Erdogan declara que Exército turco entrou na Síria para derrubar Assad

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse nesta terça-feira (29) que o Exército de seu país entrou na Síria para acabar com o governo do presidente Bashar Assad, a quem acusou de terrorismo de Estado.

6474482“Entramos [na Síria] para acabar com o regime do tirano Assad que aterroriza com terror de Estado. [Não entramos] por qualquer outra razão”, disse o presidente turco em um simpósio interparlamentar em Istambul, citado pelo jornal Hurriyet. Erdogan disse ainda que Ancara não tem reivindicações territoriais na Síria, mas quer entregar o poder à população síria para restaurar “a justiça”. “Por que entramos? Não estamos de olho em solo sírio. A questão é fornecer terras a seus verdadeiros proprietários. Ou seja, estamos lá para o estabelecimento da justiça”, disse ele.

Ele continuou afirmando que de acordo com as suas “estimativas”, quase um milhão de pessoas morreram na Síria, e que isso o fez se perguntar “onde estava a ONU” e “o que ela estava fazendo”. Em dado momento, disse Erdogan, a Turquia perdeu a paciência e “teve que entrar” no país árabe para lutar “junto com o Exército Livre da Síria”.

Nenhum grupo de monitoramento fornece números de vítimas semelhantes aos declarados por Erdogan. Os últimos dados da ONU calculam que, em cinco anos, o conflito sírio matou cerca de 400 mil pessoas. As tropas turcas entraram na Síria em 24 de agosto, lançando a chamada operação Escudo do Eufrates com tropas terrestres e força aéreo no norte do país vizinho, com o objetivo declarado de ajudar a retomar as regiões controladas pelo Daesh (autodenominado Estado Islâmico).

No entanto, grande parte dos analistas considera que Ancara pretende sobretudo suprimir as forças curdas no norte Síria, a fim de evitar a conexão de três regiões curdas, que de facto são autônomas, em um único enclave ao sul da fronteira turca.

Em outubro, as forças aéreas da Turquia mataram entre 160 e 200 combatentes da milícia curda YPG em 26 ataques aéreos realizados em apenas uma noite. A campanha militar turca na Síria também levou a relações cada vez mais tensas entre Ancara e o governo de Assad. A Turquia foi forçada a suspender o apoio aéreo à sua incursão militar no final do mesmo mês, depois que Damasco prometeu derrubar os aviões da Força Aérea turca que estivessem sobrevoando seu espaço aéreo.

Fonte Sputnik

Erdogan é candidato a anticristo?

erdogam califaHá um pensamento amplamente difundida de que a Bíblia ensina que o Anticristo será judaica. Não estou de acordo em tudo. O Anticristo será o governante do próximo império mundial. Assim como o governante de todos os passado império mundial; ele vai estar de uma nação gentia.

Alguns dizem que o Anticristo deve ser judeu, porque só um judeu poderia começar a nação de Israel a segui-lo como seu novo messias. Eles tirou essa idéia, assumindo que o termo “anti-Cristo” significa um messias falsas. Isso não é o significado que a Bíblia retrata. O prefixo “anti” significa contra. O Anticristo vai ficar contra o Deus de Israel. O Anticristo não virá como um messias judeu imitação, mas ele virá como governante opressor do próximo império mundial. Como a maioria dos governantes dos impérios mundiais anteriores ele também vai alegar que Ele é Deus.

2Tessalonicenses 2: 4 Quem se opõe e se exalta acima de tudo que se chama Deus, ou se adora; de modo que ele, como Deus se assenta no templo de Deus, mostrando-se que ele é Deus.

Pessoas que dizem que o Anticristo será o uso Judaico versos seguintes para apoiar o seu ponto de vista. Eles dizem que a frase “o Deus de seus pais” refere-se ao Deus de Israel. Se você me perguntar, esse argumento é pouco conclusiva. Primeiro de tudo cada nação tem o seu próprio deus ou deuses. Assim, o Deus de seus pais poderia descrever uma pessoa de qualquer nação. Em segundo lugar, a palavra traduzida como Deus em Inglês é, na verdade, a forma plural em hebraico. Então, o seguinte versículo pode ser melhor traduzida como “os deuses de seus pais”. Que iria excluir Israel uma vez que têm apenas um Deus.

