seu Reino?

frases_amor_de_deus_

Ainda que muitos digam de maneira veemente e afirmam sem parar e pensar se aquilo que sai da sua boca é verdadeiramente real, a maior parte das vezes não é real.

Então quando alguém te perguntar essas perguntas, pare e reflita antes de dar uma palavra afirmativa a respeito de isso está intrinsecamente ligado ao seu ser, ou ser apenas algo que você carrega na sua mente e não nas suas práticas de vida.

Então verifique a sua resposta com o que diz as Sagradas Escrituras, e veja se os passos que você está dando estão verdadeiramente te levando aos céus, ou te conduzindo para a perdição. Para isso podemos verificar os ensinamentos do nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.João 14:21. Continuando nessa mesma linha de raciocínio vemos que o amor a Deus está diretamente ligado em guardar e observar (pautar) a vida na Lei de Deus (Bíblia Sagrada) e obedecer a Seus preceitos. Continuar lendo

Filme sobre Maomé é uma blasfêmia contra Cristo

Um filme produzido no Irã com atores famosos deste país, de uma série de 3 filmes, passa a contar a história da vida de Maomé. O interessante é que o lado muçulmano xiita está se agradando na divulgação da imagem de Maomé para o mundo, enquanto o lado sunita está em convulsão, pois para o islã, é considerada uma grande blasfêmia digna de morte, tentar representar o profeta Maomé de qualquer forma ou imagem.

Mas não passa despercebido no trailer do filme abaixo, a representação do nascimento de Maomé, como se fosse o nascimento mais importante do mundo, onde o ancião até tira as sandálias, uma clara analogia a Moisés quando tirou suas sandálias por ordem de Adonai, antes de pisar em terra santa. A queda das imagens de outros deuses é o mesmo que o ISIS faz atualmente, porque maomé mandou. Também nota-se um sinal espetacular no céu, visto por vários personagens como o anúncio de algo grandioso acontecendo.  Também nota-se que o ancião ao consagrar ao céu o seu grande profeta, a comemoração é feita com espadas grandiosas e afiadas, no melhor estilo ISIS de festa com sangue.

Se alguém ainda tem dúvidas de que o Irã faz parte do reinado o anticristo ao promover a agenda do seu falso profeta e seu falso deus alhah, reveja seus conceitos.

Com informações do Jerusalém Post

Qual é o próximo grande evento profético a acontecer conforme a Bíblia?

daniel-revisited-cover_iran-vs-turkey-3Alguns dizem que é o arrebatamento da igreja. Outros dizem que é revelação do Anticristo. Alguns crentes esperar um tratado de paz entre Israel e as nações árabes vizinhas. Mas o que realmente Bíblia diz sobre isso?

 Vamos dar uma olhada ! A palavra de Deus é a autoridade.
O livro de Apocalipse diz que o testemunho de Jesus é o espírito de profecia. Assim, devemos dar respeito à profecia bíblica. Jesus quer que sua igreja saiba tudo o que a Bíblia tem a dizer. TUDO. Não apenas o Evangelho. Na verdade todas as profecias da Bíblia são, em última instância sobre o evangelho de Jesus Cristo.Eu estava deslumbrado quando eu percebi o fato de que quase 30% da Bíblia consiste de profecias, tanto cumpridas e não cumpridas. Vamos voltar ao tópico.
Nós, os crentes sabemos a verdade de que o retorno de nosso Senhor está próxima. Mas a igreja ainda está dormindo. Muitos dos chamados cristãos não são sequer incomodados sobre o retorno de Jesus e é realmente uma coisa triste. Quando estudamos sobre o primeiro século da Igreja, que a urgência escatológica podia ser visto em suas vidas. Eles esperavam que o retorno do Senhor em seu tempo de vida. Isso levou-os a deram suas vidas para a fé em Yeshua.
Eu acredito que estamos vivendo nos últimos dias. Nós vamos ver Jesus, que vem com as nuvens do céu. O que é um glorioso evento que vai acontecer! ALELUIA!
No livro de Daniel, capítulo 8, vemos uma visão que Deus deu a ele durante o terceiro ano do reinado do rei Belsazar.

E eu vi em uma visão; e sucedeu que, quando vi, que eu estava em Shushan no palácio, que está na província de Elam; e eu vi em uma visão, que eu estava junto ao rio Ulai. 

Então eu levantei os meus olhos, e vi, e eis que estavam em pé diante do rio um carneiro, que tinha dois chifres; e os dois chifres eram altos; mas um era mais alto do que o outro, eo mais alto subiu por último.
Vi que o carneiro empurrando para o oeste, e para o norte e para o sul; e nenhum dos animais lhe podia resistir, nem havia quem pudesse livrar-se da sua mão; e ele fazia conforme a sua vontade, e se engrandecia.
Daniel: 8-2,3 KJV

Aqui, enquanto Daniel estava em Shushan, que está na província de Elam (dia moderno Irã), ele viu um carneiro com dois chifres. Uma foi maior que a outra.Um alto subiu por último.

