Apostasia, Anjos e Juízo

apostasia

Quero, pois, lembrar-vos, embora já estejais cientes de tudo uma vez por todas, que o Senhor, tendo libertado um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu, depois, os que não creram; e a anjos, os que não guardaram o seu estado original, mas abandonaram o seu próprio domicílio, ele tem guardado sob trevas, em algemas eternas, para o juízo do grande Dia; como Sodoma, e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregado à prostituição como aqueles, seguindo após outra carne, são postas para exemplo do fogo eterno, sofrendo punição. Ora, estes, da mesma sorte, quais sonhadores alucinados, não só contaminam a carne, como também rejeitam governo e difamam autoridades superiores. Contudo, o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo e disputava a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a proferir juízo infamatório contra ele; pelo contrário, disse: O Senhor te repreenda! Estes, porém, quanto a tudo o que não entendem, difamam; e, quanto a tudo o que compreendem por instinto natural, como brutos sem razão, até nessas coisas se corrompem. Ai deles! Porque prosseguiram pelo caminho de Caim, e, movidos de ganância, se precipitaram no erro de Balaão, e pereceram na revolta de Corá” (Judas 5-11).

A apostasia não é algo novo. Embora ela possa parecer pior hoje do que em anos anteriores, ela tem estado por aí desde quase sempre; e ela colhe o juízo de Deus.

Apóstata é aquela pessoa que abandona a religião, os princípios, o grupo ou a causa aos quais era associada e cujos ensinamentos professava anteriormente.[1] O livro de Judas dá exemplos de apóstatas dos tempos do Antigo Testamento e do juízo divino que esses apóstatas colheram.

Apóstatas do Antigo Testamento

O primeiro exemplo envolve o povo de Israel, a quem Deus havia trazido do Egito sob a liderança de Moisés (Jd 5). Todos ficaram muito satisfeitos em ser libertados da escravidão e do sofrimento que haviam experimentado durante muitos anos. Mas os incrédulos entre os israelitas ficaram satisfeitos meramente por motivos egoístas, em vez de ser pela honra e glória de Deus. Como conseqüência, Deus, “destruiu, depois, os que não creram” (Jd 5).

O segundo exemplo de Judas envolve um grupo de anjos, a quem Deus criou para um domínio angélico especial, ou esfera de influência (v.6).[2] Aparentemente, esses anjos ficaram satisfeitos com seu poder sobrenatural de influência, mas decidiram usá-lo por motivos egoístas em vez de ser para os propósitos de Deus. O pecado dos anjos consistiu em quatro ações:

1. Abandonar o domínio que lhes havia sido ordenado por Deus, ou sua esfera de influência, a fim de se tornarem parte de um domínio diferente.

2. Abandonar “seu próprio domicílio” (v.6). Esses anjos desertaram da habitação ordenada por Deus para os anjos nos céus,[3] a fim de viverem em outro local.

3. Entregar-se à “prostituição” (v.7). O versículo 7 começa, dizendo: “Como Sodoma, e Gomorra, e as cidades circunvizinhas”. Alguns intérpretes afirmam que o versículo 7 não tem nenhuma relação com os anjos do versículo 6.[4] Eles insistem que as palavras“como aqueles”, no versículo 7, se referem às cidades de Sodoma e Gomorra e não aos anjos do versículo 6, e que Judas estava dizendo que as cidades ao redor de Sodoma e Gomorra se entregaram à imoralidade sexual de maneira semelhante às de Sodoma e Gomorra.

No entanto, a palavra “cidades” em grego é feminina. Diferentemente, as palavras gregas traduzidas por “como aqueles” no versículo 7, e “anjos” no versículo 6 são ambas masculinas. Assim, “como aqueles” no versículo 7 deve referir-se aos anjos do versículo 6, e não às cidades de Sodoma e Gomorra.[5] Judas estava dizendo que Sodoma e Gomorra e as cidades ao redor destas pecaram como os anjos do versículo 6, cometendo imoralidade sexual.