Daniel 11: 37-38 E não terá respeito ao Deus de seus pais, nem ao amado das mulheres, nem a qualquer deus, porque ele se engrandecerá acima de tudo. 38 Mas em seu lugar honrará a um deus das forças; ea um deus a quem seus pais não conheceram, ele o honrará com ouro e prata, com pedras preciosas e com coisas agradáveis.

Agora vamos olhar para o que mais esses versículos dizem. No versículo 38 diz que na sua propriedade o Anticristo honrará o Deus de forças. A palavra traduzida como “propriedade” pode significar uma base ou local de operação.

* Estate: usado como um substantivo; uma posição, isto é, pedestal ou estação de: -. base, imobiliário, pé, escritório, lugar, bem
A palavra traduzida como forças refere-se ao poder militar.

* Forças: um lugar fortificado; figurativamente uma defesa: – força, forte (-ress), rock, força (-en), (X mais) forte (espera).

Lendo o resto do Dan 11:38 , vemos que o Anticristo vai honrar a Deus de poder militar com ouro e prata e outras coisas luxuosas.Onde será o Anticristo exibir toda essa riqueza como ele tenta honrar seu deus? O anticristo pode, na verdade honrar a Deus de poder militar em sua base de operação. Onde é que os governantes dos impérios mundiais operam? Eles operam fora dos palácios.

Deixe-me dizer-lhe uma história verdadeira que está acontecendo agora. O recém-eleito presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan construiu uma nova sala de 1.000, 3,1 milhões palácio pé quadrado por si mesmo que custou ao governo turco $ 615 milhões de dólares! novo palácio do presidente Erdogan é o palácio mais caro no mundo de hoje! É um palácio digno de menção bíblica.

Como você poderia esperar os cidadãos turcos, bem como os líderes turcos protestaram contra a opulência do novo palácio de Erdogan. Erdogan respondeu dizendo: “Ninguém pode impedir a conclusão deste edifício. Se eles são poderosos o suficiente, deixe-os vir e demoli-la “.

O palácio é conhecido como o “Palácio Branco” e senta-se em cima de uma colina com vista para a cidade capital da Turquia, de Ankara. O Palácio Branco é maior do que o Whitehouse. É maior do que o Kremlin. É maior do que o palácio de Versalhes. Este é onde o presidente Erdogan agora vive. Dentro de sua nova casa presidente Erdogan tem frequentemente soldados turcos vestir no período armadura correto do Império Otomano era militar. Ele não está honrando a sua religião islâmica mas o presidente, em vez turco Erdogan está honrando a conquista do mundo do antigo Império Otomano!

Em fevereiro 2015 Erdogan anunciou que vai mudar o nome do “White Palace”, como o “külliye presidencial”. A külliye é o nome dos terrenos circundantes uma mesquita. Estes motivos tipicamente abrigar serviços de apoio para a mesquita, como cozinhas e quartos de hóspedes. O novo nome dá o significado religioso casa presidencial. Presidente Erdogan diz que o palácio simboliza a Turquia ressurgente. O que ele quer dizer é: “O palácio é a sede de uma turca descartou Império Otomano reviveu”. Ele já declarou publicamente sua intenção de criar uma nova turco liderado União Islâmica.

Recep Tayyip Erdogan se descreve como um muçulmano moderado, enquanto ele ardentemente proclama-se a ser um Turk.Ele serviu como primeiro-ministro de 2003 a 2014. Ele foi eleito como Presidente da Turquia, em dezembro de 2014. Dentro de sua base de operação que ele não honrar os deuses de seus pais, mas ao invés disso ele homenageia os exércitos de sua países passado.Ele homenageia a conquista turca do mundo. Espero que agora você já deve ter adivinhado que eu acho que o turco Presidente Erdogan é o principal candidato para ser o governante do próximo império mundial.