 O Ram empurrou para o oeste, em direção ao sul e para o norte e nenhum animal poderia resistir a ele. O Ram fez conforme a sua vontade e tornou-se grande.
 E, estando eu considerando, eis que um bode vinha do ocidente sobre a face de toda a terra, mas sem tocar no chão; e aquele bode tinha um chifre notável entre os olhos. 
E ele veio para o carneiro que tinha dois chifres , que eu tinha visto em pé diante do rio, e correu contra ele no furor da sua força. E vi-o chegar perto do carneiro; e, movido de cólera contra ele, o feriu, e quebrou os dois chifres; e não havia força no carneiro para lhe resistir, mas lançou-o para baixo para o chão, e carimbada em cima dele: e não houve quem pudesse livrar o carneiro da sua mão.
Daniel 8: 5-7 KJV
De repente, Daniel viu um bode vindo do oeste. Ele correu tão rápido para o Ram sem tocar o chão. Cabra tinha apenas um chifre em comparação com carneiro, que tinha dois. The Goat atacou o Ram com o poder furioso. Ele quebrou os dois chifres de Ram e pisoteou-o ao chão. Ninguém poderia resgatar o Ram do Bode.
Portanto, o bode se engrandeceu sobremaneira; e estando ele forte, aquele grande chifre foi quebrado; e no seu lugar subiram outros quatro também insignes, para os quatro ventos do céu. E de um deles saiu um chifre pequeno, o qual cresceu muito para o sul, e para o oriente, e para a terra formosa. E engrandeceu, mesmo para o exército dos céus; e deitou por alguns do exército e das estrelas para o chão, e os pisou.
Daniel 8: 8-10 KJV
Após a vitória, o Bode se tornou tão grande. Mas no auge desta vitória o grande chifre foi quebrado. No lugar dele quatro chifres notáveis ​​vieram para cima em direção quatro ventos do céu. Fora de um deles veio um “pequeno chifre”, que cresceu muito até mesmo para a terra gloriosa, que sabemos que é Israel. O chifre pequeno não parou por aí. Ele cresceu para o exército do céu e lançou por terra algumas das estrelas no chão.
Sim, ele se engrandeceu até o príncipe do exército, e por ele o sacrifício diário foi levado embora, eo lugar do seu santuário foi deitado abaixo. E um exército foi dado contra o sacrifício contínuo, por causa da transgressão; lançou a verdade por terra; e é praticado, e prosperou .
Daniel 8: 11-12 KJV
 Ele se exaltou e por ele o sacrifício diário foi levado embora. Este pequeno chifre tem um exército pelo qual ele vai conseguir isso. Ele lançou a verdade por terra e ele prosperou.
Este é o resumo da visão Daniel serra. Qual é o significado disso? Felizmente Deus tem o significado para este no mesmo capítulo.
E veio perto de onde eu estava; e vindo ele, fiquei amedrontado, e caí com o rosto; mas ele me disse: Entende, filho do homem, porque no tempo do fim será a visão. Ora, enquanto ele falava comigo, eu estava em um sono profundo no meu rosto para o chão, mas ele me tocou, e me pôs em pé. E ele disse: Eis que te farei saber o que deve ser na última final da indignação:. Porque a seu tempo determinado do fim ser
Daniel 8: 17-19 KJV

A primeira coisa que Gabriel disse a Daniel foi que a visão é para o “tempo do fim”. Este será cumprida no “último tempo da ira”.

O carneiro que viste com dois chifres são os reis da Média e da Pérsia.

E o bode peludo é o rei da Grécia; eo grande chifre que tinha entre os olhos é o primeiro rei.
Daniel 8- 19,20.

Então, agora temos a compreensão do que realmente Ram e Cabra indicar.Carneiro com dois chifres são reis da Média e da Pérsia (atual Irã) e do Bode é o rei da Grécia (Yavan, que é dia moderno Turquia, e não a Grécia de hoje). O grande chifre entre os olhos de cabra é o primeiro Rei (Líder).

O ter sido quebrado, enquanto quatro se levantou para ele, quatro reinos se levantarão da mesma nação, mas não em seu poder.

Mas, no fim do seu reinado, quando os transgressores tiverem chegado ao máximo, um rei, feroz de semblante, e entendido em adivinhações, se levantará.

E o seu poder deve ser poderoso, mas não pela sua própria força; e destruirá maravilhosamente, e prosperará, e prática, e destruirá os poderosos eo povo santo.
Daniel 8-22,23,24.