Todavia, isto não significa que os anjos se entregaram ao mesmo tipo de imoralidade sexual que os homens daquelas cidades perversas. A palavra grega traduzida por “prostituição” no versículo 7 se refere a qualquer tipo de relacionamento sexual proibido por Deus.[6] A imoralidade sexual dos homens de Sodoma e Gomorra, e das cidades da circunvizinhança, envolvia irem atrás de “outra carne”. Ir “após outra carne” significa “ter relações sexuais antinaturais”.[7] Os homens se envolveram em relações sexuais não-naturais uns com os outros, embora Deus tenha criado seres humanos masculinos para serem sexualmente alheios a outros seres humanos masculinos (Lv 18.22; Lv 20.13; Dt 23.17.

4. Ir “após outra carne” (v.7). A imoralidade sexual dos anjos também envolvia ir atrás de “outra carne”. Deus criou anjos como seres espirituais, sem corpos físicos de carne e osso. Assim, os anjos do versículo 6, contrariamente à sua natureza e ao que Deus pretendia, buscaram ter relações sexuais com carne física. O final do versículo 6 indica que Deus puniu esse pecado quádruplo confinando-os a um lugar lúgubre de trevas, onde Ele os mantém até o juízo final deles no fim da história desta Terra: Ele os reservou em “algemas eternas” para o juízo do grande dia.

O apóstolo Pedro tinha em mente esses mesmos anjos quando escreveu:

Ora, se Deus não poupou anjos quando pecaram, antes, precipitando-os no inferno, os entregou a abismos de trevas, reservando-os para juízo. E não poupou o mundo antigo, mas preservou a Noé, pregador da justiça, e mais sete pessoas” (2Pe 2.4-5).

Várias coisas devem ser observadas relativamente a estes comentários: Primeiro, Pedro estava se referindo a um grupo de anjos a quem Deus havia confinado e acorrentado em um terrível lugar de trevas no passado.

Segundo, embora a tradução chame esse lugar de “inferno”, Pedro não usou a palavra do Novo Testamento para “inferno” (Hades) nesta passagem. Em vez disso, ele usou a palavra Tártaro. O mundo antigo entendia Hades e Tártaro como duas coisas distintas. Tanto os escritores apocalípticos gregos como judeus consideravam Tártaro como “um lugar subterrâneo, mais baixo que o Hades, onde o castigo divino era executado”.[8] O capítulo 22, versículo 2, do Livro Apócrifo de Enoque apresenta o Tártaro como o lugar de punição para os anjos caídos. Pedro estava indicando que esses espíritos maus estão aprisionados no mais profundo abismo das trevas.

A Segunda Carta de Pedro 2.4 é o único texto no Novo Testamento em que esse lugar de juízo é mencionado com seu próprio nome. Várias outras passagens se referem a ele através de seu termo descritivo, como o “poço do abismo” (literalmente “o abismo”). A palavra “abismo” significa “impenetravelmente profundo”. Escritores apocalípticos judeus o chamavam de “o lugar onde espíritos andarilhos [fugitivos, vagabundos], estão confinados” (Jub. 5:6ss; Eth. En. 10:4ss; 11ss; 18:11ss; Jd. 6; 2 Pe 2.4).[9]

Terceiro, o Tártaro é somente um lugar temporário de juízo para os anjos ali confinados. No final da história desta terra, eles, juntamente com Satanás e os anjos caídos, serão destinados a um outro lugar de juízo: o eterno Lago de Fogo (Mt 25.41; Ap 20.10).

Quarto, Pedro deixou bem claro que esses anjos já estavam no Tártaro por causa de um pecado que cometeram antes que a carta fosse escrita. Esse pecado não foi o pecado angelical original, a saber, a rebelião contra Deus porque, se o fosse, então todos os anjos – inclusive Satanás – estariam ali confinados. Em vez disso, tinha que ser um pecado mais repugnante, cometido por esse grupo de anjos depois da rebelião original dos anjos contra Deus.

Antes e depois do tempo de Cristo na Terra, o entendimento sobre Gênesis 6.1-4 era de que “os filhos de Deus” (Gn 6.1) eram anjos que haviam se casado com “filhas dos homens” humanas, produzindo descendentes gigantes, que se tornaram “varões de renome” antes do Dilúvio. Esses anjos abandonaram sua esfera de influência designada e esvaziaram a residência dos anjos nos céus.