A Bíblia nos diz que o homem que chamamos de Anticristo será de uma nação gentia.

Ao longo da profecia bíblica uma besta representa um governo governado gentio que é rebelde para com o Deus de Israel. Gentile significa simplesmente nação. Uma besta é frequentemente descrito como saindo do mar. O mar representa as nações dos gentios do mundo. Estes são principalmente as nações do mundo antigo. Em Apocalipse 13: 1 abaixo uma besta sobe do mar. Daniel 7: 3 também descreve o império final mundial gentio como saindo do mar.

Apocalipse 13: 1 E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi uma besta levantar-se do mar, que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia.

Beasts na Bíblia geralmente descrevem impérios mundiais que são governados por nações dos gentios. Houve sete impérios mundiais ao longo da história mundial. Eles estão em ordem; o egípcio, assírios, babilônicos, persas, grego, romano e Império Turco Otomano. Haverá mais um império mundial governado por as nações dos gentios. Cada governante de cada império mundial foi um gentio de fora dessas nações antigas. Não um governante era judeu. O governante do próximo império mundial que chamamos de Anticristo será um gentio fora de uma nação gentia. O Anticristo será um gentio. O Anticristo não será judaica.

O presidente turco, Erdogan está pronta para atacar Damasco e, em seguida, para invadir Israel. Estas são coisas que a Bíblia nos diz que o Anticristo vai fazer! Devo dizê-lo novamente? É hora de despertarmos!

Fonte: Craig White

Golpe “fake” na Turquia foi um presente para o maligno Erdogan

erdogam califaEra tudo o que ele queria. Segundo as suas próprias palavras, o presidente ditador turco Erdogan, a tentativa de golpe de estado “foi uma bênção de Alá, porque vai permitir fazer uma purga entre os militares.”
Sabe-se que o presidente muçulmano tem andado a expurgar dos comandos militares e políticos todos aqueles que tentam conduzir a Turquia de volta à laicidade republicana, segundo os princípios estabelecidos pelo herói Atakurk.
Com sede de mais poder e comandando o enorme estado turco com mão autoritária, esta tentativa de golpe de estado era tudo o que Erdogan precisava para agir com mais dureza, impondo as leis islâmicas num país que se queria como membro das nações ocidentais da Europa dos 27. Há até quem defenda que este golpe terá sido orquestrado pelo próprio presidente.
O golpe militar que deixou a noite passada o mundo literalmente parado, não conseguiu resistir mais do que 6 horas, deixando mesmo assim um rasto de 161 mortos, 1.440 feridos e 2.893 militares detidos, a quem Erdogan promete que irão pagar “um preço elevado.”
Fazendo uso das redes sociais que ele próprio tem andado a bloquear, o presidente turco convocou a população para vir para as ruas e fazer oposição à insurreição, contrariando as ordens dos militares golpistas para que a população não saísse de casa.

ISRAEL “RESPEITA O PROCESSO DEMOCRÁTICO EM CURSO NA TURQUIA”
Cauteloso como tantos outros países durante as 6 horas de suspense que a insurreição durou, Israel, através do seu ministério dos Negócios Estrangeiros, declarou “respeitar o processo democrático em curso” na Turquia.
O comunicado acrescentou ainda o desejo de que o recente processo de reconciliação entre os dois países possa prosseguir com toda a normalidade.