Aqui aquele Grande Chifre é “quebrado” e em seu lugar quatro novos chifres surgiu. Mas isso não vai ter a mesma potência. Após esta fora de um de esta região, um “rei feroz de semblante” virá. Ele entende “adivinhações”. Seu poder será sem precedentes. Seu próprio Satanás, que estará dando poder a este rei. Ele destruirá wonde rful ly. Em outras palavras, Ele será um homem da destruição. Ele irá destruir poderoso e “pessoas santas”.

Os “adivinhações” poderia significar o Alcorão. Quran contém pelo menos 109 versos apelando à violência contra judeus e cristãos. “Povo Santo” são judeus e cristãos, os filhos de Deus. “Rei feroz de semblante” é o próprio Anticristo.

E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão; e se engrandecerá em seu coração, e pela paz destruirá a muitos: ele se levantará contra o príncipe dos príncipes; mas será quebrado sem mão.
Daniel 8: 25-

Ele será novamente engrandecerá. Ele irá destruir muitos por “paz”. Ele vai lutar contra o “príncipe dos príncipes”, que é Jesus Cristo. E, finalmente, ele será destruído pelo próprio Deus.

Este é o resumo da visão. Muitos especialistas em profecias bíblicas afirmam que essa profecia já está cumprida quando império grego sob Alexandre conquistou a Pérsia. Mas a Escritura novamente e novamente diz que a visão é para ÚLTIMOS DIAS. Alexander conquistou a Pérsia antes do nascimento de Cristo. Então, como pode este evento ser ligado a dia acabar? Será que o mundo terminará logo após a vitória de Alexandre? DE MODO NENHUM !!

Então Daniel 8 a guerra não é um evento passado. Ela será realizada em breve.Esta guerra, que culmina em uma vitória turca sobre o Irã irá marcar a chegada do Anticristo.

Em resumo,

1. O Irã atacará nações Oeste, Norte e Sul e nenhum poder será capaz de detê-los ATÉ contra-ataques Turquia.

2. A Turquia virá sem tocar o chão (usando sua força aérea?) E derrota o Irã. O Irã não vai ser capaz de resistir contra a Turquia, como é a segunda maior força militar na NATO depois dos Estados Unidos.

3. A Turquia torna-se muito grande (pode ser por causa dos louvores do mundo para salvar a região da agressão iraniana?)

4. No auge de sua vitória, o rei ou líder que vai liderar o ataque será ou jogado para fora do poder ou mortos. Bíblia diz que o chifre é “quebrado”.

5. Em seguida, a região (antiga Assíria) será dividido em 4 partes, a partir da qual o Anticristo aparecer.

6. Esse chifre pouco ou anticristo irá destruir muitos por paz (Quantas vezes você já ouviu falar que o Islã significa paz?). Ele será Islâmica sem dúvida.

Então, o que nós realmente precisamos é assistir a próxima guerra turco-iraniano. Esta guerra vai trazer o Anticristo ao cenário mundial. Precisamos vigiar e orar como Jesus mandou. Mark Davidson em seu livro “Daniel Revisited” tem escrito extensivamente sobre o assunto. Eu recomendo a todos vocês a ler esse livro.

Fonte: The Revelation Revealed

O arco íris e a aliança de Deus – o tempo da graça no fim

Queridos (as) queremos relatar um despertamento que o Senhor tem nos dado referente ao tempo que antecede a volta do nosso amado salvador Jesus Cristo, a quem seja dada toda Honra, Glória, Força e Majestade.

Esse despertamento trata-se de três sonhos dados a duas servas e um servo do Senhor, um em 19/01/2006,  19/05/2015 e outro em 22/05/2015, sonhos esses que estão em consonância e ligados segundo o beneplácito da Soberana Vontade do Senhor em revelar mistérios aos seus pequeninos servos que estão de atalaias.

Relataremos então os sonhos e o entendimento obtido através de um grupo de irmãos consagrados ao Rei dos reis.

Sonho – 19/01/2006

Kingdom-of-heaven-city-heavenly-city-mary-k-baxterEu estava num monte, quando olhava acima de outro monte à frente eu via no céu uma cidade resplandecente que tinha algumas torres na frente. Eu não podia contemplar os detalhes pois a luz branca cobria toda a cidade. À frente da cidade havia um grande arco-íris muito colorido e brilhante que cobria a cidade. Havia no céu do lado esquerdo da cidade nuvens escuras como que de chuva. Quando eu contemplava a cidade eu pegava uma câmera fotográfica para tirar fotos dela, porém eu não conseguia me certificar de que a foto saia perfeita… neste momento a cidade mudava de lugar no monte e as nuvens escuras pareciam mais baixas e mais carregadas de chuva.

