Perseguição aos refugiados cristãos pelos muçulmanos cresce na Alemanha


1599

Os incidentes estão sendo deliberadamente minimizados e até acobertados

Seguem destaques do artigo:
* Milhares de cristãos em abrigos para refugiados alemães estão sendo perseguidos por muçulmanos, não raramente pelos seus próprios seguranças, de acordo com o novo relatório da Open Doors.

* “O maior obstáculo à realização do levantamento foi o medo de muitas vítimas de participarem dele. O temor deles não se restringia apenas em relação às possíveis consequências para eles pessoalmente e aos seus familiares que estão na Alemanha, mas também em relação aos parentes que estão em seus países de origem”. — Relatório da Open Doors.

* “Eu vim para a Alemanha fugindo de meu próprio país na esperança de ter uma vida mais segura em face dos crescentes perigos. Mas na Alemanha eu fui mais ameaçado ainda”. — Refugiado cristão na Alemanha.

* “Apesar do crescente número de denúncias sobre este problema pela mídia, sociedades beneficentes, organizações de direitos humanos, líderes da igreja e organizações cristãs, as autoridades e os políticos alemães sequer realizaram uma investigação. Dito isto, acreditamos que os incidentes estão sendo deliberadamente minimizados e até acobertados. Até em delegacias de polícia ataques motivados pela religião contra refugiados cristãos não são registrados como tais”. — Relatório da Open Doors.

Leia o artigo completo.

Orem-Pelos-Cristãos-Perseguidos

ROY PONTOH, um verdadeiro soldado de Deus

 

Em 20 de janeiro de 1999, Roy Pontoh, 15 anos, era uma das 125 crianças e jovens da Igreja Cristã Nova Aliança. Eles estavam reunidos para um acampamento bíblico na Universidade Pattimura,na ilha de Ambom, Indonésia. O tema do acampamento foi: “O Exército de Deus”.
Quando o evento acabou, os líderes foram para o posto militar local buscar ajuda para as crianças que esperavam carona numa área perigosa. Meiky Sainykit, pastor de jovens, e três outros homens não conseguiram ajuda, então voltaram ao acampamento. No caminho de volta, foram atacados por um grupo de muçulmanos no vilarejo de Wakal. Eles foram arrancados de seus carros e jogados na estrada. Meiky Sainynakit e o motorista morreram esfaqueados e tiveram seus corpos queimados. O terceiro cristão foi salvo por um policial aposentado.
Por volta das 14 horas, extremistas e guerrilheiros da Laskar Jihad foram para a frente do portão da universidade, formando uma multidão. Conforme ela crescia, as crianças ouviam o som dos gritos e cantos aumentar. Um dos pais disse: “É melhor escondermos as crianças”. Seguindo aquele comando, os outros ajudaram os menores a encontrarem esconderijos nos quartos do complexo. Então eles próprios se esconderam e começaram a orar.
Duas horas depois, o grupo conseguiu entrar com machadinhas, lanças, facas e tacos em suas mãos. Eles encontraram muitos adolescentes, os forçaram a sair dos esconderijos e os espancaram sem dó. Roy Pontoh estava no meio dos que foram descobertos. Eles foram separados do grupo e colocados no salão de jantar onde apanharam e foram insultados.
Roy foi espancado diversas vezes. Os extremistas começaram a questioná-lo: “Quem é você?”, “Sou um soldado de Deus!”, Roy respondeu tremendo. Então o homem que fez a pergunta deu uma machadada no ombro esquerdo de Roy. O golpe quase decepou seu braço. A mesma pergunta foi refeita, Roy deu a mesma resposta e recebeu mais uma machadada em seu ombro direito. O homem então perguntou: “O que é um soldado de Deus?”. Em agonia, Roy respondeu: “Um soldado de Deus está pronto para morrer por Cristo”. Mais um golpe, e a lâmina do machado abriu sua barriga.
“Jesus!” foi a última palavra de nosso irmão. Ele caiu de joelhos e o executor cortou sua garganta. O grupo arrastou o corpo de Roy e o jogou num bueiro com outra vítima, Hermanus Chursam. Três dias depois seu corpo foi levado por policiais. O martírio pode ser o resultado final daqueles que perseveram.
O martírio é descrito como uma resposta legítima à perseguição. Se você e eu tivéssemos falado com Roy antes de sua morte, poderíamos não ter notado tão grande coragem e lealdade para com Jesus. Roy passou no teste da água fervente com louvor. Graduou-se em um lugar especial como um vitorioso. Vencedores são como saquinhos de chá. Temos que colocá-los em água fervente para saber quão fortes eles são!
roy
Roy Pontoh 1984 1999
Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro. Filipenses 1.21
FONTE: Extraído do Informativo Underground, da Revista Portas Abertas, Janeiro de 2013.