Fonte: Shalom Israel

Um Olhar Aprofundado nos Equivalentes Modernos aos Nomes Bíblicos em Ezequiel 38

Muitas das nações sobre as quais ouvimos nas notícias atualmente existiram em tempos antigos, mas com nomes diferentes. Ao usar os antigos nomes dos países sobre os quais profetizou, O Senhor tornou possível usar as Escrituras para interpretar as Escrituras. Muitas das informações abaixo podem ser conseguidas referenciando Gêneses 10, a assim chamada Tábua das Nações, em uma boa Bíblia de estudos. Aprender os nomes modernos das nações cujas famílias fundadoras são listadas ali realmente ajuda a conectar a profecia bíblica com os eventos atuais.

richardson120622_2

Gogue

Eu creio que Gogue seja um ser sobrenatural (aparecendo na batalha de Ezequiel 38 e na batalha final no final do Milênio), talvez a contrapartida de Satanás para o Arcanjo Miguel. Há uma referência obscura na tradução Septuaginta de Amós 7.1 a um Gogue, Rei dos Gafanhotos, o que quer que seja. Você não encontrará nenhuma pista disso nas traduções em Português a partir do Hebraico. Você só pode chegar lá através da tradução Grega (Septuaginta). Mas fisicamente sem conexão a nenhum território ou povo como no caso de Magogue e outros relacionados em Ezequiel 38, e com aparições bíblicas tão distantes no tempo entre uma e outra, há boas razões para crer que Gogue seja um ser não-humano, um dos de Satanás.

Magogue

Em contraste, existem mais de 130 referências históricas ligando Magogue aos antigos Scitas (eles derrotaram Saul na batalha de Bete-Sean e pregaram o seu corpo no portão da cidade). A Grande Muralha da China era conhecida como “O Baluarte de Magogue” em tempos antigos e foi construída para proteger a China de Magogue. Alguns vêem uma grande similaridade entre o que é conhecido sobre os Scitas e as hordas Mongóis de Genghis Kahn. Magogue era filho de Jafé e habitou a Àsia central. Seus descendentes, os Scitas, são os ancestrais do povo Russo de hoje.

Meseque e Tubal

Estes dois eram irmãos de Magogue e estão ligados à mesma área geral, mas mais provavelmente são o povo Turco. Josepho associou Meseque com a Capadócia, lar do antigo Império Hitita, na Turquia oriental.

Pérsia

Esta é mais fácil porque seu nome mudou para Irã em nossa memória.

invaders_map

Cushe e Pute

Estes dois eram filhos de Cão e irmãos de Mizraim (que significa “dois Egitos”) e Canaã. De forma estreita eles são chamados de Etiópia (Cushe) e Líbia (Pute), mas ambos tinham posse de um território muito maior no passado. A palavra Cushe tem uma raiz Hebraica que significa negro, e pode ser representativa das raças negras da África, enquanto Pute pode representar a parte norte do continente; Algéria, Tunísia, Marrocos, Mauritânia, etc. Note que todos são filhos de Cão e, portanto, não Semitas. O denominador comum entre as nações Africanas é a religião (Islã) não a raça (Árabe).

Gômer

Outro filho de Jafé e irmão de Magogue, Gômer habitou os vales do Reno e do Danúbio, e pode ser associado com a Europa Oriental de hoje.

Bete Togarma

Bete significa casa em Hebraico. Togarma era filho de Gômer. Os Armênios de hoje chamam si mesmos de Casa de Togarma. Os Turcos (mas não os Curdos, que são os antigos Medos da famosa Medo-Pérsia) também são incluídos.

Seba e Dedã

Estes dois são primeiramente mencionados como netos de Cushe em Gêneses 10.7. Mais tarde, em Gêneses 25.3, lemos sobre dois netos de Abraão também chamados Seba e Dedã, nascidos de Jocsã, filho de Abraão com sua 2ª esposa, Quetura. Não está claro qual par de netos está sendo referido, mas comentários, apesar disso, identificam estes dois como representando possivelmente as nações da Pnínsula Árabe, notadamente a Arábia Saudita.

De acordo com os arqueólogos W. F. Albright e Wendell Philips, Seba ficava na extremidade sudoeste da Península Arábica do outro lado do Mar Vermelho em relação à atual Etiópia. Seba é conhecida na história como Sabá no sul da Arábia, os Sabaenses da geografia clássica, que negociavam especiarias com outros povos do mundo antigo. Dedã era provavelmente o habitat dos Árabes na parte norte do Deserto da Arábia, que é a atual Arábia Saudita. A antiga capital da Arábia Saudita ainda é chamada de Dedã em muitos mapas hoje em dia.