A Septuaginta, a tradução grega do Antigo Testamento hebraico, produzida por estudiosos judeus dos séculos II e III antes de Cristo, indica que “os filhos de Deus” de Gênesis 6 eram anjos.[10] O Livro de Enoque (o qual Judas cita nos versículos 14-15) e o Livros dos Jubileus, literatura judaica produzida nos séculos II e III antes de Cristo, apresentavam a mesma visão.[11] O mesmo fez Josefo, o famoso historiador judeu do século I d.C.[12] Esta visão também foi a posição histórica da Igreja primitiva até o século IV d.C.

O juízo de Deus sobre os homens de Sodoma e Gomorra, e das cidades circunvizinhas, serve como exemplo daqueles que sofrerão a punição do fogo eterno (Jd 7).

Apóstatas do Novo Testamento

Começando no versículo 8, Judas aplicou o exemplo dos apóstatas do Antigo Testamento aos apóstatas do versículo 4, que haviam se infiltrado enganosamente para dentro das igrejas. Eram falsos profetas que afirmavam “ter visões e sonhos”,[13] criam que a graça de Deus permitia imoralidade sexual e desprezavam a autoridade do senhorio de Cristo em suas vidas. Além disso, como meros humanos, eles acharam que poderiam repreender os anjos.

Judas contrastou as ações deles com as de Miguel, o arcanjo (um anjo de alta posição), que, quando em disputa com Satanás acerca do corpo de Moisés, disse: “o Senhor te repreenda!” (v.9), em vez de ousar ele mesmo repreender Satanás. Judas usou esse exemplo para aconselhar os apóstatas a terem cuidado em repreenderem os anjos, que são muito mais poderosos que eles.

No versículo 10, Judas acusou esses apóstatas de blasfemarem sobre coisas que eles ignoravam e, como animais irracionais, se corromperem com coisas que entendiam por instinto natural.

No versículo 11, Judas declara: “Ai deles!”, por causa de três coisas que haviam feito:

1. “Porque prosseguiram pelo caminho de Caim”, rejeitando a ordem de Deus e a autoridade de Seu senhorio a fim de fazerem o que queriam.

2. “Movidos de ganância, se precipitaram no erro de Balaão”. Assim como Balaão usou gananciosamente seu ministério profético para enriquecer, esses homens enganosamente afirmavam ter visões significativas em sonhos a fim de ficarem ricos.

3. “E pereceram na revolta de Corá”. Assim como Corá pereceu por causa de sua rebelião contra Moisés (Nm 16), esses apóstatas também pereceram por causa da rebelião contra os líderes da Igreja designados por Deus.

Deus certamente é rápido em perdoar e lento para se irar, mas finalmente Ele tratará da apostasia.

(Renald E. Showers — Israel My Glory — Chamada.com.br)

Notas:

