Aborto é assassinato sim e sacrifício ao abominável deus Moloque

Antes de entrar no detalhe no qual se refere a Moloque como o deus do Aborto, gostaria de dizer quem é Moloque e quem está por tras desta adoração pagã.
Moloch ou Moloque é o nome do deus pagão que também era conhecido como conhecido por (Malca ou Milcon) ao qual os amonitas, uma etnia de Canaã (povos presentes na península arábica e na região do Oriente Médio), sacrificava seus recém-nascidos, eram jogados no ventre da estátua de Moloque, onde existia uma cavidade com uma fogueira ardente que consumia as crianças vivas. Mas também houve por parte dos Israelitas (Povo de Deus) uma adoração a este falso deus assim que eles adentraram nas terras de Canaã, Mas o Senhor nosso Deus, já os havia advertido sobre Moloque:

“Também dirás aos filhos de Israel: Qualquer dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros peregrinos em Israel, que der de seus filhos a Moloque, certamente será morto; o povo da terra o apedrejará.
Eu porei o meu rosto contra esse homem, e o extirparei do meio do seu povo; porquanto eu de seus filhos a Moloque, assim contaminando o meu santuário e profanando o meu santo nome.
E, se o povo da terra de alguma maneira esconder os olhos para não ver esse homem, quando der de seus filhos a Moloque, e não matar,
eu porei o meu rosto contra esse homem, e contra a sua família, e o extirparei do meio do seu povo, bem como a todos os que forem após ele, prostituindo-se após Moloque.”
(Levítico 20:2-5)moloque

Vários reis de Israel cometeram tal pecado, a começar pelo rei Salomão, que na sua velhice, “edificou um alto (altar) sobre o monte que está diante de Jerusalém a Moloque, a abominação dos filhos de Amom” (1 Reis 11:7), o rei Acaz queimou seus próprios filhos no fogo (2 Cr 28:3), o rei Manassés também sacrificou seus filhos ao fogo (2 Cr 33:6) e as dez tribos de Israel também passaram pelo fogo seus filhos e filhas cometendo tão horrendo pecado (2 Reis 17:17). Apesar do profeta Jeremias ter exortado o povo acerca desse pecado “E edificaram os altos de Baal, que estão no vale do filho de Hinom, para fazerem passar seus filhos e filhas pelo fogo a Moloque, o que nunca lhes ordenei, nem subiu ao meu coração que fizessem tal abominação, para fazerem pecar a Judá.” (Jr 32:35), ainda assim o povo não ouviu a voz do Senhor, recebendo então o castigo divino.

Com tudo isso podemos concluir, que quão terrivél foram os atos destas pessoas do passado,e se pudéssemos dizer algo a  estas pessoas, diríamos : Como puderam fazer isso com  estas crianças? Como uma sociedade poderia ter aceitado tal barbaridade? Continuar lendo