Depois eu passava próximo a algumas arvores para encontrar melhor posição para observar a cidade e tentar novamente fotografá-la.

heaven-40808166164
Neste momento eu via um caminho onde via o arco-íris tocar o chão, e quando eu via isso tentava fotografar mas a maquina não funcionava.  Eu tentava acertar a câmera, a minha irma vinha correndo e pulando em minha direção e dizia: “Eu consegui…”. Neste exato momento, a cidade e o arco-íris sumiam e o céu se escurecia por completo, sem mesmo ver uma estrela sequer.

Palavra de consulta: Amós 8:1 – “O Senhor Jeová assim me fez ver: e eis aqui um cesto de frutos do verão.” É importante ler todo o capítulo 8 de Amós para o entendimento do sonho por parte do Espírito Santo do Senhor. Mas destacamos 2 versículos que estão relacionados com o sonho:

AMÓS 8:9 – E sucederá que, naquele dia, diz o Senhor Deus, farei que o sol se ponha ao meio dia, e a terra se entenebreça no dia claro. 12:13 – Eis que vêm dias, diz o Senhor Deus, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. E irão errantes de um mar até outro mar, e do norte até ao oriente; correrão por toda a parte, buscando a palavra do Senhor, mas não a acharão.

Sonho – 19/05/2015

Full_featured_double_rainbow_at_Savonlinna_1000pxVia que estava caminhando pela rua com a minha esposa, eu olhava para o céu, e de repente aparecia entre as nuvens um arco-íris “duplo”, um acima do outro e ambos tocavam o chão e formavam uma espécie de “cúpula” ao observar aquele maravilhoso sinal, percebia também que algumas pessoas que estavam ao meu redor exclamavam: “Que coisa maravilhosa, nunca havíamos contemplado algo tão maravilhoso como esse”, e no mesmo instante tiravam câmeras fotográficas e celulares e começavam a tirar fotos e a postar nas redes sociais e aquilo circulava pela internet. E então eu perguntava: “Meus Deus o que quer dizer para nós esse sinal?” e uma voz do céu me dizia: “Esse é um sinal poderoso da volta do meu Filho Jesus e as pessoas não estão percebendo a gravidade disso, pois esses dois arcos representa a aliança de Deus com os homens, mas muitos estão desapercebidos quanto a isso, por isso o meu (Filho voltará na hora em que não imaginais)” Lucas 12:40.

Texto da Consulta ao Senhor: “E disse o Senhor: Ouvi o que diz o injusto juiz.
E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles? Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?”
Lucas 18:6-8

 Sonho – 22/05/2015

Ontem a noite eu orei e pedi ao Senhor uma experiência, para que Ele revelasse o que está por vir sobre a humanidade. Então eu comecei a ver em minha mente uma enorme tempestade se formando no céu com nuvens densas e escuras sobre o mar, e nas nuvens apareciam faces malignas. Eu achei que era minha imaginação e fui dormir, mas antes pedi a Deus que me desse a confirmação em sonhos sobre o que eu havia visto, para que soubesse que foi Ele quem me mostrou aquilo. 233e1781d74a12051146acc49bd7a46b_largeEntão eu sonhei que estava andando perto da praia com uma amiga, e olhava para o céu. Havia dois arco-íris lindos, e eu ficava maravilhada! O céu estava magnifico, refletia uma luz dourada muito linda, as nuvens estavam douradas e radiantes. Mas os arcos-iris estavam sumindo de baixo pra cima, de forma que as pontas estavam sumindo, mas o topo era bem colorido ainda. Eu peguei o celular apressada na intenção de tirar uma foto e enviar para meus amigos, mas quando finalmente acertei o foco da câmera tudo ficou escuro de repente. Eu me assustei e vi que os arcos-íris haviam desaparecido. No céu se formou uma grande tempestade com fortes raios, e eu não entendia porque estava tão escuro, mas sentia que era algo ruim que estava chegando. Eu olhava as nuvens e em alguns pequenos pontos eu via que havia luz do sol por trás das nuvens, porém a terra estava em trevas como meia noite… eu ia tirar uma foto dos raios mas eram muitos rápidos e eu não conseguia, até pensei em filmar. Mas então eu decidi sair dali e procurar abrigo pois sabia que a tempestade estava chegando e dava muito medo devido a escuridão que ficou, quase não se via pontos de luz na cidade.

Alguns discernimentos:

Arco-íris = aliança do Senhor com o homem.

O arco-íris tocar no chão = a oportunidade que o Senhor ainda tem dado ao homem de ir para a Jerusalém celestial.

Testemunho = arma poderosa para evangelizar os do mundo.

Câmera fotográfica = coisas materiais que nos impedem de ver a nova Jerusalém.