  1. Webster’s New International Dictionary of the English Language, 2ª.ed., não-simplificada (Springfield, MA: G. & C. Merriam, 1939), 127, s.v. “apostasy”.
  2. William F. Arndt e F. Wilbur Gingrich, eds./trad., “arche”, A Greek English Lexicon of the New Testament and Other Early Christian Literature (1952: tradução e adaptação do Griechisch-Deutsches Wörterbuch zu den Schriften des Neuen Testaments und der übrigen urchristlichen Literatur, de Walter Bauer, 4ª ed.; Chicago: University of Chicago Press, 1957), 112.
  3. Otto Michel, “oiketerion”, Theological Dictionary of the New Testament (citado a seguir como TDNT), ed. Gerhard Friedrich, trad./ed. Geoffrey W. Bromiley, traduzido de Theologisches Wörterbuch zum Neuen Testament (Grand Rapids, MI: Eerdmans, 1967), 5:155.
  4. Walter C. Kaiser, Jr., More Hard Sayings of the Old Testament (Downers Grove, IL: InterVarsity Press, 1992), 35.
  5. Edwin A. Blum, Jude in The Expositor’s Bible Commentary (Grand Rapids, MI: Zondervan, 1981), 12:390.
  6. Arndt e Gingrich, “pornéia”, 699.
  7. Ibid., “apérchomai”, 84.
  8. Ibid., “tártaroo”, 813.
  9. Joachim Jeremias, “abyssos”, TDNT, ed. Gerhard Kittel, trad./ed. Geoffrey W. Bromiley (Grand Rapids, MI: Eerdmans, 1964 ), 1:9.
  10. New Catholic Encyclopedia, 13:435, s.v. “Sons of God”.
  11. R. H. Charles, The Book of Enoch (Oxford: Clarendon Press, 1912), 14-15, 21. The Book of Jubilees (New York: Macmillan, 1917), 57–58, 68.
  12. Flavius Josephus, Antiquities of the Jews, 1.3.1 in The Complete Works of Flavius Josephus, trad. William Whiston (Chicago: Thompson & Thomas, n.d.), 32.
  13. Arndt e Gingrich, “enypniázomai”, 270.

QUEM TEM OUVIDOS, OUÇA!!!

maxresdefault

E veio a mim a palavra do Senhor dizendo:

“Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença.Jonas 1:2

“Descerei agora, e verei se com efeito têm praticado segundo o seu clamor, que é vindo até mim; e se não, sabê-lo-ei.” Gênesis 18:21

“Por que, pois, se desvia este povo de Jerusalém com uma apostasia tão contínua? Persiste no engano, não quer voltar. Eu escutei e ouvi; não falam o que é reto, ninguém há que se arrependa da sua maldade, dizendo: Que fiz eu? Cada um se desvia na sua carreira, como um cavalo que arremete com ímpeto na batalha. Até a cegonha no céu conhece os seus tempos determinados; e a rola, e o grou e a andorinha observam o tempo da sua arribação; mas o meu povo não conhece o juízo do Senhor.Jeremias 8:5-7

Essa nação está mergulhada em um tempo obscuro de pecado. Pecados atrozes praticados nos pormenores pelos moradores dessa terra chamada Brasil. Corações diligentes e insistentes a praticar e a voltar-se para o mal, amam a impiedade e os caminhos das iniqüidade. Coisas pavorosas cometidas por cristãos e não cristãos. Continuar lendo

O juízo sobre São Paulo

Esta é uma visão do Senhor concedida a um servo:

O Senhor Deus de Israel e Deus dos gentios me deu uma outra grande visão. E a visão é a seguinte: Via que um anjo sobrevoava a cidade de São Paulo e sobre o estado de Minas Gerais e em suas mãos havia uma trombeta dourada feita de chifre de animal. E eu reparava bem e ele estava prestes a tocar aquela trombeta, foi quando uma mão que saía das nuvens me apontou para a cidade de São Paulo e eu via um grande tumulto nas ruas, eu via pessoas nas largas avenidas com o rosto enfurecido e com o semblante carregado, via também uma multidão em frente à estação da Luz praticamente incontrolável e com muita ferocidade atacavam uns aos outros e depredavam o patrimônio público.

28fev2013---usuarios-circulam-com-dificuldade-na-estacao-luz-da-cptm-na-regiao-central-de-sao-paulo-um-reparo-na-subestacao-engenheiro-sao-paulo-no-bras-regiao-central-da-cidade-fez-os-trens-das-1362060243731_956x500
Então uma voz me falou: “filho repara bem quem os coordena” então eu olhei atentamente e vi que quem estava a frente era um bode com um semblante carregado, e ele dava cabeçadas e a multidão vibrava com cada cabeçada que o bode dava nos patrimônios públicos, via que também em uma praça que tinha uma grande estátua de um homem sobre um cavalo e com uma lança na mão havia pessoas feridas e desesperadas.

bodepreto1Então a voz veio novamente e me disse: “Olhai atentamente pois este ato abalará a economia do seu país ainda mais” e ainda continuava dizendo: “este é o segundo sinal para vos arrependerdes, antes que sobrevenha um grande mal, tamanho em que arrastareis pelas ruas e pelas praças”.