Társis

Társis era filho de Javan, que se estabeleceu na área do sul da Grécia. Existem três escolas de pensamento no que se refere a Társis. Um ponto de vista coloca Társis a Oeste, acessível a partir do grande porto de Salomão em Ezion Geber, no Mar Vermelho. Como Javan e sua família viajaram para o norte e para oeste de Babel na confusão das linguas, isto parece improvável. Grande embarcações marítimas eram freqüentemente apelidadas de “Navios de Társis” e muito provavelmente foi assim que Társis veio a ser ligada com Ezion Geber, já que tanto Salomão quanto Ezequias construíram tais navios lá. Outros a vêem como referência à antiga Tartessus, um porto marítimo no sul da Espanha, perto de Gibraltar. Outros ainda relembram as embarcações marítimas dos Fenícios, que operavam “Navios de Társis” perto de Cades e navegavam para o norte até a Inglaterra em busca de estanho, um metal utilizado na fabricação de bronze e outras ligas, que eles mineravam em Cornwall. Alguns crêem que o nome Britânia é na verdade derivado de uma palavra Fenícia que significa “fonte de estanho”. Se for assim, como os “Navios de Társis” traziam estanho para o velho mundo, esta referência pode ser à Grãbretanha transformando os “leões” (KJV) ou “vilas” (NVI) de Társis em colônias Britânicas, das quais os EUA são a mais proeminente hoje. O fato de que o leão é o símbolo do Império Britânico apoia este ponto de vista.

Resumo

Novamente, é instrutivo ver o motivador comum como sendo a religião, não a raça. Alguns anos atrás, um editorial no Jerusalem Post delineou o plano “Árabe” como sendo composto de duas fases. Fase um era ganhar tanto quanto possível através do barato processo de negociações enquanto simultaneamente se enfraquecia Israel e se fortalecia a coalisão Muçulmana. Fase dois, depois de nenhum ganho negociado poder ser feito, era ir à guerra pelo restante.

Irã ameaça devastar os invasores da Síria

iran

“Qualquer tentativa de aventura na Síria ou Iraque será considerado um ataque direto a República Islâmica do Irã e a resposta será devastadora”

Essa frase está na página  Iran Military. A ameaça é real, poois como já divulgamos anteriormente, o Irã tem interesses imensos na Siria, e no momento só pelas ameaças aqui e acolá de invasão e retirada de  tropas russas, turcas, americanas e sauditas, num vai e vem de tropas pelo território sirio, tem feito subir o preço do petróleo, o que é de interesse global.

Oficial turco afirma que haverá uma grande escalada na Síria nas próximas 24 horas. A Turquia expande bombardeios para áreas controladas pelo ISIS! Podemos estar a beira da invasão!

Enquanto isso, o ISIS escolheu o momento perfeito para invadir Bagdá no Iraque. Se a situação síria piorar e evoluir para um conflito regional ou global, os turcos e os sauditas vão bombardear as forças de segurança iraquianas e as milícias xiitas iraquianas.

Estejamos atentos às notícias, pois elas estão chegando a todo momento.

Com informações do Sempre Guerra

Eufrates: o centro da guerra demoníaca e de atividade dos últimos dias

Em Apocalipse 9: 14-21, lemos que o Rio Eufrates (Euphrates) é o centro da atividade demoníaca no fim dos tempos. Apocalipse 16:12 também refere-se à região do Eufrates como o centro da guerra no fim dos tempos. Se você estiver familiarizado com a geografia, você sabe que o rio Eufrates flui do leste da Turquia através da Síria e do Iraque. Veja a imagem abaixo.