Como Jesus está salvando milhares no Irã

O canal ‘Zola Levitt’, do casal de apresentadores judaico-messiânicos Myles Weiss e Katherine Weiss, entrevista o ministro do Evangelho Dr. Hormoz Shariat, que nasceu no Irã com sua religião islãmica xiita mas que depois veio à fé em Jesus Cristo enquanto estava na faculdade, nos Estados Unidos. Ele agora ministra na língua FARSI diretamente ao povo iraniano num programa de televisão transmitindo via satélite.
Você vai saber sobre as notícias de conversões naquele país – a antiga Pérsia – onde o povo está sedento por ouvir a Verdade salvadora do Evangelho de Jesus Cristo através da transmissão 24 horas por dia via satélite do Dr. Hormoz Shariat, e muitas conversões a Jesus Cristo – O Filho de Deus Pai Todo-Poderoso – estão ocorrendo por lá.

Peregrinação xiita a Karbala é adoração aos mortos

12279007_886460168127895_3058994798144724717_n

Milhares e milhares de muçulmanos xiitas se reúnem em torno da cidade sagrada xiita de Karbala, no sul do Iraque. Karbala é a Meca do islamismo xiita. Muçulmanos xiitas estão celebrando Arba’een que marcam 40 dias após o aniversário do martírio de Imam Hussein, que era neto de Maomé. É basicamente a adoração de um Imam morto. Imagine o que vai ser como quando Imam Mahdi aparecer. Imam Mahdi provavelmente será o Anticristo da profecia bíblica.

Karbala está localizado nas imediações da antiga Babilônia. A cidade, mais conhecida como o local da Batalha de Karbala (680 D.C), está entre as cidades mais sagradas para os xiitas muçulmanos após Meca, Medina e Najaf. A cidade possui o Santuário Imam Husayn que é considerado sagrado pelos xiitas, assim como o santuário do seu meio-irmão,

Fonte: The Coming Bible Prophecy Reformation

Isis prometeu em julho levar carnificina para as ruas de Paris

Julho 2015: ISIS PROMETEU ‘LEVAR CARNIFICINA PARA A FRANÇA, ENCHER AS RUAS DE PARIS COM CADÁVERES’

Kristinn Taylor 13 de novembro 2015

Os múltiplos ataques terroristas vertentes em Paris nessa sexta-feira à noite, que supostamente mataram mais de 160 parisienses, em explosões e tiroteios separados, parecem ser o cumprimento de uma ameaça pelo ISIS emitida em julho, para ‘trazer abate para a França’ e ‘encher as ruas de Paris com cadáveres’.
A ameaça a Paris foi feita em um vídeo que contou com um terrorista mascarado francês fazendo um discurso antes dele executar um soldado sírio. O vídeo aparentemente recebeu pouca atenção da mídia na época.

“Este é o momento chocante em que um terrorista francês do ISIS prometeu ‘encher as ruas de Paris com cadáveres’ antes dele disparar num soldado sírio na nuca e empurrá-lo de um penhasco.
Em uma mensagem vil dirigida ao povo da França, o militante mascarado falou em francês perfeito antes de executar brutalmente um prisioneiro do exército sírio, atirando-lhe na cabeça.

No discurso delirante de modo selvagem para a câmera de alta definição usada para gravar o vídeo de execução, o fanático disse aos ouvintes que o ISIS “ama a morte assim como vocês amam a vida”, e encorajou apoiadores do grupo a continuarem a traçar e realizar novos ataques terroristas no país europeu.

… “O video de revirar o estômago de hoje foi filmado em uma área do ISIS na província de Hama, na Síria, e foi publicado online pelo escritório de propaganda local do grupo terrorista.

De pé no topo de um penhasco remoto, um jihadista pairava sobre um oficial do exército do regime sírio ajoelhado, e alegou que ele é um dos cerca de 500 cidadãos franceses jihadistas em nome do grupo terrorista no Oriente Médio.

“Ele declarou que sua “mensagem” é destinada não só aos cidadãos franceses, mas também à comunidade internacional e a “todo mundo que luta contra Alá e seu profeta”.

“Salpicando seu diálogo com alegações sobre a força do ISIS e como o grupo terrorista está protegido por Alá, o militante incentivou uma nova onda de ataques terroristas na capital francesa.”

Alalam informou que o terrorista alegou que 500 muçulmanos de Paris se juntaram ao ISIS:

“Ele reiterou que ele e 500 parisienses se juntaram ao ISIS completamente.”