ck-8209Depois eu me via em uma praça pregando para as pessoas e gritando, mas ninguém ouvia a minha voz, então um raio caía dos céus e uma voz bradava: “Já está decretado”. Abri a bíblia para confirmação do Senhor e saiu no seguinte texto: “Mas seus filhos intervirão e reunirão uma multidão de grandes forças; e virá apressadamente e inundará, e passará adiante; e, voltando levará a guerra até a sua fortaleza. Então o rei do sul se exasperará, e sairá, e pelejará contra ele, contra o rei do norte; este porá em campo grande multidão, e aquela multidão será entregue na sua mão.” Daniel 11:10-11.

O juízo sobre o Rio de Janeiro

ZZ216A6E97A cidade do Rio de Janeiro está em 5º lugar  entre as dez cidades mais pecaminosas do mundo. Obviamente é fácil de se comprovar essa afirmação já que é a capital internacional do carnaval, de onde exporta uma festa profana, ligada a contravenção e lavagem de dinheiro.

E até quando eles pensam que podem exportar a profanação e o pecado? Até quando a televisão cujo carro chefe também está no Rio de Janeiro, que exporta novelas e programas cada vez mais libertinos e infames acha que ficará impune?

Pois saibam que Deus trará a juízo, de modo que não escaparão.

A seguir transcrevemos a visão de um servo de Deus:

A visão que tive hoje foi a seguinte: Vi que um ser celestial muito grande e resplandecente estava com uma espécie de vasilha de ouro na mão e derramava uma espécie de metal derretido em outro recipiente de ouro e atrás dele havia uma grande porta de ouro maciça e aquele ser estava em uma grande sala, mas estava sozinho, foi quando ele parou aquela atividade para ouvir uma ordem. Logo em seguida aquele ser retirou uma flecha de sua aljava e disparou, e aquela flecha caiu no estado do Rio de Janeiro, com o cair daquela flecha houve um terremoto no estado e aquele ser bradou do céu: “Ouvi-me povo desta terra, este é o primeiro sinal pelo qual passareis, pois deste estado sai toda a sorte de prostituição a outros deuses diante dos olhos do Altíssimo para toda a nação. Ouvi-me vós, retirai o que é imundo diante de ti para que não aconteça que pereçais por causa das vossas grandes transgressões, alimpai os vossos caminhos e lamenteis, pois grande é a vossa contenda com o Soberano, eis que não há cura para as vossas chagas. Os vossos profetas profetizam falsas profecias de prosperidade, oxalá se eles tivessem vos profetizado a chaga dos vossos pecados para arrepender-se-vos e melhorar os vossos caminhos. Eis que a vossa hora se aproxima, vesti-vos de humildade para que não experimenteis a ira do Deus todo poderoso.” Logo depois dessa visão eu abri a bíblia para pedir uma confirmação do Senhor e saiu em Jeremias 18:9-11 e diz assim: “No momento em que falar de uma nação e de um reino, para edificar e para plantar, se fizer o mal diante dos meus olhos, não dando ouvidos à minha voz, então me arrependerei do bem que tinha falado que lhe faria. Ora, pois, fala agora aos homens de Judá, e aos moradores de Jerusalém, dizendo: Assim diz o Senhor: Eis que estou forjando mal contra vós; e projeto um plano contra vós; convertei-vos, pois, agora cada um do seu mau caminho, e melhorai os vossos caminhos e as vossas ações.” Jeremias 18:9-11

Aos que servem ao Senhor, estejam no clamor e na oração pois certamente Deus os guardará de sua ira e juízo.