Nuvens escuras = as trevas espirituais sobre o mundo.

O Senhor dos Céus estabeleceu desde o princípio o sinal da Aliança Eterna com a humanidade e deixou um sinal visível nas nuvens (Genesis 9:11-17). Sendo Deus Misericordioso, porém Justo, não suporta a maldade e o pecado, mas dá o escape aos seus justificados pelo sangue do Filho. Hoje estamos de fato no fim das eras (onde o arco da aliança está desaparecendo da terra para o céu, pois é o homem que está tentando invalidar a aliança, pois o Senhor é Fiel com os que querem manter a aliança) e o direito ao pacto está se findando (está se findando o tempo da Graça).

Deus fez uma aliança com Noé e jurou nunca mais destruir a terra com o dilúvio e depois fez uma Nova Aliança através da Cruz (Lucas 22:20).

O arco celeste está diretamente ligada à Glória de Deus ao redor do Trono (Apocalipse 4:3, Apocalipse 6:2, Ezequiel 1:26-28), ou seja, esse sonho está relacionado a demonstração da glória de Deus através de sinais manifestos na Natureza o que não precisamos relatar, pois vocês tem acompanhado os noticiários sobre os fatos ocorridos na natureza, pois como está escrito: “Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.” Salmos 19:1 e ainda “Porque a criação aguarda com ardente expectativa a revelação dos filhos de Deus.” Romanos 8:19. O que ocorre nessa geração é um profundo descrédito referente aos sinais que o Senhor dá na natureza (Furacões, Vulcões, Terremotos, Maremotos, Luas de Sangue, Eclipses Lunares, Alinhamentos dos astros e planetas, Manchas Solares, Tempestades de Areia, dentre inúmeros outros sinais) todos muito bem “arquivados”, fotografados e lançados na internet e mesmo assim temos uma massa de seres humanos DESCRENTES À VOLTA DO MESSIAS, enquanto a obra criadora anuncia, assim como anunciou no dia da morte do nosso Salvador para estabelecer a Nova Aliança através do derramamento do Sangue do Filho de Deus (Mateus 27), agora ela NÃO anuncia um Cristo que veio para ser vituperado, humilhado, cuspido e escarnecido, mas anuncia a volta de um Rei Todo Poderoso, Aquele que expressa a Sagrada Escritura: “E vi outro anjo forte que descia do céu, vestido de uma nuvem; por cima da sua cabeça estava o arco-íris; o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo” (Apocalipse 10:1) executor do Juízo do Pai e Justiça sobre aqueles que  Nele espera como noiva prudente e alerta – esses estão apercebidos aos sinais proféticos de Deus – pois aquele que subiu em Glória novamente voltará e buscará aqueles que são seus, pois Fiel é o que prometeu.

Portanto VIGIAI!!!!

 

Importa, porém, caminhar hoje, amanhã, e no dia seguinte

amanha“Importa, porém, caminhar hoje, amanhã, e no dia seguinte, para que não suceda que morra um profeta fora de Jerusalém.” Lucas 13:33

Hoje vivemos em um tempo em que cada dia necessitamos da Graça de Deus para permanecer de pé, em meio a tantos embates, ataques ferozes do diabo, influência das mídias seculares e de ímpios que nos cercam, perseguições e luta interior do próprio “eu” de forma violenta. Quem dentre os servos fiéis de Cristo nunca passou por tais situações na caminhada para a Jerusalém Celestial? O próprio apóstolo Paulo, o maior evangelista e doutor das escrituras nos dá o seu testemunho quando diz: “São ministros de Cristo? falo como fora de mim, eu ainda mais; em trabalhos muito mais; em prisões muito mais; em açoites sem medida; em perigo de morte muitas vezes; dos judeus cinco vezes recebi quarenta açoites menos um. Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo; em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha raça, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre falsos irmãos; em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejuns muitas vezes, em frio e nudez. Além dessas coisas exteriores, há o que diariamente pesa sobre mim, o cuidado de todas as igrejas. Quem enfraquece, que eu também não enfraqueça? Quem se escandaliza, que eu me não abrase? Se é preciso gloriar-me, gloriar-me-ei no que diz respeito à minha fraqueza. 2 Coríntios 11:23-30. Tantas batalhas diárias as vezes nos fazem ficar afadigados na caminhada, e as vezes nos acomete a vontade de parar e abandonar tudo para procurar um descanso, mas a palavra de Deus para nós hoje é: “Levantai-vos, e ide-vos, pois este não é lugar de descanso; por causa da imundícia que traz destruição, sim, destruição enorme.” Miquéias 2:10. Bem sabemos que com nossas próprias forças e com o nosso próprio entendimento, não chegaríamos nem neste ponto em que nos encontramos rumo a Jerusalém Celeste. Quem está a nossa frente é nada mais do que o Poderoso Senhor dos exércitos. Todos vivemos dia após dia dependendo da Misericórdia do Pai de Amor, pois como nos afirma a palavra de Deus e bem sabemos que Deus nos presenteia todos os dias com a Sua maravilhosa e infinda Graça, como nos diz: “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim;
Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade.” Lamentações 3:22-23. Como o próprio Cristo nos ensinou: “Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” Mateus 6:34. Se não fosse o Senhor que pelejasse por nós, ai de nós, pois não sabemos controlar nem o nosso coração, quanto mais nos mantermos de pé e em movimento em direção a Jerusalém. A única coisa que nos resta então é o louvor ao Deus que nos presenteia com as mais grandiosas maravilhas dias após dia, para que não morra um profeta fora de Jerusalém. O maior entendimento da Sua graça sem limites está expressa nos 4 versículos dos 2 livros da bíblia: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as BÊNCÃOS ESPIRITUAIS (muito além das bençãos materiais que muitos buscam) nos lugares celestiais em Cristo; como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; e nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade.” Efésios 1:3-5 e “Bendito seja o Senhor, que de DIA EM DIA nos carrega de benefícios; o Deus que é a nossa salvação. (Selá.).” Salmos 68:19. Toda honra e glória a Ele!!!