Não é nem uma coincidência nem um acidente da história que a Síria e o Iraque tornaram-se o centro da guerra e da atenção do mundo. Jeremias 46:10 diz que durante o dia do Senhor (uma referência à tribulação), Deus vai ter um sacrifício na “terra do Norte junto ao rio Eufrates” onde Deus toma vingança contra os seus adversários. Miquéias 5 nos diz que o Anticristo será a partir da terra da Assíria e a terra de Ninrode cujas fronteiras são especificamente definido em Gênesis 10: 8-11 como abrangendo Nínive na Assíria e Babel, e Erech Calné na terra de Shinar.

Este é o território do Iraque moderno e leste da Síria, onde o rio Eufrates está localizado. A situação horrível que vemos na Síria e no Iraque hoje não é por acaso. É o cumprimento preciso da profecia. Daniel 8:25 aponta para aquela região (território Seleucida antigo), onde o Anticristo como um rei, feroz de semblante que destrói maravilhosamente através da guerra em nome da “paz”.

Você já ouviu o mantra de que o Islã é uma “religião de paz?” Atreva-se a discordar e muçulmanos vão te destruír. A situação caótica que estamos testemunhando na região do rio Eufrates mostra que estamos realmente vivendo nos últimos dias.

Você está certo com Jesus? Você recebeu-o como seu Senhor e Salvador?

img_0589

Fonte: The Coming Bible Prophecy Reformation

Russia, a Criméia, a Turquia e a vinda do Messias

putin-pen-Reuters-640x480Momentos atrás, um grande incidente geopolítico veio à tona quando as notícias de que um F-16 turco abateu o que foi inicialmente dito ser um avião de guerra não identificado perto da fronteira com a Síria depois que o mesmo violou o espaço aéreo da Turquia na terça-feira, mas a nacionalidade da aeronave derrubada não estava imediatamente clara.

Segundo a Reuters, o F16 turco alertou o caça repetidamente sobre as violações do espaço aéreo antes de derrubá-lo.

Filmagens da emissora privada Haberturk TV mostraram um avião de guerra caindo em chamas em uma área de floresta e uma longa coluna de fumaça que se arrastou atrás dele. O avião caiu na área conhecida pelos turcos como “Turkmen Mountain” no norte da Síria, perto da fronteira turca, disse Haberturk.

Minutos depois, a lira turca (moeda) afundou como uma pedra enquanto os ativos de risco em toda a Europa caíram quando a presidência turca confirmou que, como muitos esperavam, o jato era um russo Su-24.

Para ter certeza, a Turquia afirma que tentou avisar o avião repetidamente.

PUTIN, A CRIMEIA, GOGUE, MAGOGUE E A VINDA DO MESSIAS

Os recentes acontecimentos na Crimeia continuam a alimentar as chamas do fervor escatológico de muitos cristãos e agora também dos judeus.
Segundo as profecias de um rabino, quando a Rússia ocupasse a Crimeia ouvir-se-iam os passos do Messias.

A POSSÍVEL ORIGEM DE MAGOGUE

GUERREIROS CITAS
Originários daquilo que é hoje o sul do Irão, os citas era uma tribo de homens que montavam cavalos e que habitavam em muito do território que hoje compõe a Geórgia, a Arménia, e parte das regiões do sul da Ucrânia e da Rússia por cerca de 1300 anos, desde o 7º século a.C. até ao 4º século d.C.
A costa Norte do Mar Negro era completamente cita.
Mas o que há de tão especial com os citas?
O famoso historiador Flávio Josefo, mundialmente respeitado e conhecido pela sua obra “As Guerras dos Judeus”, tinha uma interessante teoria acerca dos citas e das terras onde eles viveram.

Segundo as suas conclusões, aquelas terras onde eles habitaram eram Magogue, tal como lemos na Bíblia sobre Gogue e Magogue (Ezequiel 38 e 39).
É essa agora pois a razão da efervescência recente entre os estudiosos dos sinais apocalípticos, logo que os acontecimentos na Ucrânia e Crimeia começaram a despertar a atenção mundial. Para muitos estudiosos, a expectativa de estarmos a viver nos “últimos dias” é tão grande, que este é mais um grande sinal do fim, talvez o princípio do fim, ao identificarem Putin com o príncipe de Gogue, o “rei do Norte.”