Tempo de juízos

“E olhei, e ouvi um anjo voar pelo meio do céu, dizendo com grande voz: Ai! ai! ai! dos que habitam sobre a terra...” Apocalipse 8:13

Queridos irmãos bem sabemos que muitos sinais, profecias e fenômenos nos situam quanto ao tempo espiritual pelo qual estamos vivendo. A importância de estarmos apercebidos ao momento é de grande valia, pois muitos têm seguido enganos e enganadores pela dureza de seus corações e por amarem mais as coisas deste mundo do que a Deus, pensando que por estarmos em um momento de “tranqüilidade” tanto física como espiritual e por não perceberem os riscos eminentes ao período que antecede a volta do nosso glorioso Senhor Jesus, muitos cristãos e não cristãos levam a vida de forma desenfreada e dissoluta; sem temor. E por esse motivo muitos não se preparam para o arrebatamento e nem tão pouco se derramam aos pés do Senhor para buscar uma vida santificada e pura diante de Deus. O tempo que nós vivemos mostra que estamos próximo da execução final dos juízos de Deus descritos na bíblia sobre a face da terra, e muitos deles já são visíveis como, por exemplo, os acontecimentos na natureza (céu, terra e mar) anunciados em vários veículos de comunicação em vários países e por sinais dentro da igreja como a grande apostasia, heresias e a prostituição (que troca o amor verdadeiro de Cristo por algo lucrativo e prospero ou até de pequena valia). E o motivo pela qual está descrito a execução dos juízos de Deus sempre foi e sempre será em função do peso e da representação que o pecado traz sobre a humanidade aos olhos de Deus. Podemos citar alguns casos em que o juízo de Deus veio sobre alguma cidade ou país pela multiplicação dos atos pecaminosos de tal forma que chegaram até o trono de Deus, como foram os casos de Sodoma e Gomorra, quando está expresso na bíblia: “Disse mais o Senhor: Porquanto o clamor de Sodoma e Gomorra se tem multiplicado, e porquanto o seu pecado se tem agravado muito, descerei agora, e verei se, com efeito, têm praticado segundo o seu clamor, que é vindo até mim; e se não, sabê-lo-ei.” Gênesis 18:20-21. E todos nós sabemos a conseqüência do que aconteceu.

Abaixo temos a ilustração de um vídeo sobre um acontecimento histórico sobre a erupção do Vulcão Vesúvio e a subversão da cidade de Pompéia em apenas um dia, no ano de 79 d.c, onde podemos ter uma breve demonstração de como foi a erupção do Vesúvio e como essa cidade veio a baixo em apenas um dia. Não se sabe ao certo os tipos de pecados cometidos por aquela cidade mas, podemos ver que era uma cidade moderna para a época, situada na Itália na época do império romano e que tinha um avançado comércio, “Pompeia era um lugar movimentado, e evidências demonstram diversos detalhes do cotidiano da cidade. No chão de uma das casas, por exemplo, está a inscrição Salve, lucru (Bem-vindo, dinheiro), no local onde funcionava um comércio; jarras de vinho trazem um dos primeiros exemplos de trocadilho mercadológico, Vesuvinum (combinando as palavras em latim para Vesúvio e vinho)” trecho retirado do site www.wikipedia.org , com casas de banhos públicas, anfiteatros. Esse acontecimento histórico nos dá um breve entendimento do que ocorrerá quando Deus começar a executar seus justos juízos finais em nível global, sobre os filhos do pecado.

 Existe um texto bíblico que ilustra bem o ocorrido quando fala: “Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão.” 1 Tessalonicenses 5:2-3 e essa realidade está bem próxima de ocorrer. Mas para os que estão em Cristo Jesus vivendo em comunhão e santificação não precisam temer, pois como nos fala a palavra de Deus: “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus…” Romanos 8:1. Mas ao mesmo tempo a mesma bíblia nos alerta: “Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor; sabei, porém, isto: se o dono da casa soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. Por isso ficai também vós apercebidos; porque numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem.” Mateus 24:42-44. Como está sua vida diante de Deus? Você está preparado (a) e em constante comunhão e santificação?