Sandro L. Oliveira

A água, o sangue e o espírito: elementos para a vida eterna

“E três são os que testificam na terra: o Espírito, e a água e o sangue; e estes três concordam num.” 1 João 5:8

Amados, este assunto que abordaremos é um assunto sério e de extrema importância para aqueles que desejam entrar nos céus, pois se trata de 3 elementos espirituais indispensáveis para os que professam a sua fé em Jesus Cristo. É também um assunto complexo, pois trata-se do caráter espiritual, onde não podemos explicar de forma racional ou carnal e é um entendimento adquirido através da graça e misericórdia de Deus, não de apenas um estudo. Quando citamos estes 3 elementos podemos ver a sua ação em toda a bíblia, então vamos conferir e buscar diligentemente nas escrituras sobre o assunto. Esses elementos são tão importantes que quando pegamos a instituição da antiga aliança que Deus fez com o povo de Israel , o elemento que selava e que comprovava a aliança era o sangue, como está escrito: “E Moisés tomou a metade do SANGUE, e a pôs em bacias; e a outra metade do SANGUE espargiu sobre o altar. E tomou o livro da aliança e o leu aos ouvidos do povo, e eles disseram: Tudo o que o Senhor tem falado faremos, e obedeceremos. Então tomou Moisés aquele SANGUE, e espargiu-o sobre o povo, e disse: Eis aqui o SANGUE da aliança que o Senhor tem feito convosco sobre todas estas palavras.” Êxodo 24:6-8. Também verificamos a sua importância na instituição do sacerdócio de Arão e seus filhos, como está descrito em Levítico 8 (leia todo o capítulo para ter uma visão maior sobre a instituição do sacerdócio). Moisés utilizou-se do sangue para purificação e santificação do altar e de Arão e seus filhos, e a utilização para o sacerdócio foi essa: “Depois fez chegar o outro carneiro, o carneiro da consagração; e Arão com seus filhos puseram as suas mãos sobre a cabeça do carneiro. E degolou-o; e Moisés tomou do seu SANGUE, e o pôs sobre a ponta da orelha direita de Arão, e sobre o polegar da sua mão direita, e sobre o polegar do seu pé direito.

the-hour-of-mercy-1png
Moisés também fez chegar os filhos de Arão, e pôs daquele SANGUE sobre a ponta da orelha direita deles, e sobre o polegar da sua mão direita, e sobre o polegar do seu pé direito; e Moisés espargiu o restante do SANGUE sobre o altar em redor.” Levítico 8:22-24. Quando Deus estipula o tabernáculo a Moisés, ele ordena: “Atenta, pois, que o faças conforme ao seu modelo, que te foi mostrado no monte.” Êxodo 25:40, ou seja, Moisés tinha a incumbência de realizar o tabernáculo e o culto a Yahweh, semelhante ao culto prestado nos céus, seguindo com extremo zelo todas as orientações que Deus havia passado para ele, mas não entraremos detalhadamente nesse assunto para não perdermos o nosso foco principal. Quando pegamos o tabernáculo deparamos com o 1º elemento que é o altar do sacrifício, onde se executava a utilização do sangue. O 2º elemento era a pia de bronze, onde o sacerdote devia se lavar para entrar no Santo Lugar, conforme estava ordenado: “Então farás chegar a Arão e a seus filhos à porta da tenda da congregação, e os lavarás com ÁGUA” Êxodo 29:4. Nenhum sacerdote podia entrar no Santo Lugar sem se lavar com a água, pois o que assim não procedesse morreria.
O 3º elemento que se encontrava dentro do Santo Lugar, era o Menorah (ou candelabro de sete braços) colocado entre o Átrio Exterior e o Santo dos Santos, onde estava à presença do Deus Pai representado pela Arca da Aliança. Esse elemento representa o Espírito Santo, que é o elemento entre o sacrifício e o acesso ao Pai. Tinha sete braços para representar a totalidade do Espírito Santo. Em Isaías 11, temos a profecia sobre a totalidade do Espírito que estaria em ação sobre a vida do Messias: “E repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o espírito de sabedoria e de entendimento, o espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do Senhor.” Isaías 11:2. Em Apocalipse João vê Jesus glorificado, que afirma: “… Isto diz o que tem os sete espíritos de Deus…” Apocalipse 3:1. O próprio apóstolo João começa no seu 1º capítulo do livro de Apocalipse anunciando: “João, às sete igrejas que estão na Ásia: Graça e paz seja convosco da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono” Apocalipse 1:4.