Para muitos estudiosos das profecias de Ezequiel 38 e 39, Gogue é o príncipe de Rosh, ou o presidente de Rosh, pelo que, será provavelmente o presidente da Rússia, uma vez que Rosh era um dos antigos nomes dados à Rússia moderna.
A leitura destes textos esclarece-nos sobre quem virá junto com Gogue: a Pérsia, ou seja, o actual Irão. Nada para admirar nos dias de hoje, em que há uma forte aliança política e militar entre estes dois países. Segundo Ezequiel 38 e 39, eles virão saquear a Terra Santa, provavelmente por causa das incomensuráveis riquezas de petróleo e gás natural ali recentemente descobertas. Segundo os textos, eles virão também para tentar destruir os judeus e enfrentar o Anticristo que entretanto terá feito uma “aliança” com Israel (Daniel 9:27).
Haverá provavelmente uma explosão nuclear em Magogue (Ezequiel 39:6) e a vinda de um poderoso exército de 200 milhões vindos do Oriente (China).

PROFECIA DO RABINO VILNA GAONvilna
Mas não são apenas os cristãos “apocalípticos” a “efervescer” com estes sinais proféticos vindos destas regiões do Norte de Israel. Neste fim de semana a imprensa “haredi” (religiosa ortodoxa) em Israel noticiou que o rabino-mor do tribunal rabínico de Jerusalém, Moshe Shternbuch, anunciou aos seus discípulos que chegaram até nós os tempos do Messias. E a fonte desta análise profética é o próprio expoente máximo de sempre entre os sábios judeus, o próprio Vilna Gaon, denominado “o génio de Vilnius.”

VILNA GAON, “O GÉNIO”
Segundo Shternbuch, ele é o portador de um segredo rigorosamente guardado ao longo de séculos, uma profecia oriunda do próprio rabino Gaon, pouco antes da sua morte, desde o 18º século até aos dias de hoje: “Quando ouvirem que os russos capturaram a cidade da Crimeia, devereis entender que os tempos do Messias começaram e que os Seus passos estão sendo escutados. E quando ouvirdes que os russos chegaram à cidade de Constantinopla (atual Istambul), devereis vestir as vossas roupas de Sábado e não as tirar, porque isso significa que o Messias virá a qualquer minuto.”
Segundo a interpretação do rabino Moshe Shternbuch, estas poderão ser as “campaínhas da redenção” que anunciam a chegada de algo ou de alguém importante…
Só Deus sabe. Uma coisa é certa: a cada dia que passa os sinais vão-se avolumando, e só os mais cépticos ou distraídos não conseguem perceber estes sinais dos tempos…

Fonte: Com informações de Dionei Vieira e Shalom Israel

Vídeo iraniano mostra invasão a Jerusalém

Um novo vídeo iraniano imagina uma futura invasão e aquisição de Jerusalém por uma aliança islâmica entre o Irã, o Hamas, Hezbollah:

ALGEMEINER – O vídeo animado, produzido pela Revolução Islâmica Design Casa, retrata soldados preparando para a batalha. Uma veste as insígnias IRGC em seu braço esquerdo, outra o emblema da Organização Badr iraquiano xiita Irã-backed. Ainda uma terceira dons uma cabeça com o logotipo Hezbollah libanês, e uma quarta é visto vestido com balaclava característica do Hamas e da cabeça verde Qassam.

Cada brande uma arma, um capacete e um keffiyeh. Eles são mostrados pronta em uma colina com vista para a capital israelense de Jerusalém, preparado para a batalha.

iran_jerusalem1

O clipe, em seguida, passa para uma tela preta com roteiro persa que diz que “Israel deve ser destruído”, ou, literalmente, “apagado dos anais da história,” um primeiro comando emitido pelo falecido aiatolá Khomeini do Irã e famosa repetida pelo ex-presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad , bem como líderes de aliados do Irã, como líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah.