Veja o vídeo abaixo:
https://www.youtube.com/embed/dY_3ggKg0Bc

8 sinais que o juízo inevitavelmente virá

as-sete-pragas-finais“Portanto, assim diz o Senhor DEUS: Vivo eu, que o meu juramento, que desprezou, e a minha aliança, que quebrou, isto farei recair sobre a sua cabeça. E estenderei sobre ele a minha rede, e ficará preso no meu laço; e o levarei a babilônia, e ali entrarei em juízo com ele por causa da rebeldia que praticou contra mim.” Ezequiel 17:19-20
Estamos vivendo um tempo da grande operação do erro e do engano. Um período pelo qual nunca se houve e toda humanidade, talvez possa ter acontecido em níveis menores em alguma parte do globo, mas nunca em tamanha escala global como se vê hoje em dia.
Vamos citar alguns fatos que tem crescido e com isso tem se agravado o pecado sobre a humanidade para com Deus.

1. Divórcio – O número de divórcio chega a números alarmantes nas últimas décadas e no meio desses números estão cristãos, onde os números de divórcios dobraram no Brasil. Vamos conferir o pensamento de Jesus sobre o assunto: “Disseram-lhe eles: Por que, então, Moisés ordenou dar um documento de divórcio à mulher, ao rejeitá-la? Jesus respondeu-lhes: É por causa da dureza de vosso coração que Moisés havia tolerado o repúdio das mulheres; mas no começo não foi assim. Ora, eu vos declaro que todo aquele que rejeita sua mulher, exceto no caso de matrimônio falso, e desposa uma outra, comete adultério. E aquele que desposa uma mulher rejeitada, comete também adultério.” Mateus 19:7-9
2. Coabitação – Temos visto muitos casos de pessoas cometendo fornicação e torpezas no namoro dentro e até mesmo fora das igrejas e algumas até vão morar juntas com intuito de minimizar o efeito tentando “maquiar o pecado”, mas estes também cometem pecado, sem contar atos abomináveis cometidos por incestos. Vejamos o que a palavra nos fala sobre isso: “Mas, por causa da fornicação, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido. O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido.” 1 Coríntios 7:2-3 e ainda o apóstolo continua a ensinar: “Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.” 1 Coríntios 7:8-9.
3. Aborto – Tem se crescido o número de leis pelo mundo que permite o aborto e até na nossa nação estão com um projeto de lei a ser aprovada que legaliza este terrível ato. Só Deus pode dar ou tirar a vida e vemos crescer os casos em que covardes executam bebês inocentes que não tem chance nenhuma de sequer dar o seu parecer, podemos acrescentar também a eutanásia, o infanticídio e o suicídio assistido. E o que a bíblia nos fala sobre isso: “Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos HOMICIDAS, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.” Apocalipse 21:8
4. Drogas e alcoolismo – Temos observado o aumento do número de pessoas que “sofrem” por causa do alcoolismo e das drogas e esses números tem crescido no meio de jovens e adolescentes, fazendo uma geração sem controle e sem limites, e infelizmente e falo isso com extrema tristeza que existem pessoas que estão envolvidas com esse tipo de abominação dentro das igrejas e ainda afirmo que tem alguns que se intitulam “bispos” que são beberrões. E o que a palavra nos fala sobre isso: “Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os BEBERRÕES, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.”1 Coríntios 6:10. Podemos também citar o que o apóstolo Paulo escreveu em sua carta aos Efésios: “Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a VONTADE DO SENHOR. E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito” Efésios 5:17-18. Podemos acrescentar que alguns países já legalizaram o uso da maconha e de outras drogas.
5. Pornografia, sensualidade e lascívia – Temos percebido principalmente no Brasil a explosão da pornografia oferecida pelas mídias – nos filmes, novelas, músicas; temos visto o crescimento da exposição da nudez e do corpo dentro e fora das igrejas e estas exposições estão atingindo cada vez mais jovens, adolescente e até mesmo crianças, crescimento de gravidez na adolescência e fora do casamento. E o que dizer da auto exposição nas redes sociais? Também, temos visto em nosso parlamento uma bancada de perversos e iníquos tentando criar leis que beneficiam a pedofilia, o estimulo a sexualidade de crianças cada vez mais novas, o estímulo à homossexualidades cada vez mais novas e isso já é uma realidade que vivemos, sem contar a prostituição adulta e a exploração sexual infantil e por todas essas coisas temos percebido o justo salário das doenças sexuais sobre os que andam debaixo da lei do pecado. E o que nos fala a palavra: “Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo, e os farei membros de uma meretriz? Não, por certo. Ou não sabeis que o que se ajunta com a meretriz, faz-se um corpo com ela? Porque serão, disse, dois numa só carne. Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito. Fugi da fornicação. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que fornica peca contra o seu próprio corpo. Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?” 1 Coríntios 6:15-19. Da mesma forma quem comete lascívia, e podemos verificar: “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia… como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” Gálatas 5:19-21. E ainda acrescentamos: “Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.” 2 Timóteo 3:6-7. Não é essa a nossa realidade atual?
6. Filmes e músicas que distorcem as coisas e inverte os valores. Todos os tipos de abominações sendo vomitadas nas mídias seculares e até mesmo por alguns que se dizem cristãos. Podemos até citar o filme de Noé que estava em cartaz a pouco tempo, de Moisés com o Filme: Êxodo: Deuses e Reis que entrará em cartaz, filmes para crianças trazendo engano e ação das trevas como o filme Malévola da Disney e tantos outro que são carregados de mensagens subliminares e satânicas, da mesma forma as novelas e tantas outras coisas que são tão evidentes a blasfêmia contra Deus, também temos o auxilio das redes sociais e na internet distorcendo o valor de bem e mal em uma velocidade impressionante enquanto a igreja assiste a tudo passivamente. Mas o que a bíblia nos fala sobre isso: “Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!” Isaías 5:20. Deus não pode tolerar tais caminhos, pois os caminhos do Senhor são planos, conforme está escrito: “Dizeis, porém: O caminho do Senhor não é direito. Ouvi agora, ó casa de Israel: Porventura não é o meu caminho direito? Não são os vossos caminhos tortuosos? Desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo iniquidade, morrerá por ela; na iniquidade, que cometeu, morrerá. Mas, convertendo-se o ímpio da impiedade que cometeu, e procedendo com retidão e justiça, conservará este a sua alma em vida.” Ezequiel 18:25-27, Também citamos o texto de Amós: “Buscai ao Senhor, e vivei, para que ele não irrompa na casa de José como um fogo, e a consuma, e não haja em Betel quem o apague. Vós que converteis o juízo em alosna, e deitais por terra a justiça” Amós 5:6-7.
7. A extrema corrupção – Quando citamos esse fato não apontamos apenas para os governos, mas pela grande maioria da humanidade, devido o amor ao dinheiro, ao poder. Tendo como a falsa expectativa de bem comum para a humanidade criam grupos de ativistas gays, comunistas, feministas e tantos outros segundo a eficácia de Satanás, muito bem maquiados com a aparência de que querem o melhor para todos, mas no fundo estão carregados das mais terríveis malícias a preço de poder. Vemos dentro das igrejas e do meio gospel a disputa desenfreada por um lugar de destaque, por enriquecimento e por prosperidade terrena. Mas o que a bíblia nos relata sobre isso: “Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão.” 1 Timóteo 6:9-11. A ganância pelo dinheiro e pelo poder tem tornado as pessoas cada vez mais frias, e com caraterísticas totalmente contrárias àquilo que Deus espera, trazendo todas as características da impiedade: “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.” 2 Timóteo 3:1-5.
8. Homossexualidade – Uma das piores formas de blasfêmias contra Deus tem sido o advento do homossexualismo, apoiados por uma grande parte senão pela maioria das pessoas. Estão declarando guerra direta contra a bíblia e contra os cristãos e isso não precisamos nem comentar por que tem sido tão claro a forma de manifestações que este grupo tem feito, promovendo até desfiles com gays vestidos de Jesus. Estes já tem negado Deus publicamente. O que a palavra nos alerta sobre isso: “Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas no dia em que Ló saiu de SODOMA choveu do céu fogo e enxofre, e os consumiu a todos. Assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar.” Lucas 17:28-30, podemos conferir também sobre os atos de abominação praticados em Sodoma quando lemos: “Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os EFEMINADOS, nem os SODOMITAS, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os beberrões, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” 1 Coríntios 6:10.

Continuar lendo