O 2º elemento (água) é aquilo que produz vida: “Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e o seu tronco morrer no pó, ao cheiro das ÁGUAS brotará, e dará ramos como uma planta.”Jó 14:7-9. “Então disse-me: Estas ÁGUAS saem para a região oriental, e descem ao deserto, e entram no mar; e, sendo levadas ao mar, as águas tornar-se-ão saudáveis.E será que toda a criatura vivente que passar por onde quer que entrarem estes rios viverá; e haverá muitíssimo peixe, porque lá chegarão estas ÁGUAS, e serão saudáveis, e viverá tudo por onde quer que entrar este rio.” Ezequiel 47:8-9. É o que produz purificação: “Então aspergirei ÁGUA pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias, e de todos os vossos ídolos, vos purificarei.” Ezequiel 36:25. Em Levíticos 14, nos mostra da importância desses dois elementos para a purificação da lepra. “E tomará a ave viva, e o pau de cedro, e o carmesim, e o hissopo, e os molhará, com a ave viva, no SANGUE da ave que foi degolada sobre as ÁGUAS correntes. E sobre aquele que há de purificar-se da lepra espargirá sete vezes; então o declarará por limpo, e soltará a ave viva sobre a face do campo. E aquele que tem de purificar-se lavará as suas vestes, e rapará todo o seu pêlo, e se lavará com ÁGUA; assim será limpo; e depois entrará no arraial, porém, ficará fora da sua tenda por sete dias; e será que ao sétimo dia rapará todo o seu pêlo, a sua cabeça, e a sua barba, e as sobrancelhas; sim, rapará todo o pêlo, e lavará as suas vestes, e lavará a sua carne com ÁGUA, e será limpo” Levítico 14:6-9. A lepra era executada sobre aquele que cometia um pecado grave contra o Senhor, este quando era atacado de lepra, devia ser isolado do restante do povo e deveria cumprir uma serie de ordenanças para ser limpo ou purificado; não havia como se purificar sem a presença desses dois elementos: sangue e água.

Igualmente ao sangue e a água, temos também o Espírito Santo. Para compararmos com o primeiro versículo que colocamos nesse assunto e mostrar a sua veracidade de que os 3 elementos se concordam em um, vamos em Genesis cap. 1: “E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o ESPÍRITO de Deus se movia sobre a face das ÁGUAS.” Gênesis 1:2. O mesmo Espírito que era derramado sobre a vida dos profetas e reis e que norteava ao povo quanto à vontade do Pai e que operava grandes maravilhas através dos servos de Deus. É o mesmo Espírito descrito por Jesus em João 16:8, que convence o mundo do pecado, da justiça e do juízo e que é indispensável para a nossa santificação e para o alcance da vida eterna: “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o ESPÍRITO. Porque a lei do ESPÍRITO de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.”Romanos 8:1-2. Para não falarmos que os elementos é somente parte do acordo feito na 1ª aliança, vamos verificar esses dois elementos no diálogo de Jesus com Nicodemos: “Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da ÁGUA e do ESPÍRITO, não pode entrar no reino de Deus.” João 3:5. E na mesma grandeza, Jesus valida a segunda aliança através de seu sangue: “Semelhantemente, tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu SANGUE, que é derramado por vós.” Lucas 22:20.