Fonte: The Daily Mail

Ataques do ISIS no Ramadã para levar “calamidade aos infiéis”

11666018_1094156237281051_1385484154390567352_nOs ataques de hoje tem uma finalidade, não é ao acaso. Os Terroristas fizeram ataques ao redor do mundo nesta sexta-feira, decapitando um homem na França, matando dezenas em uma praia na Tunísia e fazendo um ataque suicida em uma mesquita no Kuwait, em uma série de ataques que se seguiram após um dos líderes do ISIS proclamar para fazerem o mês do Ramadã, um tempo de “calamidade para os infiéis”.

Sendo mais detalhista, a mensagem dizia que os Jihadistas devem fazer do Ramadan um tempo de “calamidade para os infiéis … xiitas e muçulmanos apóstatas”, disse Al-Adnani em uma mensagem de áudio recente. “Os muçulmanos em todos os lugares, nós os felicitamos sobre a chegada do mês sagrado. Estejam dispostos a conquistarem neste mês sagrado e tornarem-se expostos ao martírio”.

Como tenho publicado há tempos, à medida que o segundo semestre deste ano se aproxima, a tensão aumenta e os riscos idem, lembro que estamos entrando na Fase 6 (de um total de 7) do cronograma de dominação islâmica (aqui), portanto, quem está familiarizado com os planos conhecidos desses grupos, isso não é novidade, mas as autoridades, governos e orgãos mundiais continuam coniventes com todas essas ações desses grupos como o ISIS e afiliados. Esse segundo semestre promete ser perigoso para ser estar nos EUA e na Europa …

Segue o descritivo da sexta fase:
A Sexta Fase, Hussein acredita que a partir de 2016 haverá um período de “confronto total”. Assim que o califado for declarado o “exército islâmico” vai instigar a “luta entre os crentes e os não crentes” que tem sido tantas vezes previstos por Osama bin Laden.

Fonte: Dionei Vieira

Enquete mostra 81% apoiando o Estado Islâmico

Uma enquete no site do canal al-Jazira (em árabe) mostra que mais de 81% dos participantes apoia o Estado Islâmico e suas ações na Síria e no Iraque.

aljaziraA enquete, que pergunta se o respondente “apoia as vitórias organizadoras do Estado Islâmico na Síria e no Iraque”, já tem quase 44 mil votos e recebeu uma resposta negativa de apenas 18,8% dos participantes.

A al-Jazira é o canal mais popular do mundo árabe. Segundo a própria organização, sua audiência é de cerca de 40 milhões de pessoas — seus maiores mercados são o Egito, a Arábia Saudita e o Marrocos.

A maior parte de seus espectadores vive em centros urbanos (67%) e tem segundo grau ou ensino superior completo (66%).

Hezbollah alerta árabes para destruir logo Israel

O líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, saiu da clandestinidade para pedir a destruição completa de Israel sem nenhuma oportunidade de rendição.

fdfdfd

Hassan Nasrallah, líder da organização terrorista Hezbollah , surgiu a partir esconderijo na sexta-feira para entregar seu primeiro grande discurso em anos, um comício em sua fortaleza sul de Beirute em apoio à guerra palestina contra Israel.

“Israel é um perigo em todos os povos desta região … incluindo o Líbano, e removê-lo é um interesse nacional libanês”, disse Nasrallah centenas de apoiantes, em seu discurso de meia hora. Israel é “um crescimento canceroso” que deve ser exterminada, disse ele. “A única solução é destruí-lo sem dar-lhe a oportunidade de se render.”

 Nasrallah tem estado escondido desde Hezbollah travaram uma dura um mês guerra do Líbano contra Israel, em 2006, temendo assassinato por Israel.

Nasrallah disse que os inimigos do Hezbollah, incluindo os Estados Unidos, Israel e Grã-Bretanha, estavam tentando explorar as tensões políticas, a fim de conduzir uma cunha entre os xiitas e o resto da região. “Dizemos a América, Israel, Grã-Bretanha e suas ferramentas regionais, dizemos a cada inimigo e amigo … nós no Hezbollah não vai abandonar a Palestina, o povo palestino ou os locais sagrados na Palestina”, declarou ele. “Ligue-nos terroristas, criminosos, tentam nos matar, nós, os xiitas nunca vai abandonar a Palestina”.

Nasrallah falava por ocasião do Dia de al-Quds, ou Dia de Jerusalém, marcado anualmente na última sexta-feira do mês muçulmano do Ramadã, em conformidade com a tradição estabelecida pelo aiatolá Ruhollah Khomeini, o governante final do Irã e um inimigo de Israel .

“Alguns podem pensar que a eliminação de Israel é um interesse palestino”, disse Nasrallah. “Sim, é um interesse palestino, mas não apenas isso. É do interesse de todo o mundo islâmico, é do interesse de todo o mundo árabe e é também no interesse nacional de cada país da região. “

Nasrallah ameaçou Israel no passado, dizendo que os foguetes do Hezbollah pode atacar em qualquer lugar em Israel.

Fonte: United Israel