O vídeo continua, “e os jovens definitivamente vai ver o dia em que se trata.” Os soldados são então vistos marchando para a batalha em direção a Monte do Templo de Jerusalém e da Cidade Velha.

Aqui está o vídeo:

Sua representação não é exatamente como a Bíblia predisse que, mas é relativamente perto. A um grande jogador que falta é a Turquia.

No passado recente que já lhe disse sobre o desejo da Turquia de invadir Jerusalém. Bem, se não estava claro antes, o Irã está agora nos dizendo da sua vontade de invadir Jerusalém com uma aliança islâmica, exceto a aliança será muito maior do que apenas o Irã, o Hezbollah eo Hamas.

Ezequiel 38 dizem-nos desta invasão de Jerusalém por esta aliança Anticristo islâmico, que inclui a Turquia (Magog), Irã (Pérsia), Etiópia (Sudão), Put (Líbia), Gomer e Bete-Togarma (nações da CEI) e outros:

A palavra do Senhor veio a mim: “Filho do homem, dirige o teu rosto para Gog, da terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque e Tubal, e profetiza contra ele e dizer: Assim diz o Senhor Deus:

Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal. E eu vou transformá-lo sobre e colocar ganchos em suas mandíbulas, e eu vou trazê-lo para fora, e todos os seus exército, cavalos e cavaleiros, todos eles vestidos de armadura completa, uma grande multidão, todos com escudo e escudo, empunhando espadas. Pérsia, Cuche, e Put estão com eles, todos com escudo e capacete; Gomer e todas as suas tropas; Bete-Togarma dos confins do norte com todas as suas hordas-muitos povos estão com você.

“Assim diz o Senhor Deus:

Naquele dia, pensamentos entrará em sua mente, e você irá conceber um esquema mal e dizer: ‘Eu vou ir contra a terra das aldeias não muradas. Vou cair sobre as pessoas tranquilos que habitam seguros, habitando todos eles sem muro, e sem nenhuma barra ou portões, “para aproveitar despojo e carregam off pilhagem, para transformar a sua mão contra os lugares desertos que agora são habitadas, e as pessoas que estavam reunidos a partir das nações, que adquiriram gado e bens, que habitam no centro da terra.

“Portanto, ó filho do homem, profetiza e dize a Gogue: Assim diz o Senhor Deus:

Naquele dia, quando o meu povo Israel estão habitando em segurança, será que você não sabe? Você virá a partir do seu lugar fora dos confins do norte, tu e muitos povos contigo, todos montados em cavalos, um grande exército, um exército poderoso. Você vai vir para cima contra o meu povo Israel, como uma nuvem para cobrir a terra. Nos últimos dias eu vou trazer-te contra a minha terra, para que as nações me conheçam a mim, quando através de você, ó Gogue, eu vindicar a minha santidade perante os seus olhos.

Turquia sunitas e xiitas do Irã serão os principais jogadores se juntaram nessa aliança, cumprindo os pés da estátua de Daniel 2 que estão ser feitas de argila e ferro. É uma aliança fraca, mas um que irá realizar-se o tempo suficiente para Jerusalém a ser invadido.

A Bíblia nos diz isso invasão de Jerusalém, com duração de cerca de 3,5 anos até que Cristo volte para pôr fim a ele e destruir a besta (o Islã) para sempre.

Quer se trate de Turquia, Irã ou outros países sonhando com essa invasão de Jerusalém, nós sabemos que isso vai acontecer e eu suspeito que é muito mais perto do que muitos pensam, especialmente quando você considera o Irã tem sido desenfreada agora que só vai significar prosperidade para o região.

Mesmo se você não crê na Bíblia, o Irã ea Turquia estão nos dizendo de seus desejos para invadir Jerusalém um dia. Não deveríamos levar a sério?

Fonte: The Right Scoop