“Porque, se o sangue dos touros e bodes, e a cinza de uma novilha esparzida sobre os imundos, os santifica, quanto à purificação da carne, quanto mais o SANGUE de Cristo, que pelo ESPÍRITO ETERNO se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo? E por isso é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna.” Hebreus 9:13-15. Voltemos ao 1º versículo para entendermos a grandeza desses elementos: “Porque três são os que testificam no céu: o PAI, a PALAVRA, e o ESPIRITO SANTO; e estes três são um. E três são os que testificam na terra: o ESPÍRITO, e a ÁGUA e o SANGUE; e estes três concordam num.” 1 João 5:7-8 Então temos o Sangue (libação e propiciação), a Água (regeneração e purificação) e Espírito (santificação e unificação). Sem a presença destes três elementos não podemos entrar nos céus. E por que a importância dos três elementos para nós? Porque, os três são parte da Trindade e parte da Suas ações para resgate e regeneração da alma pecadora. Em Salmos, o rei Davi movido pelo Espírito Santo expressa: “Assim como o cervo brama pelas correntes das ÁGUAS, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus! A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus?” Salmos 42:1-2. Em Apocalipse 22, está expressa a comunhão do ESPÍRITO com os salvos: “O Espírito e a noiva dizem: “Vem! ” E todo aquele que ouvir diga: “Vem! “Quem tiver sede, venha; e quem quiser, beba de graça da ÁGUA DA VIDA.” Apocalipse 22:17. Jesus nos mostra que é Ele quem nos dá a água da vida, pois quem vê o Filho, vê o Pai (João 14: 8-11).

Em Salmos 46, o salmista expressa: “Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; não se abalará. Deus a ajudará, já ao romper da manhã.” Salmos 46:4-5.  Disso temos a certeza de que tudo está convergido em Cristo, todo plano de salvação se cumpriu Nele, o único Caminho ao Pai, o grande Eu Sou, era necessário que Nele se cumprisse todo o poder das Escrituras, tudo o que foi mostrado a Moises e aos profetas. Em um diálogo com a mulher samaritana, Jesus afirma: “… Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria ÁGUA viva.” João 4:10. Na festas dos tabernáculos, podemos conferir o testemunho de Jesus: “E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de ÁGUA viva correrão do seu ventre. E isto disse ele do ESPÍRITO que haviam de receber os que nele cressem; porque o Espírito Santo ainda não fora dado, por ainda Jesus não ter sido glorificado.” João 7:37-39. Essa afirmação se cumpriu na cruz, onde estavam presentes os 3 elementos novamente. Podemos conferir isso em João cap. 19: “Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu SANGUE e ÁGUA. E aquele que o viu testificou, e o seu testemunho é verdadeiro; e sabe que é verdade o que diz, para que também vós o creiais.” João 19:34-35. A palavra não relata, mas o Espírito certamente estava presente na cruz para execução da justiça e juízo de Deus sobre a lei do pecado.

A promessa de Jesus era para que depois da sua morte e ressurreição, Ele enviaria à igreja o Espírito Santo (João 16:7-14) e cumpriu o envio do Espírito após a sua ascensão aos céus (Atos 1) no dia de Petencostes (Atos 2). Então temos o derramamento do sangue e água em morte na cruz, e da mesma maneira o Espírito em vida e ressurreição. Pois o mesmo Espírito ressuscitou Jesus entre os mortos com poder, dando testemunho da aceitação do sacrifício na cruz do Calvário; isso podemos conferir o que o apóstolo Paulo nos afirma em Romanos 8: “E, se o ESPÍRITO daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu ESPÍRITO que em vós habita.” Romanos 8:11. Recebemos estes três elementos sendo participantes com Cristo na sua morte e ressurreição, segundo nos afirma: “Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição” Romanos 6:5

Assim como a Trindade não pode ser separada, da mesma forma a ação desses três elementos é indispensável para a remissão da alma do homem, aniquilação do pecado (se dará somente após o arrebatamento dos fiéis) e do passaporte para ser cidadão do céu. Não há como sermos participantes da vida eterna, sem a ação desses três elementos: O sangue, pois não há remissão sem o derramamento do sangue: “E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com SANGUE; e sem derramamento de SANGUE não há remissão. De sorte que era bem necessário que as figuras das coisas que estão no céu assim se purificassem; mas as próprias coisas celestiais com sacrifícios melhores do que estes. Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus” Hebreus 9:22-24. A água, pois é necessária a ação da água para a purificação: “Porém o que for imundo, e se não purificar, do meio da congregação será ele extirpado; porquanto contaminou o santuário do Senhor; ÁGUA de separação sobre ele não foi espargida; imundo é.” Números 19:20. O Espírito Santo, pois é através dele que alcançamos santificação: “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” Hebreus 12:14. E é o Espírito que implanta em nós os seus frutos para aniquilar em nós o peso da Lei que nos condena (Gálatas 5:16-25).

Queridos, oremos a Deus para que Ele derrame em nós esses elementos para que possamos também ser participantes do Reino Eterno, Amém e Amém!!!

Por Sandro Oliveira